DESEJOS E NECESSIDADES.

DESEJOS E NECESSIDADES.

Para os desprovidos de vontade de aceitar a verdade

nenhuma evidência seria suficiente

para convencê-los.

Assim funciona a alma humana,

só vê o que deseja ver

porque sua visão se circunscreve ao que deseja.

O desejo é o pai do pensamento

e a necessidade é a mãe do invento.

Enquanto isso,

nossa humanidade é filha do desejo e da necessidade.

Há algo mais para se experimentar?

Muito mais, a misteriosa experiência de Ser

que transcende as dualidades provocadas pela

satisfação ou frustração de desejos e necessidades.

O barulho infernal provocado pelas infindáveis

personalidades humanas

que só vêem o que seus desejos lhes permitem

nunca ofuscará o Ser,

que a tudo observa compassivamente

e outorga graça a quem merecê-la.

.

Menos aventura e mais segurança pragmática, assim é a nota dominante na parte do caminho que começará logo mais. Por enquanto, reduza a largura do panorama imaginário e se dedique com afinco a realizar o possível.

.

Que haveria na vida que fosse desvinculado de relacionamento pessoal ou social? Nada! Impossível sequer imaginar algo humano que não aconteça, influencie ou ressoe com força na dinâmica de algum relacionamento.

.

As coisas mudam, em alguns casos se convertem no sentido que nos agrada, noutros descambam para o lado que nos desagrada. O que fazer com isso? Viver em constante ansiedade? Isso não seria digno de sua natureza.

.

Ter muito, mas ser pouco, eis o mal que assola nossa civilização moderna. Ter muito garante simpatia e aplausos, mas nunca se poderá saber se os elogios serão sinceros ou motivados por interesses secundários.

.

Confiando no próprio esforço se consegue avançar até certo ponto. A partir deste, só o estabelecimento de laços de cooperação mutua conseguiria realizar a façanha de ir além do que teria sido imaginável.

.

Saia da toca o quanto antes! Porém, sem perder a elegância nem o tato. Você terá de expor-se além do que pareceria seguro, mas fazendo isso em nome de objetivos maiores e melhores, que mal haveria nisso?

.

Cada ponta solta que nossas almas deixam pelo caminho retornam um dia na forma de chicotes a nos fustigar até que limpemos a área que constantemente protelávamos a um futuro incerto. Esse futuro chegou, é agora.

.

As coisas chatas não acontecem aleatoriamente nem tampouco têm por destino atazanar sua alma. Essas coisas chatas acontecem para que você desenvolva mais zelo e cuidado em tudo que fizer, para que seu trabalho brilhe.

.

Se quiser que algo aconteça do jeito desejado, então você deve tomar atitudes concretas. Ficar só na imaginação, ou pior, ficar criticando o que for contrário aos seus desejos, isso seria ficar aquém do possível.

.

O tempo da preparação será sempre superior ao da execução. Isso, claro, quando as coisas são bem feitas. Do contrário, as pessoas ficam pensando e nada fazem, e quando chega a hora de fazer não estão devidamente preparadas.

.

O normal é ter a mente cheia de preocupações. Por isso, uma medida de segurança como a que começa a ser sentida precisa ser aproveitada em toda sua extensão e profundidade, ainda que dure apenas um momento fugaz.

.

A clareza vai ficar para outra ocasião, por enquanto as tortuosidades e distorções tendem a tomar conta da consciência. Porém, nada disso será o fim do mundo, apenas um motivo para temperar sua alma e deixá-la tinindo.

.

Fonte: Quiroga

Anúncios

~ por arauto do futuro em outubro 13, 2010 quarta-feira.

2 Respostas to “DESEJOS E NECESSIDADES.”

  1. “O barulho infernal provocado pelas infindáveis personalidades humanas, que só vêem o que seus desejos lhes permitem”.
    Bruta flor do querer, como já foi dito. Agora entendo, com um pouco mais de clareza de sentimentos, o que significa aquela famosa batalha em que arjuna oscila para matar seus próprios e queridos “parentes”, na verdade, os próprios desejos condicionantes, inimigos que pretendem aprisionar a vida num conteiner de satisfação à toda prova.

  2. Relendo Humberto Rodhen, ele afirma que quem tem dá e não espera receber, na verdade é rico, e é sempre reabastecido, para dar mais. Tão simples e nos parece tão difícil. Mas é bom assumir a própria mendicância, para um dia deixar de se contentar com restos.
    O mundo é rico, a natureza é rica, o homem é rico também, como tudo o que foi criado. Nossa ilusão nos transforma em mendigos num mundo de abundância, credores de nós mesmos, sendo que poderíamos interagir e desfrutar de tudo com responsabilidade e vontade de engrandecer a criação. Saber disso e acreditar nisso, já é grande coisa, é a porta que a gente abre, pra sair da pobreza e impostura de sermos sempre pedintes, através de nossos desejos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s