Os segredos psicodélicos de Papai Noel

Os segredos psicodélicos de


Papai Noel


por Larsen de Dana (18 dezembro, 2003)
Natal sempre marca o solstício de inverno (hemisfério norte). É nesse período que os xamãs, até hoje, realizam rituais de passagem para um novo ciclo anual.

Muitos povos xamânicos também comemoravam a cerimônia da árvore, representando a “Árvore do Mundo”. Será por isso que levamos uma para dentro de nossas casas e a enfeitamos?

Partimos da crença de que a lenda do Papai Noel nasceu na Sibéria. Existia uma tribo na antiga Sibéria chamada O Povo das Renas.

As renas eram para os siberianos o que o búfalo representa para os nativos americanos; eram também consideradas a manifestação do Grande Espírito Rena, invocado pelos xamãs para resolver os problemas do povo. Nas suas jornadas xamânicas, ele viajava, em transe,  em um trenó de renas voadoras.

Não eram só os xamãs que usavam amanita (um tipo de cogumelo), as renas também comiam. Eles até conseguiam atrair renas com a urina, que chegavam a brigar para tomá-la e as laçavam enquanto bebiam. Alguns caçadores davam pedaços de amanita para as renas para aumentar a sua força e resistência física, e assim suportarem melhor as longas distâncias. Se as renas fossem abatidas por alguém nesse momento, quando estavam na manifestação do enteógeno, os efeitos passariam para quem comesse a sua carne.

Caçadores, ao se alimentarem de renas que haviam ingerido amanita, tiveram uma visão coletiva de um homem vestido de vermelho e branco (cor do cogumelo), um xamã que levava presentes para a população. Eles viram o xamã voando em um trenó de renas.

Daí, conta-se que Papai Noel foi uma visão de homens que se alimentaram das renas que consumiram amanita.

A roupa do Papai Noel, por sinal, é de origem lapônica.


Tradicionalmente, os xamãs siberianos eram conduzidos em suas viagens estáticas (jornadas xamânicas) aos mundos profundos (transe) por um trenó de renas. Isso explica a origem de Papai Noel viajando por um trenó de renas.

Os habitantes sentiam que os xamãs sempre lhe traziam presentes espirituais. Além disso, a fumaça do fogo onde faziam seu trabalhos saía por uma abertura nas casas (chaminés ), e era por ali que entravam e saiam os espíritos, o que também explica a origem de Papai Noel entrando pela chaminé.

O que quero dizer, na verdade, é que nosso doce e querido Papai Noel nasceu na Sibéria e tem sua origem no xamanismo. O que acham ? Coincidência?

Tradições modernas de Natal são baseadas antigo uso das tradições xamânicas do cogumelo.

http://cannabisculture.com/articles/3136.html link do artigo acima no original em inglês

Embora a maioria de pessoas vêem Natal como um feriado cristão, a maioria dos símbolos e ícones que nós associamos com celebrações de Natal realmente são derivados das tradições de xamânicas, das pessoas tribais da Europa do norte pré-cristão.O cogumelo sagrado destas pessoas era o cogumelo branco vermelho conhecido como amanita muscaria. Estes cogumelos agora comumente são vistos em livros de contos de fada, e normalmente são associados com magia e fadas. Isto é porque contêm compostos alucinógenos potentes, e foram usados na antiguidade pelos xamãs para introspecção e experiências transcendentais.A maioria dos elementos importantes da celebração moderna de Natal, tal como Papai Noel, árvores de Natal, rena mágica e o dar de presentes, originalmente são baseados sobre as tradições cercando a colheita e consumo destes cogumelos bem sagrados.

A árvore mundial

Estas pessoas antigas, incluindo os Lapões de Finlândia, e as tribos de Koyak das estepes russas centrais, acreditado na idéia de uma árvore Mundial. A árvore Mundial foi vista como um tipo de eixo cósmico, sobre que os ‘voadores’ do universo são fixados. As raizes do esticamento Mundial de árvore abatem no submundo, seu tronco é o “terra de meio” de existência cotidiana, e seus ramos alcançam para cima o reino celestial.

Os cogumelos de  amanita muscaria crescem só sob certos tipos de árvores, principalmente abetos e sempre-verdes. Os bonés de cogumelo são a fruta do mycelium, embaixo da terra que existe num relacionamento de simbiotica com as raizes da árvore. Às pessoas antigas , estes cogumelos eram literalmente “a fruta da árvore.”

A Estrela Norte também foi considerada sagrada, desde que todas as outras estrelas no céu revolvido ao redor de seu ponto fixo. Associaram-se isto “Estrela de polaco” com a árvore Mundial e o eixo central do universo. O topo da árvore Mundial tocou a Estrela Norte, e o espírito do xamã subiria a árvore metafórica, assim passando no reino dos deuses. Isto é o significado verdadeiro da estrela em topo da árvore de Natal moderna.

Estas Pessoas antigas ficavam surpreendidas em como estes cogumelos mágicos saltaram da terra sem qualquer semente visível. Consideraram isto “nascimento da virgem” ter sido o resultado do orvalho de manhã, que foi visto como o sémen da divindade. O ouropel de prata que nós cobrimos sobre nossa árvore de Natal moderna representa este fluido divino.
Jogos de rena

Os ingredientes ativos dos cogumelos de amanita não são metabolizidas pelo corpo, e então permanecem ativas na urina. Aliás, é mais seguro beber a urina de alguém que consumiu os cogumelos que comer os cogumelos diretamente, tantos dos compostos tóxicos são processados e são eliminados na primeira passagem pelo corpo.

Era prática comum entre pessoas antigas reciclar os efeitos potentes do cogumelo por beber se urina. Os ingredientes do amanita podem permanecer potente mesmo depois de seis passagens pelo corpo humano. Alguns acadêmicos argumentam que isto é a origem da frase “receber pissed,” como esta atividade de urina-bebendo álcool precedido por milhares de anos.

A rena eram os animais sagrados destas pessoas semi-nômades, como a rena forneceram alimento, protege, vestindo e outras necessidades. A rena são também afetuosa de comer os cogumelos de amanita; eles os procuraram, e saltitam  enquanto estão sob sua influência. Freqüentemente a urina da rena seria consumida para seus efeitos psicodélicos.

Este efeito vai o outro meio demais, como rena também bebe a urina de um ser humano, especialmente um que consumiu os cogumelos. Aliás, rena procurará  urina humana beber, e alguns membros do tribo carregam vasilhas de sealskincom a própria urina, que eles usam para atrair as renas que se desviam no rebanho.

Os efeitos do cogumelo de amanita normalmente incluem sensações de deformidade de tamanho e voar. O sentimento de voar pode explicar as lendas de rena voadora, e lendas de viagens de shamanic incluíram histórias de rena alada, transportando seus cavaleiros até os ramos altos da árvore Mundial.

Pai Natal, xaman formidável

Embora a imagem moderna de Papai Noel foi criada ao menos em parte pelo departamento de propaganda de Coca-Cola, em verdade sua aparência, vestir, maneirismos e companheiros toda marca é como a reencarnação destes xamans antigos em reuniões onde consumiam cogumelo.

Um dos efeitos colaterais de comer cogumelos de amanita é que a pele e características faciais tomam num brilho rosado nivelado. É por que isso que sempre é mostrada com bochechas e nariz vermelhos . E o jovial “Ho, ho, ho!” é a risada eufórica de quem consumiu o fungus mágico.

Papai Noel também veste-se como um cogumelo. Quando era tempo de sair e de colher os cogumelos mágicos, os xamanes antigos vestiriam-se muito como Papai Noel, usando casacos pele-aparados, brancos vermelhos e botas pretas longas.

Estas pessoas viveram em moradias feito de vidoeiro e couro de rena, chamado “yurts.” Algo semelhante a um teepee, o chaminé central do yurt freqüentemente também é usado como uma entrada. Depois de reunir os cogumelos de sob as árvores sagradas onde apareceram, os xamanes encheriam seus sacos e retornavam para casa. Descia as chaminé-entradas, eles compartilhariam  com os presentes os cogumelo recolhidos.

O cogumelo de amanita necessita ser seco antes de consumir; é que o processo de secagem reduz a toxicidade do cogumelo enquanto aumentar sua potência. O xaman guiaria o grupo para colocar os cogumelos pendurados ao redor do lareira para o fogo secar. Esta tradição é ecoada no moderno enfeite de meias e outros itens.

As viagens psicodélicas tomadas sob a influência do amanita também foram simbolizados por um pau alcançando para cima pela chaminé no topo do yurt. A chaminé era a portal onde o espírito do xaman ‘voava’.

Viagem mágica famosa do Papai Noel, onde seu trenó toma-o ao redor da planeta inteira numa única noite, é desenvolvido do “charrete celestial,” usada pelos deuses de quem Papai Noel e outras figuras  xamanicas são descendidas. A charrete de Odin, Thor e mesmo o Osiris deus egípcio  agora é conehcida como a Montanha-russa, que circula ao redor da Estrela Norte num período de 24 horas.

Em versões diferentes da história antiga, a charrete foi puxada por rena ou cavalos.

Nicholas de St e Nick Velho – São Nicolau

São Nicolau é uma figura lendária que supostamente viveu durante o quarto Século. Sua seita expandiu rapidamente e Nicholas tornou-se o padroeiro de muitos grupos variados, incluindo juizes, penhoristas, criminosos, comerciantes, marinheiros, padeiros, viajantes, os pobres, e crianças.

Historiadores bem religiosos concordam que São Nicholas/Nicolau realmente não existiu como uma pessoa real, e era em vez disso uma versão de Cristianizada de deuses Pagães anteriores. As lendas de Nicolau foram criadas principalmente após histórias sobre o deus teutônico chamado Segura Nickar, Poseidon conhecido aos gregos. Este deus poderoso de mar foi visto a galope pelo céu durante o solstício de inverno, concedendo bênçãos a seus fieis embaixo.

Quando a Igreja católica criou o caráter de São Nicholas, eles tomaram seu nome de “Nickar” e lhe deu título do Poseidon de “o Marinheiro.” Há milhares das igrejas em honra ao chamado São Nicholas, a maioria  foram convertidas em templos a Poseidon e Segura Nickar. (Como as divindades pagãs antigas foram demonizadas pela igreja cristã, Segura nome do Nickar também tornou-se associado com Satã, sabido como “Nick Velho!”)

Tradições locais foram incorporadas nos novos feriados cristãos para fazê-los mais aceitável aos novos convertidos. A estes cristãos cedo, São Nicholas  tornou-se um tipo de “formidável-xaman” que foi sobreposto sobre o próprio shaman e práticas culturais. Muitas imagens São Nicholas  mostram-no usando vermelho e branco, ou ficando na frente de um fundo vermelho com manchas brancas, o projeto do cogumelo de amanita.

São Nicolau também adotou algumas qualidades do lendário “Befana de Avó” de Itália, que encheu meias das crianças com presentes. Seu relicário em Bari, Itália, tornaram-se um relicário a São Nicholas

Mundo moderno, tradições antigas

Alguns psicólogos discutiram o “dissonância cognitiva” que ocorre quando crianças são encorajadas acreditar na existência literal de Papai Noel, seus pais só revelam quando são mais velhos. Por enganar nossas crianças  nós roubamos delas herança mais rica, para a origem real destes rituais antigos é enraizado fundo em nossa história e nosso coletivo inconsciente. Com melhor entendimento das verdades dentro destas celebrações populares, nós melhor podemos entender o mundo moderno, e nosso lugar em ele.

Muitas pessoas no mundo moderno rejeitaram Natal como é demais comercial, reivindicando que este ritual de dar é realmente uma celebração de materialismo e avareza. Mas o espírito verdadeiro desta mentiras de festival de inverno não está na troca de brinquedos plásticos, mas em celebrar um presente da terra: o topo da fruta de um cogumelo mágico, e a revelação que a experiência fornece.

Em vez de perpetuar mitos confusos antigos de feriados, melhor seria cumprir, retornar à fonte original destas celebrações cíclicas. Que tal afastar-se para experiemntar alguns cogumelos mágicos com seu amados neste solstício? Que melhor presente uma família pode compartilhar que um pedaço pequeno de amor e iluminação?

Tradução livre :arauto do futuro

A arte por Bursenos de Jimmy: solsticestudios rede

OS MAIS LINKS SOBRE: (ingles)

Os Significados Escondidos de Natal, Mushroms e a Humanidade, por Arthur de Dificuldades
Pai Natal & o Muscaria de Amanita, por Bursenos de Jimmy
Põe o Agaric de Mosca em Natal? , Congresso Internacional Sétimo de Mycological, dezembro 1999, Fungus do Mês
A História Real de Santa, O Lanceou Impressão, Olhai a Sociedade de Mycological de Anjos, dezembro 1998
Santa e essas Rena: A Conexão Alucinógena, A Física de Natal, por Highfield de Roger
Fungi, Anéis de Fada e Papai Noel, Norte Grupo Oeste de Fungus, 1998 Endereço Presidencial, por o Dr Edwards de Sean
Voa Agaric, Fungus do Volk de Tom do Mês durante dezembro 1999
Papai Noel Voa em Toadstools, Novo Cientista, dezembro 1986
– Estudos de Psycho-mycological de amanita: De sacramento antigo a fobia moderna, por Ott de Jonathan, Diário de Drogas Psicodélicas; 1976
Santa é um Wildman, LA Vezes, Vallance de Jeffrey

RESERVE LEITURA DE VALOR:

Espalha-se e a Humanidade, por Arthur de Dificuldades
Soma: Cogumelo Divino de Imortalidade, por Wasson de Gordon
Cogumelos, Envenena e Panacéias, por Denis R. Benjamin

~ por arauto do futuro em dezembro 24, 2008 quarta-feira.

2 Respostas to “Os segredos psicodélicos de Papai Noel”

  1. […] Os segredos psicodélicos de Papai Noel (2008) […]

  2. […] Os segredos psicodélicos de Papai Noel (2008) […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s