E NÓS AQUI NOS QUEIXANDO!

da série Luares... em 19-06-2010 - clique para ampliar

da série Luares... em 19-06-2010 - clique para ampliar

E NÓS AQUI

NOS QUEIXANDO!

Enquanto nossa humanidade

continuar achando que existe para preguiçar

a decadência aumentará, pois,

essa atitude é também uma livre decisão

que imprime tragédia e desastre à nossa civilização.

Tão pouco temos de fazer

ao mesmo tempo com tanto afinco nos abstemos de fazê-lo!

Somos responsáveis por nós

e pelas vidas incluídas em nossa consciência;

o reino animal, vegetal, mineral

e as espécies invisíveis de elementais.

Há consciências superiores também,

que nos incluem, cada ser superior sintetiza a medicina,

legislação, sacerdócio, professorado, arquitetura, física,

matemática e nem se enunciássemos todos os saberes

chegaríamos perto de suas tarefas.

E nós por aqui querendo preguiçar

achando que nossas tarefas são complicadas!

.

O bom caminho não é muito atraente para as pessoas porque requer a preservação de um ritmo cotidiano saudável, o que dá muito trabalho. O mau caminho é mais atrativo porque oferece ardores imediatos.

.

Os sentimentos não comportam mentiras, não podem ser distorcidos nem maquiados, são transmitidos de coração a coração de forma instantânea. Qualquer argumentação para distorcê-los será sempre um insulto à inteligência.

.

Estar com a alma cheia de desejos faz a vida arder com intensidade. Porém, assim como nem tudo que reluz é ouro, tampouco há mais vida por trás de todo ardor. Às vezes, o que arde é a destruição do que se ama.

.

Construir uma individualidade independente ao longo da vida revela o milagre da criação, possibilidades infinitas num universo infinito. O egoísmo, por outro lado, é a maneira mais eficiente de limitar isso.

.

Faça tudo dentro das normas espirituais de correção, ciente de que isso provocará reações adversas, já que praticar a correção num mundo incorreto incomoda muita gente. Não importa, só faça o que for devido.

.

É tentador tomar atitudes tendo em vista a solução rápida de certos assuntos. Porém, na prática essas atitudes se desdobrariam em mais questões das imaginadas quando a boa vontade as visualizou como grandes soluções.

.

Enfrentar adversidades com um sorriso estampado no rosto e com a alegria arraigada no coração, isso sim é demonstração de espiritualidade. Todo o resto é teoria nunca posta em prática, argumentações inúteis.

.

Você se encontra no centro do labirinto que criou com seus próprios passos e para sair daí nada nem ninguém salvará sua alma. Você terá de refazer todos os passos que deu até aqui e inventar outro roteiro.

.

A oscilação de estados de ânimo provocada pelas circunstâncias descontroladas só denuncia sua ineficiência administrativa da realidade. Justamente o oposto do que o ânimo inflamado proclamaria.

.

Muitas das atitudes que pareceriam corretas estão bem distantes de sê-lo. Avaliar a correção através da normalidade estatística maquia a tal ponto a realidade que na prática se fazem coisas perversas com aparência santa.

.

Você não encontrará aqui palavras fáceis, que incentivem a continuar errando como se o tempo pudesse ser desperdiçado impunemente entre o céu e a terra. O tempo é precioso, cada passo deve ser analisado.

.

Sim, há razões poderosas para celebrar! Porém, mais poderosos do que essas razões são os sinais que avisam ser necessário agir com discrição, para não esculhambar o que ainda não está completamente terminado.

.

Fonte: Quiroga

Anúncios

~ por arauto do futuro em junho 21, 2010 segunda-feira.

Uma resposta to “E NÓS AQUI NOS QUEIXANDO!”

  1. A constatação de uma existência feita para o consumo e o pagamento de dívidas só pode gerar apatia. Quem está no caminho e procura outra relação com o mundo precisa saber que está na contra-mão do arranjo atual, na oposição ao padrão de pensamentos e desejos de bilhões de indivíduos monitorados.
    Sabendo disso, consciente de si mesmo e de sus escolhas (que não são as do mundo), parte então para as ações que frutifiquem essas escolhas. Se o buscador em questão faz muitas concessões ao mundo e suas conexões comuns, acaba perdendo a memória do elo que fez com sua parte mais verdadeira e cai na apatia e na preguiça. Em seu íntimo, sabe que não está se esforçando para ser o que é, e também sabe que seu agir é um dar voltas sem sentido e resolução proveitosa.
    Como se diz, não dá para servir à Deus a ao diabo, se entendermos Deus como a verdade que carregamos, e o diabo como as mentiras confortáveis que importamos, nos deixando guiar por elas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s