INCONGRUÊNCIA MORAL.

INCONGRUÊNCIA MORAL.

As leis eternas

que promovem a comunhão com a Vida

estão em decadência

em nossa moderna civilização,

não porque as pessoas sejam irreverentes

com elas, apesar de que em muitos casos

isto seja assim também,

mas porque são tratadas com indiferença,

como se houvesse sempre

assuntos mais importantes para tratar.

Paradoxalmente, aqueles humanos que respeitam

e promovem as leis eternas de proteção da Vida

não se identificam com ideologias ou dogmas,

simplesmente o fazem

porque percebem ser o melhor.

Enquanto isso,

os que mais pervertem essa comunhão são

também os que mais alarde fazem a respeito de si.

A incongruência moral

com que temos de tratar todos os dias

é estressante, mas é também motivo da iminente

intervenção divina.

.

A consciência dos erros cometidos provoca arrependimento, em alguns casos de natureza amarga. Porém, no momento não seria sábio gastar tempo demais martelando culpas. É necessário ir além, superar as limitações.

.

Os dilemas interiores se referem ao paradoxo proposto pela necessidade de aventurar-se que é simultânea com a vontade de preservar a segurança e sossego das pessoas próximas e dos assuntos em andamento.

.

Sincronize seus ideais com o que de mais elevado, nobre e digno você consiga imaginar. Você reconhece que há uma força maior em andamento e, por isso, ainda que a desconheça procure se colocar a serviço dela.

.

Confiar no resultado do que foi colocado em marcha é um ato de coragem, pois, sua alma deve lutar contra ela mesma, tomada de ansiedade que sugere que ainda seria necessário controlar tudo que acontecer.

.

Recolha seus exércitos, você já colocou em marcha muitos eventos e agora será necessário deixar que amadureçam. Faça isso em nome de descansar um pouco mais, exercitando-se na sagrada arte da despreocupação.

.

Reveja todos os passos que deu e que trouxeram até aqui e agora, porque é nesses que encontrará a solução para os problemas da atualidade. Nada de novo acontece, apenas o resultado do que vinha acontecendo.

.

Sempre haverá algo além de sua compreensão e domínio, mas a maior parte do tempo nossa humanidade não toca nisso, prefere ser inconsciente. Porém, em momentos como o atual é impossível deixar de pensar nisso.

.

Amplie a teia de relacionamentos sociais e você avançará muito mais do que até aqui, tendo dependido apenas de seu esforço pessoal. Assuntos que eram difíceis se mostrarão mais interessantes quando administrados em conjunto.

.

Está chegando a hora de arregaçar as mangas e colocar em prática alguma das fantásticas idéias que vêm sendo discutidas nos últimos tempos. Você verá quem se dispõe mesmo a batalhar e quem é puro fogo de palha.

.

Você pode fazer de sua presença uma luz irradiadora de glória e elevação, mas também pode andar no sentido contrário disso. Nossa humanidade é o que ela quiser ser, pode ser infinita, mas também infinitesimal.

.

É oportuno fazer o necessário para resolver as pendências e discordâncias que tanto estressaram os relacionamentos nos últimos tempos. Faça isso com espírito desapegado, apenas cumprindo a parte que lhe toca.

.

O tempo é Mestre Supremo e provoca mudanças constantes. Hoje as coisas estão de acordo com seus planos, amanhã seguem numa direção inesperada, assim acontece. Considerar essa realidade é o fundamento da sabedoria.

.

Fonte: Quiroga

.

Lua Cheia em Áries, 22 de outubro às 23h38, horário de verão de Brasília.
• Período de influência: De 18 a 25 de outubro de 2010.
• Dica: Você não seria você sem a idéia que você tem de sua presença entre o céu e a terra. Busque ampliar esta visão para ser mais você, para que as coisas adquiram aquele ardor que você, certamente, já experimentou na intimidade quando pensou em seu futuro, imaginou-se ocupando tais ou quais postos ou mesmo quando se apaixonou por alguém. Esse ardor é o claro sinal de que você vive e se desenvolve no sentido da perfeição.

Anúncios

~ por arauto do futuro em outubro 22, 2010 sexta-feira.

Uma resposta to “INCONGRUÊNCIA MORAL.”

  1. Quando pego o fio do decente no meio do indecente, quando pego o fio do sentido consciente e bom, em meio à inconsciência, quando pego a clareza, com o desespêro querendo bater à minha porta, é que digo: enfim, estou vivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s