OS REFUGIADOS DO CLIMA

da série tempestades - foto: arauto do futuro - 16-12-2009 - clique para ampliar

da série tempestades - foto: arauto do futuro - 16-12-2009 - clique para ampliar

OS  REFUGIADOS  DO  CLIMA

São milhares de pessoas que fatalmente um dia terão que abandonar suas terras por conta das cheias, riscos de deslizamento(…)

E muito mais que isso chuvas, raios, vendavais, e como observado recente, até terremotos.

As destruições constantes causadas pelas chuvas, estão trazendo ao Brasil um problema que não poderá ser mais ignorado.

É o que diz na notícia do apollo11, onde site questiona

“Brasil está preparado para as mudanças do clima?”

Estamos preparados?

Ao que está a ‘olhos nús’ estampado em todos os noticiários é um redondo e contundente NÃO,  nenhum lugar parece estar preparado para as mudanças do clima,  ao que parece nem os cientistas chegaram ainda a uma conclusão se houve precedentes históricos para mensurar as intensas e velozes mudanças que já se está vivendo, seja climática ou de qualquer outra ‘natureza’ …

A mudança é, na verdade, da ordem natural da vida, redundâncias a parte,  é a imutável dança onde tudo se tranforma o tempo todo continuadamente, e como partícipes da vida ou mudamos ou nos adaptamos ao que mais forte e poderoso que nossas forças provoque como mudança. Neste caso, a força da natureza, mesmo que tenha sido ‘domada’ e ‘ manipulada’ ao longo do último século por tecnologias conhecidas como HAARP em associação com CHEMTRAILS e outras mais, que na ignóbil ilusão de ‘poder’ usar o clima como ‘arma’ esquecem que à natureza da Via Láctea são bebês brincando com fuzis…

E mesmo em sua insanidade não poderão com as mudanças.

Não apenas nosso planeta está mudando e se adaptando como todo o sistema que ousamos em nossa infinitude ignorante supor conhecer.

O que é possível fazer? Além de agradecer estar vivo e participar deste ‘momentum‘  adaptação é a chave mestra onde alguns ajustes serão necessários, como, ação em consonância com as palavras por parte das ‘otoridades competentes’ mas também de cada um, indivíduo, família, grupo comunitário. As tecnologias para solucionar os problemas existem e estão disponíveis ao custo de ‘colocar a mão na massa’, não falta recursos ao alcance das mãos, falta vergonha na cara, de quem é pago com nossos impostos – 4 meses em média do seu salário são impostos – para gerir estes recursos para que retorne em obras de qualidade para segurança e benefício de  quem paga;  e de quem paga os impostos falta botar a boca no trombone!

Multiplicará os milhares de pessoas que se tornarão refugiados do clima? Ou conseguiremos como humanidade reverter essa histérica insanidade coletiva em que naufragamos?

Serão adotadas as medidas simples e cautelares para convívio em harmonia com tudo que habita esta nave azul que flutua no plasma, gestado pelo Universo?

Serão adotadas medidas que sejam práticas, simples e seguras ao mesmo tempo para todo tipo de catastrófe climática que já se anuncia? A terra vai passar por suas adaptações, isso já fato, e nós como passaremos pelo re-arranjo  da terra?

Como já viemos publicando ao longo da esxistência deste blog, que não passa de um mapa com muitas destas respostas … e outras perguntas.

~ por arauto do futuro em janeiro 12, 2010 terça-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s