A LUA se interpõe entre a TERRA e o SOL

A lua se interpõe

entre a terra e o sol

15 janeiro 2010

Eclipse 15/01/2010 - Vista desde Qinqdao - China. EFE

Eclipse 15/01/2010 - Vista desde Qinqdao - China. EFE

Fonte: El mundo.es

Tradução livre: arauto do futuro

ASTRONOMIA

Durante o eclipse anular mais longo deste milênio ocorrido a Lua se interpõe entre a Terra e o Sol.

Foi possível contemplar na Ásia e grande parte da África. Os astrônomos calculam que não poderá ver-se outro tão longo até o ano de 3.043

Em seu ponto de maior duração o anel de luz durou 11 minutos e 8 segundos.

Um eclipse anular do Sol, o primeiro do ano, foi possível se ver nesta sexta na Ásia e grande parte da África. Se trata do eclipse anular do Sol de maior duração que poderá ser contemplar na Terra até 23 de dezembro de 3043, segundo calculam os astrônomos. Em seu ponto de maior duração, em águas do Oceano Índico, o anel de luz durou 11 minutos e 8 segundos.

Este tipo de fenômeno tem lugar, de igual forma que nos eclipses totais, ao interpôr-se a Lua entre a Terra e o Sol. A sombra da Lua não alcança cobrir totalmente o Sol e o astro se vê como um anel luminoso.

A Ásia, China e a India foram os países nos que mais expectativa gerou o eclipse. Milhares de pessoas saíram às ruas para observar o fenômeno, alguns provistos de óculos especiais e outros utilizando radiografías, negativos de fotografías ou mesmo sem nenhuma proteção. Nos colégios se organizaram atividades para que as crianças pudessem contemplar o eclipse através de telescópios.

Na China “muitos astrônomos aficcionados pediram o dia livre e não pouparam para ver o eclipse”, afirmou Lin Qing, do Observatório Astronômico de Sheshan, em Shanghai, à agencia oficial Xinhua.

A Lua quase formou um anel completo

Em zonas próximas ao norte e ao sul da faixa se encontram as cidades mais importantes do país, como Pekín ou Shanghai, o principal porto chinês, onde no momento de maior ocultação a lua formou quase um anel completo que tapou até  80% do disco solar.

Às 16.37 hora local (8.37 horas GMT) a sombra do satélite lunar se encontrava completamente dentro do disco solar desde a fronteira com a Birmânia. Esse momento no auge, com o anel completo, pode ser visto ao longo do país até às 16.59 hora local (8.59 horas GMT), quando, coincidindo com o entardecer, pouco antes do pôr do sol, a sombra da lua começou a sair do disco solar no céu da costa da península de Jiaodong, nas bordas do Mar Amarelo.

Na Índia milhares de pessoas se congregaram em distintos pontos para observar o eclipse, cuja trajetória foi visível em boa parte do país. Começou a observar-se às 11.06 horas local (5.36 GMT) nas regiões mais meridionais.

Clique nas imagens para ampliar.

Mais fotos aqui: El mundo.es

eclipse 15/01/2010

eclipse 15/01/2010

eclipse 15/01/2010

eclipse 15/01/2010

A lua cobre o sol - 15-01-2010 . Efe

A lua cobre o sol - 15-01-2010. Efe

Shangai (China) eclipse 15/01/2010 - Reuters

Shangai (China) eclipse 15/01/2010 - Reuters

~ por arauto do futuro em janeiro 17, 2010 domingo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s