PRAZER E ALEGRIA

PRAZER E ALEGRIA.

Há o caminho do prazer e há também o caminho da alegria.

Da mesma forma que na relação entre

as fantasias e a imaginação,

é sutil a diferença entre estes caminhos, porém,

suas distinções se mostram claramente através dos resultados.

O caminho do prazer

é motivado pelo desejo de obter recompensas,

de conquistar no mundo aquilo que é declarado

do próprio merecimento.

Nada mais legítimo, argumenta a mente.

Assim refestela-se a personalidade nas recompensas

sem notar os excessos

que começam a tornar seu corpo decrépito.

O caminho da alegria

é motivado pela necessidade interior de compartilhar

com o maior número possível de pessoas

o sentimento de uma vida mais abundante e elevada.

Como resultado, o corpo rejuvenesce.

.

Nem concorde nem discorde, apenas siga em frente com a mente concentrada no que for necessário para experimentar o regozijo merecido. Quanto mais perto chegar, mais adversidades acontecerão. Conte com isso.

.

Faça o necessário com o coração desapegado dos resultados, sem ir em busca constantemente de recompensas para cada atitude tomada. A atitude desprendida, indiferente aos resultados, é o sinal da verdadeira liberdade.

.

O peso dos acontecimentos evoca temor de sua alma e a primeira reação é voltar atrás. Porém, passe por isso o mais rapidamente possível, pois não seria sábio voltar atrás. Continue brincando, use sua imaginação.

.

Se tudo em sua vida está sujeito ao espírito de competição, chegou o momento de você fazer considerações profundas em nome de recuperar o fio condutor que lhe outorga a vida e, inclusive, a capacidade de competir.

.

A liberdade é uma margem de manobra criativa disponível à nossa humanidade. Essa é tão sofisticada que, inclusive, você pode tomar a atitude livre de nunca fazer uso dela, submetendo-se às circunstâncias.

.

Nada controle, permita que as coisas e pessoas sigam o curso que lhes é inerente. Neste momento, controle seus sentimentos e pensamentos para que as atitudes sejam desprovidas da necessidade de controlar o mundo.

.

Empreender não é apenas dar o pontapé inicial, mas também preservar o bom andamento das coisas. essa fase é desprovida do entusiasmo inicial e, por isso, raramente entra no cálculo das pessoas desavisadas.

.

Integral não deve apenas ser o pão que você comer, mas principalmente as atitudes que você tomar. Atitudes íntegras são as que não ameaçam os princípios fundamentais, sem os quais você deixaria de ser.

.

Tudo pode solucionar-se, mas nada acontecerá por si só, automaticamente. Você tem em mãos os instrumentos e as circunstâncias favorecem sua atuação, porém, tudo passará em brancas nuvens se você não decide agir.

.

As distorções dos fatos resultaram num tempo extra para recuperar o fôlego e montar outra estratégia. Porém, considere que isso deve ser passageiro apenas, pois logo as coisas retomarão o impulso inicial.

.

As pessoas sempre querem parecer fortes, como se isso as protegeria de quaisquer ameaças. Na prática acontece o contrário, quanto mais forte uma pessoa parecer, maiores serão as ameaças que ela atrairá.

.

Neste momento dispense toda ajuda, principalmente porque ela não se encontra disponível. Dispensando a ajuda você evitará que pessoas desanimadas ou ressentidas contaminem seus projetos com emoções negativas.

.

Fonte: Quiroga.

.

Lua quarto crescente em Leão, 10 de maio às 17h33, horário de Brasília.
• Período de influência: De 7 a 13 de maio de 2011.
• Dica: Permita que cresçam e apareçam através de seus atos e decisões os impulsos que não se dirigem à obtenção de bens materiais, mas que enveredam para o caminho mediante o qual você possa prestar alguma ajuda a alguém. Isso pode acontecer através de começar a fazer concessões nas disputas familiares ou mesmo de evitar prolongar quaisquer conflitos que estiverem em andamento.

Anúncios

~ por arauto do futuro em maio 10, 2011 terça-feira.

Uma resposta to “PRAZER E ALEGRIA”

  1. Não envelhece apenas o corpo refém de prazeres, mas a própria alma, da qual o corpo é apenas reflexo. Prazer tem um preço e chama-se dor. Porque? Porque ele é eminentemente egoísta, só quer pra si sem olhar as situações a sua volta, não tem responsabilidade e portanto gera sempre um desequilíbrio. Gerando um desequilíbrio, as leis universais respondem e reequilibram. Por isso é que dói.
    É fácil verificar por si mesmo. Basta lembrar-se sobre o que nos ocorre, a nós homens, depois do amor eminientemente carnal, sem afeto algum pela parceira que não seja erótico. O prazer pode ser imenso durante o ato. Mal o terminamos e já ficamos deprimidos.
    É assim mesmo, sem amor, sem afetação, sem afeto, sem significação, nada mesmo se equilibra para gerar alegria genuína.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s