UM POUCO MAIS QUE HUMANO.

UM POUCO MAIS QUE HUMANO.

Um vírus letal e extremamente perigoso foi solto na civilização,

é ameaçador e propaga terror

entre os que comandam instituições públicas

e corporações privadas,

hoje em dia sendo muito difícil distinguir

onde começa uma e termina a outra.

Esse vírus adquiriu a forma de seres humanos honestos

que trilham com firmeza o caminho da retidão.

Eles e elas irradiam influência

e transitam por aí provocando receio,

são perigosos e apesar de todo o esforço para contrariá-los,

feito calúnias, insídia e perfídia,

parecem movidos por uma força maior.

Eles e elas fazem poucos amigos porque não são populares,

mas suas palavras e gestos desintegram no ar os projetos iníquos.

É um vírus que parece um ser humano,

mas que não poderia ser confundido com o ser humano normal,

é algo um pouco mais que humano.

.

Rir e sentir-se leve não acontece necessariamente como resultado de obter maiores recursos materiais, como normalmente seria pensado. Rir e sentir-se leve é uma situação em si mesma que ocorre espontaneamente.

.

O exercício corporal precisa ser dosado para atingir a marca do equilíbrio. O excesso de exercício resultará em excitação desproporcional e perturbará o cotidiano tanto quanto a falta total de exercício.

.

Faça contato social, elogie o avanço que as pessoas ao seu redor fazem com a mesma ou maior intensidade que em outros tempos você as teria criticado. O contato social será fundamental para seu próprio progresso.

.

Um ato de amor é a coisa mais atrevida que poderia alguém fazer entre o céu e a terra. O ato de amor contraria a onda da civilização, que dissemina o medo para que cada pessoa pense apenas em si mesma.

.

Sua força não está nas circunstâncias, pois essas flutuarão eternamente entre o favorecimento e a adversidade. Sua força reside no centro do seu coração, na alma subjetiva que fornece a vida de sua vida.

.

Sustente uma boa comunicação, evitando quaisquer temas que promovam queixas e lamentos, pois essa via de expressão consome tempo demais e não produz nenhuma solução. Sustente a boa comunicação que promova entusiasmo.

.

É impossível isolar-se das necessidades do mundo, elas podem não ser suas de forma direta, mas tenha certeza que um dia baterão na sua porta e penetrarão na sala de sua casa tornando-se suas diretamente.

.

O medo em relação às adversidades será cortado pela raiz quando você se tornar independente das circunstâncias externas e confiar mais em seu taco. A força está no interior, só ela abre passagem pela vida afora.

.

Será necessário tomar a corajosa atitude de não se importar com perder tudo que até agora era motivo de luta e esforço. Perder o medo de tudo perder seria, no caso atual, a virada e o começo do processo de ganhar.

.

Os truques e estratégias que deram tão certo outrora não mais garantem que você continue superando as adversidades. Chegou o momento de rever suas estratégias e inventar novas, pois tudo é diferente, nada é repetição.

.

É fundamental que seu trabalho seja devidamente recompensado, pois as promessas não servirão para pagar as contas. o dinheiro deve ser distribuído de acordo com a competência manifesta através do trabalho concluído.

.

A energia sexual precisa ser administrada com sabedoria, pois é tênue a linha que divide o necessário relaxamento do excesso que corromperia a intenção original. Divirta-se e relaxe, mas observe as limitações também.

.

Fonte: Quiroga..

.

Acompanhe os boletins SincroniaCoisas belas no meio da sujeira

 

Anúncios

~ por arauto do futuro em julho 14, 2011 quinta-feira.

Uma resposta to “UM POUCO MAIS QUE HUMANO.”

  1. A gente precisa ter cuidado ao andar por entre as cobras, mas não medo.
    Não devemos ter medo porque os atuais dignatários do poder valem menos do que nos fazem crer e, na verdade, são ainda crianças espirituais, que geralmente usaram da rapinagem e da esperteza para adquirir suas privilegiadas posições, sem entender que a quem é muito dado, também muito é cobrado, uma lei universal da qual não há apelação.
    A coerência deve ser aplicada à vida prática por aqueles que a têm e a cultivam, não importa mais o tolo papel dos que se consideram poderosos mas não sabem reverter esse poder em benefício das milhares de almas que os empossaram. Firme e sutilmente, vamos passando por cima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s