DIGNIDADE

DIGNIDADE

Quantos tiranos houve na história

e quantos prevaleceram?

Muitos houve, prevaleceu nenhum.

Todo tirano grita e amedronta

porque é ciente de sua indecência,

não pode fugir da verdade íntima que o encara

com sua falta de valor maquiada de fausto e potência.

Como o tirano não pode demonstrar medo,

ele ou ela amedronta,

coloca seus fiéis e indecentes seguidores

em campo para amedrontar o povo.

O tirano pode ter tudo, potência, fausto, opulência

e meios de coagir o povo, mas nunca terá o respeito;

poderá dar ordens,

mas nunca conquistará a alma do povo;

ele ou ela poderá conquistar a simpatia

oferecendo dinheiro, mas a confiança será perdida

quando o dinheiro acabar e, você sabe,

o dinheiro vai e vem, nunca fica.

.

A estrela que brilha mais é também a que deve oferecer mais benefícios a todas as pessoas. Estrelas que brilham muito, mas nada oferecem, acabam esquecidas e tratadas como ilusão. Brilhe muito, brilhe para as pessoas.

.

A conclusão de certos assuntos é, ao mesmo tempo, o início de outros. Por isso, a celebração precisa ser temporária e fugaz, dando lugar ao processo de prestar atenção aos desdobramentos de tudo que resultou.

.

Lá na frente acenam os sonhos para que você não se confunda e tome agora mesmo as atitudes que aproximariam seus passos do objetivo mais digno e elevado possível. Viver não valeria a pena sem os sonhos, você não seria você.

.

Quando o olho da mente vê o que vê não se pode continuar no mesmo caminho impunemente. É necessário dar a guinada que comportaria a visão que a mente ofereceu. Isso nunca será fácil, mas é a vida, a essência da vida.

.

É propício reunir pessoas para expor suas ideias e debater as perspectivas que sua alma viu e ainda não compartilhou. O momento é sério e há em jogo muito mais do que as pessoas se atrevem a imaginar.

.

Dê início a novos empreendimentos, permita que o espírito de aventura guie seus passos. Neste momento você pode iniciar uma guinada radical e virar a mesa, mas nada disso acontecerá por si só. Você precisa batalhar.

.

Fazer mistério parece necessário, mas na verdade só complicará ainda mais uma situação para lá de complexa. Se você precisa agir com discrição, isso é uma coisa diferente de fazer mistério intencionalmente.

.

Submeter-se às razões da maioria pareceria sensato, mas esse seria o argumento da preguiça, dessa lendária indolência que eclipsa os sonhos, que sempre darão mais trabalho para realizar do que se submeter à onda da maioria.

.

Faça alianças, sua força não é centrada em seu umbigo, sua força provém e sempre provirá dos relacionamentos que você cultivar e desenvolver. Aproxime-se das pessoas, aproxime-se inclusive das que chama de adversários.

.

Nada é seguro, mas as coisas precisam sair da estagnação. Isso não acontecerá por si só, cada pessoa terá de fazer sua parte, tomar suas atitudes e dar os passos cabíveis. Nada é seguro, mas o destino pode ser mudado.

.

Ruptura, o assunto em questão é a ruptura. Nada deve seguir de acordo com a inércia do passado, tudo está pronto para uma guinada tão radical que produza assombro e perplexidade. O passado pode e deve ser enterrado.

.

Fonte: Quiroga

~ por arauto do futuro em outubro 1, 2010 sexta-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s