A ALEGRIA DO INFINITO.

A ALEGRIA DO INFINITO.

Um dos aspectos fundamentais

de todo sistema de educação que se preze

seria fornecer instrumentos para que os humanos

experimentem a alegria do Infinito.

Nada mais longe da realidade de nossa civilização!

Em vez de educar as gerações para ir além de si mesmas,

as amedrontamos e colocamos umas contra as outras para,

divididas, serem dominadas

por aqueles que desprovidos de qualquer visão interior

dessa alegria básica, contrabalançam a carência

com atributos externos de poder.

São cegos e lideram o mundo em busca de autodestruição.

Assim andam as coisas!

No entanto, ainda que tudo pareça perdido

e o fim do mundo desejável,

o número de humanos que se empenha

em enraizar a alegria do coração e orientar-se por ela

cresce a cada dia, como agora, com você lendo estas linhas.

.

Desapegue-se o mais rapidamente possível da idéia de agir em busca de recompensas. Faça o necessário pelo puro prazer ou necessidade de fazê-lo e verá que as recompensas virão naturalmente, sem ansiedade.

.

Deixe de lado a necessidade de distrair-se, melhor ater-se às necessárias tarefas, por enquanto, e protelar o divertimento para outro momento. Organize as tarefas, tenha em mente que o momento é propício ao progresso.

.

Expresse de forma transparente seus bons sentimentos, acostume-se a fazer isso, crie o hábito de tomar atitudes positivas com a mesma intensidade com que você demonstraria seu enfado ou desânimo.

.

Divirta-se um pouco mais porque o tempo da tensão começa a diminuir. Porém, você sabe, há aquilo que se chama inércia, que é a teimosia de as coisas continuarem como vinham. Cuidado com ela, o tempo mudou.

.

Nada é impossível, muito pelo contrário. Nossa humanidade é mestra em fazer acontecer eventos impossíveis, ou por acaso outrora teria parecido possível aviões voarem ou pontes atravessarem extensões enormes?

.

A força do caráter não precisa de maiores demonstrações. A discrição e o silêncio podem ser manifestações mais fortes do que as afirmações agressivas que pareceriam adequadas, mas que degringolam em vícios e fraquezas.

.

A graça da vida reside nos pequenos detalhes da vida cotidiana, justamente aqueles que normalmente seriam desconsiderados por parecer de menor importância. Caberá a você valorizá-los se desejar desfrutá-los.

.

Você não precisa da aprovação de ninguém para fazer o que considera correto. Em geral as atitudes corretas não são aconselháveis numa civilização decadente como a nossa, mas a alma não se preocupa com isso.

.

Renascer das cinzas dos problemas passados requer a boa vontade de melhorar os principais relacionamentos. Isso, certamente, não pode ser um esforço apenas de sua parte, precisa ser um trabalho em conjunto.

.

A partir de agora você terá mais espaço para tomar as atitudes que até aqui ficaram contidas, para não dizer reprimidas. Planeje seus movimentos e pense que será melhor agir ainda que as circunstâncias o desaconselhem.

.

Agradeça pelos eventos que tumultuarem a suposta paz porque esses apontarão necessidades mais urgentes que precisam ser supridas. A paz atual é como a do malabarista equilibrado numa corda bamba, muito instável.

.

Compartilhe os bons momentos com pessoas especiais, mas ao mesmo tempo distancie-se o máximo possível daquelas que fazem de tudo para puxar você na direção delas, que operam num nível muito inferior de emoções.

.

Fonte: Quiroga.

Anúncios

~ por arauto do futuro em maio 12, 2011 quinta-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s