BURACOS NEGROS E FONTES BRANCAS.

BURACOS NEGROS E FONTES BRANCAS.

Apesar das pressões constantes do clima,

do meio ambiente, das necessidades sociais,

políticas e até espirituais e cósmicas

que induzem a pensar que todos

participamos de conjuntos maiores

e mais sofisticados de experiência

dos que fomos treinados a perceber,

nossa humanidade insiste

em preservar a versão egoísta da realidade,

gastando a maior parte do tempo

na busca de satisfação pessoal.

Dessa forma, em vez de cada humano irradiar luz

e disseminar vida se torna o contrário,

um buraco negro que explora e desvitaliza tudo que toca,

sugando para dentro de si o que encontrar em seu caminho.

Anular essa afronta contra a vida

é o assunto mais importante que um ser humano devia considerar,

em nome das futuras gerações.

.

Em momentos de maior sensibilidade e insegurança se torna mais fácil pisar em calos doloridos. Às vezes isso acontece inadvertidamente. Por isso, não saia pensando que as pessoas atacam você intencionalmente.

.

A melhor forma de você nunca desenvolver seu potencial e expressá-lo com total intensidade é fazer o possível para viver uma vida de absoluto conforto. Assim, você nunca conhecerá o valor do esforço.

.

Um novo caminho se desenha à sua frente porque sua alma se tomou o trabalho de imaginar objetivos dignos de ser conquistados. Porém, você não poderá trilhar esse caminho carregando hábitos viciados do passado.

.

Os segredos conduzem as pessoas numa dimensão muito maior do que elas gostariam. É que todo mundo acha que está no domínio absoluto de sua vida e, enquanto isso, os motivos ocultos guiam os passos e intenções.

.

Veja as coisas assim, é até melhor que nada ande às mil maravilhas, porque se não fosse isso você estaria entregue à lassidão da preguiça, a forma mais eficiente de o progresso estagnar e nada acontecer.

.

A mente está continuamente traçando estratégias, como se a vida fosse o tabuleiro de um jogo muito complicado. Assim é que as pessoas, sujeitos de seus próprios destinos, correm o risco de ser tratadas como objetos.

.

As idéias não são de ninguém, brotam espontaneamente do Universo e muitas mentes ao mesmo tempo as sintonizam. As idéias não são de ninguém, mas o trabalho para realizá-las, esse sim tem autoria definida.

.

É propício assumir riscos, o que elevará consideravelmente o nível de adrenalina, pois, ainda que você decida não se arriscar essa onda paira no ar. Nervosismo por nervosismo, melhor arriscar, não lhe parece?

.

As negociações tendem a ser árduas, justamente porque há na mesa interesses muito importantes em movimento. Por isso, muna-se de paciência e boa vontade porque nada será resolvido com a velocidade imaginada.

.

Quando a alma se apega ao mundo conhecido se recusa a aceitar que as coisas possam ser diferentes ou melhores. Este tipo de atitude é mais comum do que parece, alimenta-se da preguiça de enfrentar novos desafios.

.

Nem sempre a pessoa que seria melhor para sua vida é reconhecida imediatamente, numa espécie de amor à primeira vista. Às vezes acontece o contrário, a antipatia inicial depois dá lugar ao reconhecimento profundo.

.

As circunstâncias não devem mandar em você, é você que deve mandar nelas. Por isso, tome suas decisões a despeito de as circunstâncias não serem favoráveis para torná-las concretas. Você é a circunstância principal.

.

Fonte: Quiroga

Anúncios

~ por arauto do futuro em junho 17, 2010 quinta-feira.

2 Respostas to “BURACOS NEGROS E FONTES BRANCAS.”

  1. Existe sim esse risco de se maravilhar e envolver com assuntos muito interessantes para não fazer nada de concreto enquanto se sonha participar de grandes eventos. Tudo o que se aprende é para ser aplicado, testado e vivido assim no chão, primeiramente. Mas também não adianta culpar-nos por estarmos ainda sem saber ao certo como deslocar nossa iniciativa do particular para o coletivo e universal, amorosa e conscientemente. Nós mal sabemos o que é andar certo e ter um pensamento correto, pouco sabemos o que seja amor, o que se diria de nossa capacidade de ter alento por ser um foco de harmonia e verdade? Nós nem sabemos o que é harmonia ou verdade na prática, tampouco vivemos isso em nossos cotidianos.
    Isso precisa ser apontado também e, longe de ser uma desculpa para nos acomodarmos e deixarmos tudo como está, é o apontamento da inércia que nos constitui e contra a qual precisamos lutar. Haja alento para tanta luta e prontidão para uma atenção sobre si mesmo à toda prova.

  2. Eu usei tantos “mal sabemos” que isso me chamou a tenção. Não é que não saibamos, sabemos sim, mas está lá no fundo. Para atualizar é preciso talvez pensar melhor para poder cultivar o que seja cada um destes princípios, sua abrangência, força e eficácia. Porque sempre estamos falando de forças e de nossa capacidade de incorporá-las ou sermos passagens lúcidas das mesmas. Sem atenção interna ferrenha, até o ponto de se tornar natural, a gente é pego por ilusões. Essas ilusões engedram desejos e disposições inválidas e perdemos muito tempo e energia com elas, até a decepção inevitável. O correto seria viver o tempo todo na verdade. Mas será a minha verdade assim tão verdadeira? Tem que viver pra saber, né?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s