A LEI DA PURIFICAÇÃO.

A LEI DA PURIFICAÇÃO.

Como é difícil para os humanos compreender

o que determina seu bem-estar e qualidade de vida!

Pensam que criam, pensam que se sacrificam,

pensam que nada ocorrerá sem eles,

se colocam no centro crítico do Universo,

pensam ser o fundamento de tudo

e se convencem de tudo funcionar pela Lei da Atração;

assim como pensarem, assim ocorreria.

Ai daqueles que atribuem a si

o que não procede de suas essências!

Sem sabê-lo servem às trevas

e obstaculizam o trabalho da Luz.

A Lei da Atração não funciona mais,

foi reeditada recentemente para tornar-se obstáculo

ao avanço da Luz.

O que funciona agora é a Lei da Purificação,

por meio da disciplina atingir bem-estar e qualidade de vida

limitando tudo que limitar a transparência do espírito.

 

.

Vale a pena exercitar o árduo esforço da reflexão, porque prestes a aventurar-se, sua alma não tem como saber antecipadamente se os resultados serão prazerosos ou dolorosos. A aventura pode sempre acabar mal.

.

Os sentimentos unem as pessoas enquanto as argumentações as afastam. Até os sentimentos adversos, como ódio, inveja ou cobiça unem as pessoas, pois as grudam num caminho em comum, a de serem inimigas implacáveis.

.

Antes de dar qualquer passo, aumente consideravelmente o tempo dedicado a fazer reflexões, pois, mesmo que isso seja dolorido imediatamente, no fim das contas evitará dores maiores resultantes de passos irrefletidos.

.

O egoísmo é insidioso, sopra conselhos aparentemente razoáveis em seu ouvido, em nome de você assegurar-se. Porém, na prática tudo que o egoísmo faz é empobrecer seu caminho e distanciar você dos bons relacionamentos.

.

As reações contrárias ganham de goleada, mas num momento desprovido de elogios ou aplausos sua alma encontra a luz que de outra maneira teria ficado oculta sob o véu da presunção de que só o aplauso seria verdadeiro.

.

As trevas da ignorância são aconchegantes e nutritivas para a preguiça, a companheira das almas que enchem a boca com a palavra criatividade, mas na prática são absolutamente reacionárias a ela. Pense nisso antes de agir.

.

Arriscar-se pelo mero prazer de sentir essa excitação é uma atitude que beira a insanidade. Você pode ter prazer com isso, mas colocar em risco as pessoas próximas não é algo que poderia ser considerado prazeroso.

.

A independência almejada não foi, não é nem nunca será conquistada através de elementos materiais. Cada coisa que você comprar será tempo que precisará gastar para administrá-la e cuidá-la. Independência não é isso.

.

Empreenda a sagrada atitude, que é sacrificar sua inflamação, a que levaria você a dar sermões e fazer acusações, em nome de ajustar melhor suas coisas para administrar tudo com maior eficiência.

.

A alma, o observador interno em todos nós, informa com clareza a diferença entre o bem e o mal, só não ouve quem não quer. Do jeito que as coisas andam, é a grande maioria que não quer ouvir a preciosa informação da alma.

.

Avance, o progresso é não apenas possível como praticável. Porém, avance de forma segura, carregando o menor peso possível do seu passado, já que isso traria resultados incontroláveis no meio do possível progresso.

.

Avançar é mais necessário do que celebrar o avanço. Por isso, ainda que sinta todo o entusiasmo da celebração e a vontade de compartilhar isso com o maior número de pessoas possível, prefira a discrição.

.

Fonte: Quiroga

 

Anúncios

~ por arauto do futuro em junho 23, 2010 quarta-feira.

3 Respostas to “A LEI DA PURIFICAÇÃO.”

  1. Será que só temos 2 alternativas: estar no centro do Universo ou ou totalmente periféricos?
    Acho que somos parte do Todo e temos nele a nossa participação. Não estamos aqui apenas para olhar, passivos: nossa ação modifica, até certo ponto, o Universo. Até que ponto? Eu diria que é tanto mais efetiva quanto mais co-atuarmos com a Mente Infinita, que está em nós. A Lei da Atração, então tem que se aprofundar e tb considerar outras leis. É preciso uma mente muito Receptiva para saber o que a alma e o Infinito querem.

    []’s
    Célia

  2. Cansei de ver filmes, livros e gente se propondo a fazer mentalizações para atrair coisas banais. Técnicas e mais técnicas mentais de fixação do desejo e da imaginação visando objetivos puerís.
    Muita gente diz: cuidado com o que deseja! Eu mesmo atraí com a mente e desejo irmanados, sem precisar de livros e técnicas, situações que me pareciam ideais, mas que na prática se mostraram verdadeira fuga de minhas reais responsabilidades.
    Precisamos, creio eu, clarificar o que já temos, tornar fecunda a nossa existência à partir do que ela nos dá. Geralmente percebemos que nossa bagagem já está em excesso, o excesso que “limita a transparência (e clareza) do espírito”.

  3. Nossa visão nesse mundo é muito limitada. Nunca somos o centro de nada aqui. Mesmo Hitler, que contagiava milhares de pessoas em seus discursos, era médium que aparelhava forças as quais desconhecía, estas sim responsáveis pelo incendiar de seu verbo.
    Somos o centro de algumas situações, aqui na matéria, quando somos a pessoa capaz e adequada num momento também adequado. A gama de seres e situações envolvidas, as energias mesmo que se movimentam, passam desapercebidas, uma vez que nossos sentidos estão embotados. Como considerar-se o centro de alguma coisa, com tanta cegueira e dependência de fatores externos? Somos mesmo coadjuvantes. Se não o fôssemos, a tamanha responsabilidade de ser o centro nos esmagaria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s