CRISE CIVILIZATÓRIA MUNDIAL

Washington Novaes chama a atenção para a crise civilizatória mundial

17/09/08

O mundo precisa de regras e instituições universais articuladas para promover as mudanças necessárias em larga escala para a preservação da vida, frisou o jornalista Washington Novaes, no ciclo de palestras O Brasil em Debate, na Assembléia Legislativa, em Florianópolis, na segunda-feira, dia 15/08.

“Não é precipitado dizer que vivemos uma crise dos padrões civilizatórios. Não se trata apenas de cuidar do meio ambiente, trata-se de não ultrapassar limites que ameaçam a vida no planeta”, observou. Novaes citou Kofi Annan, ex-secretário geral da ONU, para quem o problema central da humanidade não está no terrorismo, e sim em mudanças climáticas e padrões insustentáveis de produção e consumo.

Novaes, autor de 13 livros, documentarista dos povos indígenas do Xingu, na Amazônia, colunista do jornal O Estado de S. Paulo e supervisor do programa Repórter Eco, da TV Cultura, é um dos entrevistados do documentário produzido pelo Projeto Percepção de Risco.

O jornalista citou dados do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), órgão científico da Convenção do Clima, das Nações Unidas, que prevê aumento de 1,4 a 5,8º C na temperatura do planeta até o final deste século, podendo haver elevações do nível dos oceanos de 18 a 59 cm. Desde a Revolução Industrial, o planeta já aqueceu 0,8º C. “Pode parecer pouco, mas com um grau de aumento na temperatura do corpo humano começa um processo de febre que leva a problemas muito graves, no planeta é a mesma coisa”.

Por conta do aquecimento provocado pelos gases que provocam o efeito estufa, os desastres provocados por fenômenos naturais atingiram 157 milhões de pessoas no mundo apenas no primeiro semestre de 2008, causando mortes e milhares de desabrigados, sendo que o Brasil foi em 2005 o 11º país em número de vítimas de desastres naturais.

Continue aqui.

~ por arauto do futuro em dezembro 19, 2008 sexta-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s