OS DOIS GUMES DA DEMOCRACIA.

OS DOIS GUMES DA

DEMOCRACIA.

O tempo é propício para as reflexões e como este será um ano

de eleições presidenciais na Terra Brasilis,

vale a pena refletir sobre a democracia,

para que céu e terra dancem em sincronia.

Tudo está mudando para melhor, graças à democracia,

mas tudo muda vagarosamente demais,

graças à preguiça dos cidadãos.

Quantos abusos existem apenas porque os cidadãos

não se organizam para esses acabarem?

A democracia é uma faca de dois gumes,

porque promove a liberdade,

mas empurra aos cidadãos a responsabilidade de garantir

que tudo continue funcionando da melhor forma possível.

Porém, não se empurra apenas essa responsabilidade,

mas todas as outras também,

o que resulta em gente exausta no fim do dia,

que nem quer saber de reclamar de nada.

.

Aquelas vozes que ficam falando coisas na mente, como se houvesse um contador de histórias interno, normalmente são pano de fundo de outras atividades. Porém, agora essas historinhas andam aumentando de tom.

.

Quanto mais tarefas aparecerem, melhor será. Talvez não seja isso que sua alma preferia numa época dessas, mas o surgimento das tarefas é inequívoco, você encontrará no bom cumprimento das mesmas o prazer que busca alhures.

.

Os conselhos que você precisa não virão da boca das pessoas reconhecidamente sábias, mas de quem até aqui permaneceu abaixo do seu radar intelectual. A sabedoria provém da experiência e muita gente tem experiência de sobra.

.

Apaixonar-se pelas idéias é o início de um longo caminho de realizações. Você já passou por isso e sabe que depois essa paixão é substituída pelas obrigações. Por isso, aja com sabedoria dessa vez e faça boas escolhas.

.

É impossível andar em duas direções simultaneamente. Nessa hora da dúvida, melhor aquietar-se e respirar até o momento em que uma idéia luminosa indicará a melhor direção. Essa idéia chegará, com certeza.

.

As indecisões alheias não precisam ser julgadas com severidade. Entenda que a urgência é toda sua, mas que isso não significa que todas as pessoas devam sentir a mesma urgência também. Há outras perspectivas…

.

Use os recursos com sabedoria, sem acumulá-los indefinidamente nem tampouco distribuí-los irracionalmente. Abasteça para satisfazer as necessidades mínimas, de modo que seja possível continuar a luta.

.

A curiosidade nem sempre leva à satisfação, você já devia saber disso pela própria experiência. Por isso, não valorize sistematicamente cada curiosidade que surgir, use a inteligência para distinguir as boas.

.

A palavra dita não pode ser recolhida, ela deixa de pertencer a você no exato instante em que abandona a boca e é recolhida pelo ouvido de alguém. Esse alguém, a partir de então, se apropria da palavra.

.

Na melhor das hipóteses, as chances contraditórias com que você conta atualmente, e que produzem conflito, promoverão maior criatividade e, assim, você verá a idéia que até aqui permanece oculta por trás das dúvidas.

.

As possibilidades que se contradizem produzem muitas dúvidas em sua alma, o que não é nada confortável. Porém, do conforto nunca veio nada bom, porque nesse estado a alma se torna lânguida e não raciocina direito.

.

Quando pareça haver só problemas, atualize a consciência de que isso não aconteceria se você não tivesse desejado muito. Entenda, não há problemas, mas as necessárias circunstâncias para você atingir seus propósitos.

.

Fonte: Quiroga

Anúncios

~ por arauto do futuro em janeiro 4, 2010 segunda-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s