CHICOTADAS.

CHICOTADAS.

O único momento em que Cristo perdeu a compostura

foi quando aos gritos e chicotadas

expulsou os banqueiros do templo.

Todos os eventos desempenhados por um mensageiro estelar

não apenas guardam em si grandes ensinamentos

como também manifestam correntes cósmicas

que se tornam disponíveis para manifestação.

A cobiça dos banqueiros os conduziu

a penetrar em terreno sagrado, que não admite corrupção,

pois colocaria em risco o princípio

sem o qual a inteira existência da espécie humana

seria ameaçada de extinção.

Os ensinamentos de Cristo só agora se tornam claros e,

por isso, também os eventos históricos

que lhes são inerentes se colocam em marcha e precipitam.

Os bancos, que extorquem governos e povo,

merecem as chicotadas.

É só lhes aplicar as mesmas regras

que esses aplicam aos seus clientes.

.

Inicialmente, haverá certo desconforto envolvido na perspectiva de progresso, pois você terá de se adaptar a situações e regras que lhe são desconhecidas. Porém, isso não será nada além do normal.

.

Onde houver discórdia haverá também a possibilidade de harmonia, mas as pessoas em geral a negam porque apreciam muito mais o estado de conflito do que a paz, apesar de se queixarem e lamentarem pela falta dessa.

.

A graça se manifesta nos apertos experimentados. Perante essas circunstâncias você pode eventualmente perder o rebolado e sentir-se desamparado. Porém, superar rapidamente esse desânimo é quando a graça se manifesta.

.

Ir em busca de delícias e frustrar-se ao encontrá-las, por não ser essas condizentes com o que você imaginava, eis a comprovação de que as ilusões tinham substituído os legítimos sonhos e sua alma viajava na maionese.

.

Ao perceber que a situação envereda para um beco sem saída e que todos os esforços desenvolvidos se tornariam vãos, manobre com destreza para mudar a situação a despeito de não receber ajuda nesse sentido.

.

Cada ser humano inventa seu próprio caminho para iluminar-se e compreender a verdadeira natureza da vida. É possível aproveitar o que outras pessoas fizeram, mas no fim de cada dia sua alma estará só com seu próprio caminho.

.

Demonstrar força o tempo inteiro é a melhor maneira de as pessoas se sentirem desafiadas a mostrar a você os pontos fracos de sua aparente fortaleza. Por outro lado, demonstrar vulnerabilidade afasta essa hipótese.

.

É mais fácil circunscrever a mente dentro do limite dos dramas do que atrever-se a ir além dessa fronteira para enxergar que a vida continua sendo infinitamente maior do que as preocupações. Você decide o que fazer.

.

Em nome do bom andamento de qualquer relacionamento, as necessidades próprias e particulares nunca podem estar acima do bem comum. Isso corromperia a lei básica do relacionamento, que é a reciprocidade.

.

Evitar os problemas é uma atitude sensata, mas não por muito tempo. Acontece que o bom senso de evitá-los logo se mostraria contraproducente, já que resultaria no aumento desses problemas que desejaria evitar.

.

Se todo mundo demonstrasse maior boa vontade em relação a tudo que é imprescindível fazer, então o mundo adquirira uma dinâmica de progresso nunca antes vista na face da Terra. Nossa humanidade marca gols em contra.

.

Você não precisa de aprovação, inclusive porque o que está em andamento é no mínimo polêmico e você sabe, as pessoas adoram criticar o que desconhecem. Melhor seguir em frente de acordo com as condições vigentes.

.

Fonte: Quiroga.

Anúncios

~ por arauto do futuro em julho 9, 2011 sábado.

7 Respostas to “CHICOTADAS.”

  1. AOS TRABALHADORES DE ARAUTOS DO FUTURO. GOSTEI MUITO
    DO ENCORAJAMENTO AOS SEUS LEITORES. ESPERO QUE CONTI
    NUEM A NOS INFORMAR E NOS ILUMINAR COM SEUS ENSINAMEN-
    TOS, POIS A MAIORIA DAS PESSOAS VIVEM NA ESCURIDÃO DO
    CONHECIMENTO.
    QUE NOSSO MESTRE JESUS OS ILUMINE.
    NILTON JOSÉ GUEDES. RECIFE, 09 DE JULHO DE 2011.

  2. Meu amigo, e os falsos bispos e apóstolos? Onde está DEUS que não dá um basta em tantos absurdos? Trocar a prosperidade material de pessoas simples por doações para a causa do PAI é demais!!!!!!

  3. Pois é. Nesse sentido gostaria de dizer e mesmo propor que há uma ação possível e executável neste sentido.
    A maior parte dos bancos cobram juros além do que a legislação permite anualmente, através de seus empréstimos e sistemas de empréstimos que visam nos amarrar para sempre. Pois bem, faça um empréstimo destes e depois processe o banco, porque é causa ganha. Os juros vão ter que cair exatamente para aqueles que a legislação permite, muito abaixo daquilo que os bancos pretendem cobrar.
    Outra coisa boa de se fazer é depender destes agiotas o menos possível.
    Outra ainda – para quem tiver os meios – é enviar uns corretivos pra eles, da maneira que a gente compreende como eficiente, em correntes de finalidade específica e corretiva.
    Há quem duvide do poder de uma intenção concentrada e canalisada. Mas este poder existe.

  4. Não concordo que o ser mais elevado, mais iluminado que existe entre nós, que é o gestor de nosso mundo tenha perdido a compostura. Isto é um defeito comum para nós, não para o ser mais perfeito que já viveu conosco. Isto desacredita suas palavras.

    • João, no contexto do texto perder a compostura não é um defeito, mas uma dádiva. Para pessoas comuns, isso seria um defeito comum, um ser perfeito sabe como perder a compostura perfeitamente. No momento preciso, durante o tempo necessário.

  5. Buenas e me espalho, nos pequenos do de prancha e nos grande do de talho.

    Jesus foi meio assim neste dia.

    Bem, nem sempre tenho tempo de postar minhas opiniões, sei que não são de muito agrado, mas este não é meu estilo: agradável.

    Sei que já definiram isto de outra maneira, mas chamo de experiências de manipulação em massa.

    O problema é que a maioria de nós que vem aqui “volti-e-meia” sabe bem como as coisas são. É que a “burrice” virou uma epidemia, e os jovens de hoje já nascem infectados, e seus pais presos neste circulo vicioso, neste loop, os mantem dentro desta ilusão com medo de desliga-los da tal matrix (só pra explica, pois não creio muito nisto) e matá-los ou aleijá-los para o sistema, no qual eles vivem presos.

    Vejam quantos exemplos: o amor romântico e seus jingles musicais imbeciloides sertanejos, passa desapercebido, mas tem muito mais coisa aí atrás disso, principalmente dependencia e $$, e são infinitos os exemplos.

    Agenda g…, marcha disso, convenção daquilo, tudo é pra manipular as cabecinhas desavisadas…. eles não se importam com o câncer no pulmão de ninguém, é só uma ferramenta pra te fazer ir em determinada direção.

    O TRUQUE DOS BANCOS HOJE É: a consciência social, todos eles trabalham com a imagem que todos nós fazemos parte e nos beneficiamos com o assalto que eles cometem nos nossos bolsos.

    Depois ensinam que o certo é; pagar, pagar, pagar, pagar mais, agora é um pouco menos (sinta-se feliz por isso), mas é momentâneo e então, pagar, pagar, tem gente que quando não está pagando sente falta de alguma coisa…. que será.

    Agora os jovens acham que tudo está dentro do que é ensinados nas universidades, que tudo tem que ser explicado, compreendido, decifrado nos mínimos detalhes.

    Quanto estas hordas terminarem de desmontarem Deus, os mistérios da vida e do universo, verão que é como um relógio, em que as peças separadas não tem significado e não servem para nada. Daí chegarão a conclusão que é o fim, o 2012, e só resta um caminho, voltar…. voltar exatamente para onde partiram.

  6. E depois se é pra chicotea, vamos faze bem feito.

    Vamos esquecer destes infelizes iludidos que moram lá no “norte do continente”, vamos? vamos deixar de ir passar férias lá, ler seus livros, ver seus filmes, vamos ignorar sua cultura, etc… pois isso tudo vem de lá, de lá de seus ascendentes.

    Vamos olhar pro sul, pra patagônia por exemplo.

    Esqueçam o que tem lá, é uma ilusão. Não mandem seus filhos pra lá, ou voltarão piores.

    Ou então façam como eu, que quando to indignado e não tem o que faze, pego a cuia, boto um rage against the machine no mp3 a todo volume e vo pro campo da uns relhaços em alguma vaca roçera metida a braba ou cavalo redomão, e me acalmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s