A FELICIDADE.

A FELICIDADE.

A felicidade acontece ao humano

que coloca em ação a Lei

inscrita no íntimo do seu coração, pois,

quando essa é respeitada e obedecida

a ordem cósmica é garantida.

Nesta singular reciprocidade

entre o particular e o geral

procede o misterioso destino, um jogo sutil,

mas às vezes feroz para que a origem divina

não seja comprometida.

Porém, vivemos uma época obscura

em que nossa humanidade

se esforça sistematicamente no sentido contrário,

abrindo mão da origem divina

que a transforma em lenda e se dedicando

a assuntos mesquinhos com o afinco

de quem se convence de que

todo prazer deve ser satisfeito

em detrimento do dever e, inadvertidamente,

escreve as linhas de sua própria tragédia.

Quem tenta destruir a Lei é destruído por ela.

.

A felicidade acontece às pessoas que se atrevem a agir ainda que tudo lhes seja adverso. É necessário colocar em prática as idéias, porque tê-las na imaginação é só o começo, mas se ficar nisso apenas, tudo será trágico.

.

É inevitável fazer especulações a respeito do futuro, a mente parece pensar sozinha a esse respeito. Porém, se você aplicar sua força de vontade tentando reduzir esse exercício, com certeza se sentirá mais leve.

.

As limitações da atualidade não devem confundir nem assustar você, são transitórias. Porém, enquanto duram e não há outra perspectiva, parecem eternas. Melhor você descansar e se despreocupar o máximo possível.

.

A satisfação preenche a alma por ter conseguido atingir os resultados pelos quais lutou nos últimos tempos. Isso é muito bom, mas seu verdadeiro valor consiste em abrir novas portas e não em ser o final do caminho.

.

Quando sua alma se sinta abandonada e sozinha, respire fundo, tenha certeza de que isso é uma ilusão e que seria melhor ir além dela o mais rapidamente possível, antes que envenene o íntimo de seu coração.

.

Enquanto você nunca esquecer que há uma vontade maior do que a sua, anterior ao seu nascimento e que permanecerá em funcionamento depois de sua morte, tudo procederá da melhor forma possível para você e seus queridos.

.

Ame seus adversários porque é graças a eles que você terá sempre uma oportunidade de aprimorar-se. De outra forma, se todas as pessoas fossem a favor de suas intenções, o desleixo já teria tomado conta há muito tempo.

.

O mais importante é você se manter alerta e, também, colocar sua força de vontade em ação. Neste momento, a força das adversidades diminuiu consideravelmente, outorgando a você uma margem de manobra antes inexistente.

.

Os fatos não são tão importantes quanto as sensações que esses transmitem. Quando quiser saber a verdade, sinta, apenas sinta, mas também tenha o cuidado de distinguir suas sensações das fantasias que essas evocam.

.

Assumir riscos é importante, mas fazer disso um exercício constante seria uma tolice. Sua alma exige mais simplicidade e tranquilidade e, por isso, melhor reduzir os riscos à mínima expressão possível.

.

A alegria transfigura as pessoas, transformando-as em seres de beleza sublime. Por que, então, a alegria não faz parte da vida cotidiana das pessoas? Por que não seria esse o objetivo principal de todos os dias?

.

Associar-se a outras pessoas tem lá seus riscos e você os reconhece, mas também reconhece que seria impossível seguir em frente contando apenas com seus recursos. Você quis muito, agora será necessário associar-se.

.

Fonte: Quiroga

Anúncios

~ por arauto do futuro em novembro 14, 2010 domingo.

Uma resposta to “A FELICIDADE.”

  1. ADOREI SUA MENSANGEM.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s