O PROCEDIMENTO DAS CIÊNCIAS.

O PROCEDIMENTO

DAS CIÊNCIAS.

 

O procedimento de todas as ciências é o mesmo;

conhecendo tais e quais ingredientes como separados,

únicos e originais em todo o esplendor da diversidade,

pretende-se conhecer também a unidade nas relações mútuas

mediante as quais todas as partes criam vínculos

e formam uma unidade orgânica.

O tema primordial de toda ciência

é investigar a unidade na diversidade,

somar os detalhes em leis.

Depois de conhecer tudo por separado,

conhecemos tudo unificadamente

para conquistar a liberdade por não dependermos mais

de uma percepção fragmentada do Universo.

Assim, através de unificada e equilibrada observação

dos fenômenos da natureza

chegamos a conhecer aquela única Vida

que conhece a si mesma através de cada uma

de suas partes tentando conhecê-la.

.

As crises do mundo beneficiarão as pessoas que experimentaram suas crises pessoais nos anos anteriores e se esforçaram para atravessá-las com a maior dignidade possível, aproveitando-as para crescer.

.

Negar o perdão é persistir em conflitos que poderiam ser superados e finalizados, libertando todas as pessoas que neles intervieram, inclusive você. Negar o perdão significa você perder um pouco de liberdade.

.

Menos competição e mais colaboração, este será o espírito do tempo que virá por aí de forma tão rápida e fulminante que poucas pessoas não o experimentarão como uma catástrofe. Nada é desastre, tudo é renascimento.

.

Quando seu coração ama, não julga. Quando seu coração julga, não ama. As duas tendências não podem acontecer simultaneamente. O amor não julga porque compreende. O julgamento não ama, porque deve distanciar-se.

.

No mundo humano tudo é feito sob pressão, mas não porque isso seja necessário e sim porque há um vício amplamente divulgado e considerado normal, a preguiça. A pressão acontece para que a preguiça seja superada.

.

Beleza, verdade e bondade são três virtudes sem as quais nossa humanidade não aguentaria existir, porque no fundo ela reconhece que vive em busca de que relacionamentos, projetos e objetos sejam reflexo dessas virtudes.

.

Aja de acordo com a necessidade, esta é a orientação segura para se adaptar com a maior rapidez possível às transformações que se operam no mundo. Lembre que o mundo não é uma coisa, é um grupo de humanos.

.

Na dúvida, recue um pouco e aproveite para meditar sobre os objetivos que persegue e, principalmente, sobre os instrumentos que andou usando para garantir suas pretensões. Talvez seja necessário fazer alguns ajustes.

.

A desconfiança cria um sentimento pesado nos relacionamentos. É urgente superar isso e induzir todo mundo a se nortear pela alegria. Afinal, não é isso que todas as pessoas buscam? Por que não produzir alegria?

.

Forçar as situações para que se ajustem aos seus planos é uma atitude necessária, mas só às vezes. Quando este tipo de atitude se torna corriqueira, na prática isso se mostra como arrogância e presunção.

.

Você não precisa provar nada a ninguém nem tampouco justificar suas atitudes. Haverá, com certeza, pessoas que exigirão explicações e justificativas, mas isso não significa que você deva atendê-las. Siga seu caminho.

.

Este é um momento em que poderão acontecer aqueles relances inspirados mediante os quais, se bem aproveitados, a vida pode mudar para sempre e para melhor. Cabe a você decidir o que fazer com esses relâmpagos de inspiração.

.

Fonte: Quiroga

Anúncios

~ por arauto do futuro em janeiro 15, 2011 sábado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s