O MAL É HUMANO.

O MAL É HUMANO.

 

Assim como a negrura da escuridão

não é uma cor em si mesma, mas a ausência de todas elas,

o mal tampouco existe per se,

sendo apenas a ausência de outras luzes.

A natureza é destituída da divisão moral de bem e mal,

age cegamente de acordo com a inexorável lei da necessidade.

A natureza tem um antídoto contra todo veneno

e uma recompensa para cada sofrimento provocado,

nada disso deve ser chamado de mal ou bem.

O verdadeiro mal provém única e exclusivamente

da inteligência humana e sua origem encontra raízes

no raciocínio que dissocia nossa humanidade da natureza.

Pensem com clareza e de forma profunda e descobrirão

que todo mal, excetuando a morte e os acidentes,

encontra sua origem na inteligência humana.

.

Vínculos e compromissos não dão a você suficiente margem de manobra para experimentar a liberdade desejada. Porém, esta condição, apesar de desconfortável, não é ruim em si mesma, é produto da necessidade.

.

A verdade está nos fatos, não na maneira com que as pessoas os descrevem. Os fatos não são perceptíveis apenas através dos cinco sentidos físicos, fatos são também as percepções intuitivas e as sensações.

.

Abrir-se passagem no meio das dificuldades e adversidades pode ser um exercício pleno de alegria, já que sua alma se guiaria pelos ideais que outrora fizeram o coração ferver de vontade de realizá-los, tendo-os ressuscitado.

.

O assunto em questão da atualidade não é você saber o que fazer, como fazê-lo nem quanto ganhará pelas tarefas cumpridas. O assunto em questão gira em torno de a quem associar-se para empreender o necessário.

.

Todas suas certezas foram postas em dúvidas, aconteceram situações que serviram para questioná-las. Isso representa ter de lidar com dilemas que de outra forma nem teriam sido imaginados. No fundo, isso é bom.

.

Conhecer as pessoas com que você lida nos assuntos mais importantes é o fundamento do sucesso. É irrelevante gostar ou detestar essas pessoas, o que importa é conhecê-las bem e adiantar-se aos seus movimentos.

.

As demonstrações de força são inúteis e desnecessárias quando a conquista foi consumada. Isso seria um escorregão perigoso no sentido da arrogância, a qual, por ser viciosa, representaria uma fragilidade também.

.

Chegou a hora desejada e desejável, o momento em que a alma embarca no espírito de aventura e se deixa carregar por esse a despeito de haver dificuldades e obstáculos aparentemente intransponíveis.

.

A imaginação que alimenta a força dos desejos faz o objetivo parecer relativamente fácil de conquistar. Porém, a história deveria servir para sua alma ficar com um pé atrás diante das promessas de facilidades.

.

Quando a alma coloca seu conhecimento em prática experimenta a verdadeira espiritualidade. Nos dias atuais o sagrado não está mais nos templos teoricamente dedicados a isso, mas se revela através das pessoas que agem.

.

Sua tarefa é, talvez, a mais difícil de toda nossa humanidade, pois consiste em preservar o equilíbrio nos relacionamento sociais e, todos sabemos, essa é a última coisa que as pessoas, sempre egoístas, desejam.

.

O receio dará lugar à necessidade urgente de colocar em marcha os planos. Na prática, não haverá tempo para ruminar os argumentos do receio, a necessidade de ir em frente sobrelevará quaisquer dúvidas ou dilemas.

.

Fonte: Quiroga

 

Anúncios

~ por arauto do futuro em fevereiro 21, 2011 segunda-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s