A MELHOR POSSIBILIDADE DE DESENVOLVIMENTO.

Refletindo sobre os acontecimentos recentes percebemos que é quase incrível como as pessoas tem uma tendência a pesquisar sobre os fenômenos climáticos catastróficos, o número de visitas duplica, os termos de pesquisa não diferem, todos sedentos por saber, lamentável é que este saber que todos almejam seja limitado, não é sabedoria em si,  ou busca por conhecimento, muito menos consciência, mas um desejo angustiante para conceituar, interpretar o que o ‘tempo’ diz,  “o céu fala a gente escuta” poderia ser o slogam de um instituto de metereologia, parece que escuta, mas não entende…

Por outro lado, inúmeros artigos contidos neste espaço permanecem sem visita, geralmente os que nos convidam a compreender o que os ‘céus’ estão dizendo nestes ‘tempos’,  mas que não estará nas primeiras páginas de nenhum jornal, ou dentro , nem notinha de rodapé.

De toda maneira , isso tudo trará novamente a tona a lembrança que uma “hipótese 2012” já pode estar começando a mandar seus sinais,  e desde 2008 com imponência, o que nos leva a pensar uma melhor possibilidade de desenvolvimento, que inclua sistemas e valores que não estamos habituados, mas que existem e fará com que saíamos deste torpor hipnótico que nossa sociedade, como um todo, está submersa.

Equipe Arauto do Futuro

A MELHOR POSSIBILIDADE DE

DESENVOLVIMENTO.


Enquanto isso, aqui na Terra a coordenação dos afazeres humanos com as esferas superiores outorga a melhor possibilidade de desenvolvimento. Porém, esta coordenação não pode ser acessada enquanto se finge que os mundos visível e invisível não têm nenhuma conexão, inclusive preferindo-se afirmar que seria melhor esquecer logo essa patranha de espiritualidade, já que há tantas coisas mais importantes para se atender. Assim vai nossa humanidade amarrando e limitando seu desenvolvimento, produzindo a escalada do crime, da desagregação familiar, da descrença da juventude e a perigosa tendência a equilibrar tudo isso com perversões. Lá, onde nossa humanidade cética pensa que não há nada se entoam os hinos à Mãe do Mundo.

.

As pessoas andam nervosas e não conseguem enxergar um palmo além do seu nervosismo e, por isso, cometem abusos de forma inadvertida, como o de pretender arrancar à força o que lhes é oferecido espontaneamente.

Fonte: Quiroga

~ por arauto do futuro em setembro 10, 2009 quinta-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s