O ERRO REAL

 

O ERRO REAL

Há assuntos difíceis de entender,

mas que, tendo em vista a natureza do momento atual,

precisam ser expostos e discutidos com mente aberta.

O inimigo

da amplitude mental que garante compreensão

é o moralismo,

que sempre se apresenta com ares de pureza,

mas edificado sobre os escombros podres

de uma vida subjetiva decadente.

Dito isso exponho que temos o costume de atacar o mal

com o argumento de que suas atuações são erradas.

Porém, na prática o mal não executa nenhum erro,

apenas segue sua inclinação e realiza sua obra.

Errado

é o bem não fazer a sua parte

contrabalançando a equação com a necessária revolta,

mas permanecendo passivo enquanto contempla diariamente

a civilização ser subvertida.

Quem segue sua vocação e a pratica nunca estará errado.

Errado é quem não faz o que seu coração manda.

.

O espírito de aventura está disponível e a oportunidade acontecerá através de misteriosas coincidências. Quando esses ingredientes acontecem em sincronia é quando as melhores coisas da vida são desfrutadas.

.

Induzir as pessoas a agirem de acordo com sua vontade é um jogo arriscado, já que elas têm vontade própria e são livres. Porém, se você quiser continuar em frente e levar em conta a realidade, você também é livre.

.

Definitivamente, você pode sentir com clareza que este não é um momento comum. Porém, ainda não sabe definir o que é que torna este momento diferente, especial, com sabor de algo importante estar à caminho.

.

As ilusões devem ser destruídas sem piedade em nome de preservar os sonhos verdadeiros pelos quais você deve sacrificar todos seus recursos. Separar sonhos de ilusões é uma tarefa árdua que requer atenção constante.

.

Em vez de se enfadar com as possíveis confusões que acontecerem agora aproveite-as para reorientar seus passos e atitudes. É provável que por trás dessas confusões haja a oportunidade de melhorar tudo.

.

As informações circulam por aí e somente as almas antenadas como a sua as recebem. Porém, essa recepção se dá através de impressões nem sempre fáceis de compreender, o que deixa seu ânimo bastante alterado.

.

As pessoas não são previsíveis e por isso tampouco se pode controlá-las. A qualquer momento elas tomam atitudes inimagináveis e desbaratam o jogo que você estava montando enquanto contava com sua previsibilidade.

.

Use o personagem que você inventou, mas cuide para não tornar sua alma escrava desse. Uma coisa é você precisar de um instrumento para navegar pela vida, outra diferente é você não ser a alma que conduz o instrumento.

.

Em última instância, nada nem ninguém impedirá que você satisfaça seus desejos. O único e verdadeiro obstáculo nesse sentido é sua própria alma, que ainda não se convenceu de realmente desejar o que deseja.

.

Enquanto o panorama continuar se desenhando com esse grau de complexidade que já vem acontecendo há algum tempo continuará, também, sendo imprescindível que você tome apenas as atitudes estritamente necessárias.

.

Cada dia que passa é um fato novo que se agrega aos outros que ainda não foram digeridos e, assim, o panorama da vida não teria como ser menos do que complicado. Porém, no meio dessa complicação reside sua sorte.

.

O que você sente agora é indizível, difícil de ser posto em palavras, a não ser que você seja poeta. Talvez nem seja o caso de esforçar-se para exprimir em palavras os sentimentos, mas dedicar-se a senti-los apenas.

.

Fonte: Quiroga.

 

Anúncios

~ por arauto do futuro em junho 2, 2011 quinta-feira.

4 Respostas to “O ERRO REAL”

  1. Este é um dos poucos pontos que discordo neste texto: quem segue sua inclinação, e ele é pervertida ou distorcida, segue uma distorção e colherá frutos compatíveis. Mas concordo que aquele que observa a distorção e nada faz, na verdade endossa a mesma.

    • Beijamim,

      Parece que o sentido do artigo é que aquele que não segue sua inclinação comete erro, seja sua inclinação para pratica do bem ou não, concordo que aquele que tem inclinação para o bem ao ver a quem tem inclinação contrária deve seguir a sua para evitar endossar a outra. Mas deve evitar julgar a inclinação alheia.

  2. Bem esclarecido, é isso mesmo. Mesmo porque, a gente gerealmente desconhece o que move o outro e o que justifica seu movimento, mesmo que não o aprovemos. Condenar uma atitude é diferente de condenar a pessoa em si, que é maior que suas atitudes.
    À propósito, mudou o visual aqui, tá mais fácil e bonito de postar. Só queria ver se meu símbolo de net (que é um passarinho) podia estar no lugar do quadradinho. Mas se isso for muito difícil, fica o quadrado mesmo.

  3. O pulo do gato aqui é o seguinte, segundo me parece: o que é inclinação REAL, quando se trata de um ser humano distinto de demais seres humanos? Não são seus hábitos e padrões, não é seu condicionamento enquanto ser, que filtra suas potencialidades e as cerceia para determinados objetivos. Passamos muito tempo na vida cumprindo com isso, imaginando sermos fiéis à nossa verdadeira natureza, mas esta mesma é desconhecida, o que conhecemos são nossas tendências manifestas.
    A real natureza de um ser humano nunca é ruim, eu observo e provo essa tese pelas crianças. Elas podem ser egoístas pela necessidade de proteção, mas não são ruins, suas naturezas estão abertas ao crescimento.
    Ser ruim é um estado do ser, não sua natureza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s