A ditadura científica apenas começou.

Uma música, de um duo com um nome interessante: “los niños estelares” ou, “as crianças estelares”, – não é bem o que costumo traduzir até porque música e poesia se perdem um pouco, mas o farei a seguir, pois digamos que seja uma ‘síntese’ muito bem escrita para quem ainda não foi avisado que …

A ditadura científica

apenas começou.


Letra – Fernando Castro – Álvarez
Música – Darío Constaín Reyes
Album – La dictadura científica acaba de empezar

com imagens para ilustrar o texto

clip com os cantores com tradução em francês

“A idade contemporânea meus amigos, não era da bomba atômica. Não. A idade moderna é a idade do bárbaro científica.”

-Pedro Albizu Campos

Original

Tradução livre

Todo el mundo sale de su mamá

Todo mundo nasce de sua mãe

Menos ciertos clones y la progenie asexual

Menos certos clones e a progenia assexual

Los Nazis no perdieron la guerra (x2) (paper clip x2)

Os Nazis não perderam a guerra

Sólo se mudaron de Europa para América

Só mudaram da Europa para a América

Y el tío Sam los acaparó, les dio trabajo y los animó

E o tio Sam os recolheu, deu trabalho e os animou

Pa que siguieran ingeniando como moderarnos.

Para seguirem engenhando como moderar-nos

Quieren convertirte en enemigo de la tierra (x2)

Querem te converter em inimigo da terra

Hermana mayor será la naturaleza

Irmã maior será a natureza

Salven el planeta y el humano pa la mierda

Salvem o planeta e o humano para merda

¡No! ¡Sí! ¡No! ¡Sí!

Não! Sim! Não! Sim!

Total corporativismo

Apócrifo terrorismo

Risueño pos-moderno neofascismo

Risonho pos-moderno neofascismo

Em um gentil totalitarismo

Atropelos, grandes mentiras

Um mundo de crimes e uns quantos enigmas

Esa es la orden del día

Essa é a ordem do dia

¡Hécate, Diana y la virgen María! (x2)

y el hombre ácrata y el hombre ingenuo

e o homem ácrata e o homem ingênuo

serán devorados por el orden posmoderno

serão devorados pela ordem pos-moderna

yo no sé ques verdad pero sé ques mentira

eu não sei o que é verdade, mas sei o que é mentira

esta cárcel ubicua es una falacia maligna

esta cadeia ubíqua é uma falácia maligna  (ubíqua = que está ao mesmo tempo em toda a parte)

mitad animal mitad extraterrestre

metade animal metade extraterrestre

somos simios con ADN demente

somos símios com DNA demente

simios con ADN de mente

símios com DNA de mente

híbridos con potencial emergente

no le tengas miedo a las serpientes

não tenha medo às serpentes

sé tú mismo y usa tu mente

seja tu mesmo e usa tua mente

globalización, homogenización,

globalização, homogenização,

para un mejor control

para um melhor controle

miedo demagogos con propaganda

medo demagogos com propaganda

¿Deseas esas papas agrandadas?

Desejas essas grandes batatas (chips?)?

¿No te gusta algo hasta que ves su marca?

Não gostas de algo até  que vejas a marca?

¿No crees en Dios pero sí en la ciencia pagana?

Não cres em Deus, mas sim na ciência pagã?

No debe haber ayuda para el hijo de la viuda

Não deve haver ajuda para o filho da viúva

Por monopolizar las verdades ocultas

Por monopolizar as verdades ocultas

Nació con la ilustración

Nasceu com a ilustração

Creció con mucha revolución

Cresceu com muita revolução

Y ahora vemos la revelación

E agora vemos a revelação

De cómo emprende su sujeción

De como empreende sua sujeição

Con su reinado de fausta opresión

Com seu reinado de fausta opressão

La perspectiva de Russell ya es realidad.

A perspectiva de Russel já é realidade.

La dictadura científica acaba de empezar (x3)

A ditadura científica acaba de começar

La dictadura final se acaba de instaurar

A ditadura final acaba de se instaurar

Gobierno mundial, reducción poblacional

Governo mundial, redução populacional

Nuevo orden mundial, nueva era feudal

Nova ordem mundial, nova ordem feudal

Tú no causas el calentamiento global,

Tu não causas o aquecimento global,

Que tú no causa el calentamiento global

Que tu não causa o aquecimento global

Porque es un proceso natural

Porque é um processo natural

A causa de actividad solar

Por causa da atividade solar

No me cobren por exhalar

Não me cobrem por exalar

No me maten por respirar

Não me matem por respirar

Facebook es tu carpeta digital

Facebook é tua pasta digital

Dile adiós a tu privacidad

Dê adeus a tua privacidade

Cámaras aquí, cámaras allá

Câmaras aqui, câmaras lá

Cámaras alante cámaras atrás

Câmaras a frente, câmaras atrás

Amenazas confabuladas

Ameaças confabuladas

Pandemias orquestadas

Desastres no tan naturales (HAARP)

Desastres não tão naturais

En mercados artificiales

Em mercados artificiais

¡invasión extraterrestre!

invasão extraterrestre!

El futuro no será como el presente

O futuro não será como o presente

Pues habrán nuevos cuentos sin precedentes

Pois haverão novos contos (11/9) sem precedentes

En un planeta con naciones impotentes

Em um planeta com nações impotentes

Club de Roma, comisión trilateral
El fondo monetario internacional
Chatman House y el CFR
El Banco Mundial y la Reserva Federal
Bilderberg y las Naciones Unidas

A todos les encantan las ideas globalistas

A todos lhes encantam as idéias globalistas

(união) Unión Europea, unión Africana
Unión del pacífico, unión americana (¡Wu!)

En el norte como en el sur

No norte como no sul

NAFTA en esteroides y el UNASUR

Se está consolidando tu esclavitud

Se está consolidando tua escravidão

Tecno-vasallaje pa la multitud

Tecno-submissão para a multidão

Todo será instantáneo no habrá lentitud

Tudo será instantâneo não haverá lentidão

Sólo un mundo feliz y una raza sin virtud

Só um mundo feliz e uma raça sem virtude

Estás abdicando a tu libertad

Está abdicando a tua liberdade

A cambio de idioteces y subsistencia digital

Em troca de idiotices e subsistência digital

A cambio de miedo en un régimen mundial

Em troca de medo  em um regime mundial

A cambio ‘e mercancías y singularidad

Em troca de mercadorias e singularidade

A cambio de abulia en una nueva sociedad

Em troca de abulia em uma nova sociedade (abulia = incapacidade relativa ou temporária de tomar decisões)

La dictadura científica acaba de empezar (x2)

A ditadura científica acaba de começar

La sociedad pos-industrial acaba de cambiar

A sociedade pós industrial acaba de mudar

Falacias neo-maltusianas

En tecnocracias infrahumanas

La ciencia con sua idiossincrasia

Hará de ti una especie exacta

Fará de ti uma espécie exata

Con el pragmatismo, transhumanismo
El fanatismo del ambientalismo
Darwinismo, fetichismos
Fármacos y consumismo
Ciencia sem amor é um anatema demoníaca
Sexo sem amor é um anatema demoníaca

Nuestro paraíso está llenándose de caca

Nosso paraíso está se enchendo de caca

Despierta ahora o permuta con la masa

Desperta agora ou permuta com a massa

Porque los demonios sí existen

Porque os demônios sim existem

Son bien listos y son reptiles

São bem prontos e são reptéis

Tienen puertas y no es un chiste

Tem portas e não é uma piada

El querer saber aún persiste

O querer saber ainda existe

Al-Quaeda é a CIA
Ver un unicornio es como ver un terrorista (¿qué?)
Ver un unicornio es como ver un terrorista (¿qué?)

Ver um unicórnio é como ver um terrorista

Pronto, todos, seremos terroristas

Logo, todos, seremos terroristas

Embrutecimiento sistemático

Para que consumas como un maniático

Igual de reemplazable que un neumático

Igual como trocas de pneus

Estoy rodeado de lunáticos

Estou rodeado de lunáticos

No eres un ser independiente

não és um ser independente

Ya no eres un ser independiente

Já não és um ser independente

Sino eres un recurso humano

és um recurso humano

Desde que estás en primer grado

Desde que estás no primeiro grau

Porque la escuela no es para educar

Porque a escola não é para educar

Es para transmutar tu identidad

É para transmutar tua identidade

Para manipular tu individualidad

Para manipular tua individualidade

Para condicionar tu realidad

Para condicionar tua realidade

Y para purgar tu originalidad

E para purgar tua originalidade

Pa que seas un peonsito más

Para que sejas mais um peãozinho

Masificación de la instrucción

Massificação da instrução

Juventud en una línea de producción

Juventude em uma linha de produção

Destruye tu televisor (x2)

Destrua tua televisão

Tú eres más que un consumidor

Tu és mais que um consumidor

Levántate y bótate el control

Levantá-te e toma o controle

Jueces puercos profesores

Juízes porcos professores

Padres curas dictadores

Paradigmas opresores

Extraterrestres manipuladores

Ilotas trabajadores

Servos trabalhadores

Chips en tus interiores

De derecha o de izquierda

De direita ou de esquerda

Moderado o de extrema

Moderado ou de extrema

Todo es la misma mierda (x2)

Tudo é a mesma merda

Socialismo o neoliberalismo
Comunismo o capitalismo

En fin son elites haciendo lo mismo

Em fim, são elites fazendo o mesmo

Usando la ciencia en nombre de un ismo

Usando a ciência em nome de um ‘ismo’

Para enristrarte por los siglos

Para encarcerá-te por séculos

de los siglos de los siglos de los siglos de los siglos de los siglos de los siglos de los siglos de los siglos de los siglos de los siglos de los siglos de los siglos de los siglos

La dictadura científica acaba de empezar (x4)

© Fernando Castro – Alvarez, 2008

Anúncios

~ por arauto do futuro em junho 16, 2010 quarta-feira.

4 Respostas to “A ditadura científica apenas começou.”

  1. é … os arautos estão por aí … de formas interessantes e diferentes …

  2. É isso mesmo o que já estão a fazer, a música explica bem, não tenho dúvidas. Já existem tantos mecanismos de controle sutis operando nas mentes e corações humanos, extremamente eficientes, esvaziando-nos da perpecpção de nós mesmos, que nem sei se serão necessários microchips ou invasões alienígenas. A turma não está de brincadeira e a trança começa a ser feita lá do astral. Gente da pesada e que sabe o que está fazendo dentro de suas inteções distorcidas. Acham que podem se manter e viver à custa de milhões de almas escravisadas e não entendem, nem querem entender, que esta situação não pode nem deve ser extendida. Imaginam que se houver uma interferência benéfica por aqui, que se houver uma faxina e transmigração de almas, que poderão continuar operando seus escravos aonde estiverem, pois estes, por simpatia vibracional engedrada aqui, só podem ir junto com aqueles que lhes forjaram e fortificaram as más tendências. Querem jogar com os dados da criação imaginando que eles foram feitos para isso e que ninguém poderá interferir. É o que veremos. Um único ser humano desperto já dá trabalho pra turminha. Eles não entendem que a gente não tem medo de morrer, porque já passamos pór muitas mortes nessa vida.

  3. Existem lugares da criação que são compostos unicamente por terror e dor, choro e ranger de dentes. É a colônia de férias dessa turma muiiito esperta.

  4. O principal, a meu ver, e por mais que esse assunto me cause raiva e desgosto, porque se trata de facismo, e disfarçado, é o fato da gente procurar não ser presa. Como nos tornamos presa, como somos capturados? Através de nossos medos e desejos. Essa turma soube fabricar uma visão de mundo onde perdemos a identidade e nos tornamos ratos, somos reféns do mercado e daquilo que o mercado quer que a gente tema e deseje: de um lado, a depressão econômica e a eterna crise financeira, com falta de empregos e salários aviltantes, obrigando-nos a sujeição à qualquer ocupação “honesta”, qualquer “oportunidade” de emprego e salário. De outro lado, fazem a sua cabeça pra você desejar tudo, de gente à objetos, como se tudo fosse seu mesmo por direito ialienável. Depois, fazem você se culpar por não conseguir mesmo cumprir com o sonho e o papel que lhe inventaram, por não ter sido gente e homem o suficiente para ter uma porção de coisas, para ser o “dono”, o patrão, o respeitável e humano, por que tem posição e dinheiro. E você, para conseguir cumprir o sonho do esquema, vai precisar explorar, oprimir e enganar muita gente, colaborando para a alquimia da própria morte. É um jogo feio, selvagem, covarde, típico desses grandões que não entenderam nada. Alugam e eprisionam milhares de almas em crescimento imaginando que não há lei de retorno no universo. Seus patrões do astral, os todo-poderosos, os homens de olhar terrível e sem piedade aos quais Hitler se referia, os super-homens, não passam de vampiros e parasitas. Se alimentam de fluídos vitais de encarnados, são mendigos espirituais muito pomposos e cheios de si.
    Vão chorar e gritar como criancinhas, na hoar que descer o martelo.

    Tem um hino recebido pelo finado Glauco, que explica a situação:

    Essa mensagemn que me traz o enviado
    Faz parte do meu recado
    Das lembranças de S. João
    Que este tempo já está quase acabado
    É preciso estar firmado
    Dentro dessa união
    Posso assustar quem não estiver acordado
    E chegar acostumado
    Pro trabalho de S. João
    O general com seu cavalo de fogo
    Galopando sobre o povo
    Com a verdade na mão
    E o cavaleiro levantando a Santa Espada
    Pesando a Santa Balança
    Dizendo o sim e o não
    Fica comigo quem está em pé firmado
    Deixa quem está deitado
    Embolado pelo chão
    Não adianta choro nem ranger de dentes
    Saibam que estou contente
    com essa luz que vou mandar
    E este dia está mais perto que tu pensa
    Agora me dá licença
    Eu tenho um povo pra girar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s