REPRODUZIR NÃO É CRIAR.

REPRODUZIR NÃO É CRIAR.

Ater-se às regras do jogo

é o argumento mais arvorado

por aqueles que se defendem ao praticar vícios

e distanciar-se da ética.

É legítimo esse argumento,

mas só do ponto de vista da adequação cultural,

fundamentada sobre uma maioria equivocada.

Porém, adequar-se às regras do jogo

é um atentado contra a própria natureza criativa

de nossa humanidade.

Adequar-se é meramente reproduzir

o que vem sendo feito,

sem questionar se poderia ser melhorado

e transformado.

Criar não é reproduzir,

mas reunir os erros e acertos de nossos ancestrais

para reinventar as regras do jogo

e continuamente deixar aos nossos descendentes

um mundo melhor.

Deixar de fazer isso é motivo de culpa verdadeira,

culpa que não é sentimento,

mas insistente ação errada.

.

O mais importante é tudo que permanece oculto, aquilo que em todo diálogo ou discussão não é dito, os gestos que você desejaria oferecer, mas que não são oportunos manifesta. O oculto um dia se revelará.

.

Inconformismo é a regra do jogo criativo. Sua alma vê o mundo que criou, mas não está conformada com a visão, enxerga detalhes que não aprecia e isso a motiva a desejar inventar outro mundo. Agora é só seguir em frente.

.

O que pode haver de errado em viver e experimentar o que os sentidos percebem? Nada! Errado é apenas reconhecer o que poderia beneficiar as pessoas próximas e ainda assim tomar decisões contrárias a isso.

.

Se você deseja você também deve ser capaz de enfrentar vitórias e fracassos com o mesmo ânimo, porque de outra forma sua vida será oscilante e dada a ilusões, já que preferirá uma realidade e rejeitará a outra.

.

Se você não conseguiu ainda a satisfação desejada, ou é porque não se atreveu ou porque ainda não entendeu bem o que verdadeiramente deseja. A vida não é tão difícil, é nossa humanidade que a complica.

.

Nada pode deter a liberdade humana. Eventualmente você pode tornar-se capaz de exercer esse papel que nos filmes é protagonizado pelos personagens que fazem tudo para dificultar a vida dos mocinhos e mocinhas.

.

Pensar em lucro virou obsessão, os bancos são os templos modernos de nossa humanidade. Isso aconteceu sem conspirações ou imposições do destino, é fruto do processo de livre escolha de nossa humanidade.

.

O futuro é incerto e o fim está sempre próximo, esta é a fórmula catastrófica que alimenta o desejo apocalíptico de nossa humanidade. Ao mesmo tempo, o espírito prevê futuro sem começo nem fim, sempre-vivo.

.

Uma série de pequenas transformações na vida cotidiana conduzirá seus passos até a grande transformação almejada há muito tempo. De pouco em pouco se faz o grande caminho, esta é a fórmula da transformação.

.

Todos os desejos e as satisfações pressupõem que também seja provável frustrar-se. Por isso só podem declarar-se verdadeiramente livres as pessoas que empreendam atos sem medo de perder nem esperança de ganhar.

.

Revolucione usos e costumes com o menor pudor possível, ainda que nesse caminho os pudores alheios sejam melindrados e isso provoque reações negativas, inclusive das pessoas que supostamente deviam apoiar você.

.

De repente, você não se sente com essa bola toda, como se fosse metade do humano que costumava ser. Isso vai passar, mas é bom marcar o sentimento porque fala das limitações que toda a humanidade sofre atualmente.

.

Fonte: Quiroga

Anúncios

~ por arauto do futuro em dezembro 13, 2010 segunda-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s