PEQUENAS MANOBRAS.

PEQUENAS MANOBRAS.

Lua que míngua será Vazia a partir das 18h36, horário de Brasília.

Para você superar os desgostos

serão propícias pequenas manobras.

Nada que faça as adversidades

se desintegrarem definitivamente,

pois isso não seria possível ainda,

estamos no momento bíblico em que o mundo foi entregue

ao severo açoite do destino.

Isso pareceria injusto,

mas temos de levar em conta que todos temos parte

na disseminação da miséria que prevalece hoje em dia.

Se por acaso há quem não tenha parte,

está aqui por puro sacrifício,

por uma bondade e compaixão

que nos são insuportavelmente incompreensíveis,

dada nossa racionalidade que pretende reduzir tudo

a um jogo linear de causas e efeitos.

As águas por onde você deve navegar não são mansas,

mas se você for intransigente na retidão,

essas serão superadas.

.

É tão urgente sentir prazer e viver a ardência do coração que sua alma corre o risco de inventar situações ilusórias. Conhecendo a verdade não haverá nada errado nisso. Porém, iludindo-se a coisa tomará outro rumo.

.

As distrações confundem a mente justo no momento em que algumas escolhas difíceis precisam ser feitas. Por isso, melhor aguardar o retorno do esclarecimento antes de tomar essas decisões. Descanse, por enquanto.

.

Preserve a visão positiva e otimista sem no entanto confundir isso com as ilusões. É evidente que as coisas se tornaram muito mais complicadas do que o imaginado, mas isso não significa necessariamente a derrota.

.

A rejeição pode acontecer ainda que suas idéias sejam perfeitas ou que seus sentimentos sejam vibrantes. A rejeição pode acontecer simplesmente porque nada garante que as pessoas estejam receptiva.

.

A abundância imaginada só não acontece com todo mundo porque há uma negação constante e consensual no mundo. Nossa humanidade perdeu o fio da meada dessa vida mais abundante que aninha no coração.

.

Controlar tudo é impossível, inclusive porque essa pretensão é alimentada pelo medo e não pela vontade de fazer tudo andar da melhor forma possível. Abandone essa pretensão controladora e seu humor melhorará sensivelmente.

.

Chegou a hora de fazer o necessário independente dos resultados. Por isso, suspenda por enquanto as fortes expectativas em relação aos resultados de seus atos e apenas faça o necessário porque assim são as coisas.

.

No meio de todo conflito ou disputa sempre surge uma luz na alma que sugere o caminho da harmonia. Porém, raras são as pessoas que permitem essa luz prevalecer, a maioria delas prefere apaixonar-se pela disputa.

.

Quaisquer vestígios de desonestidade ou falta de sinceridade provocarão complicações num momento como o atual. Certamente, a sinceridade e honestidade são virtudes de difícil prática, mas só elas resolverão.

.

A falta de honestidade é uma norma nos relacionamentos sociais da atualidade. Porém, assim andam as coisas! Não há nada mais perigoso entre o céu e a terra do que uma pessoa honesta e inflexível na retidão.

.

Siga pela línea demarcada pelos compromissos, mas esteja de prontidão para mudar tudo no momento em que algo mais interessante acontecer. Porém, que isso seja verdadeiramente interessante e não uma distração qualquer.

.

Ainda que tenha cometido erros colossais e que o sentimento de culpa corroa suas entranhas, dê um passo além e perdoe sua própria alma para libertar-se dessa condição que não ajuda nem um pouco a resolver os assuntos.

.

Fonte: Quiroga..

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

Lua quarto minguante em Touro, 23 de julho às 2h02, horário de Brasília.

• Período de influência: De 19 a 26 de julho de 2011.
• Dica: Antes de se deixar levar pelo forte desejo de adquirir novos objetos tecnológicos, confira se você usa plenamente os que se encontram disponíveis imediatamente. Dessa vez será melhor não cair na teia do aparentemente legítimo desejo de comprar a novidade, mas fazer uso racional de tudo que você já possui. O resultado será você poupar seu dinheiro, não se endividar e ao mesmo tempo valorizar o que já está com você. É pouco, mas com o tempo verá que esse pouco terá dado margem para outras coisas melhores acontecerem.

 

Anúncios

~ por arauto do futuro em julho 22, 2011 sexta-feira.

Uma resposta to “PEQUENAS MANOBRAS.”

  1. Existe uma pequena grande manobra que podemos realizar quando se trata de nossos apegos e defeitos, mesmo os mais vergonhosos.
    A primeira manobra é não ter medo ou vergonha de reconhecer tais muletas, por mais vergonhas que sejam. Assim, pode-se observar o movimento de tais necessidades, e sobretudo avaliar a que tipo de carência ou medo elas atendem. Nada de soberba. Aqui a gente é mesmo ignorante das coisas como são.
    Clareando essa carência e medo, vamos substituindo as muletas por ações concretas que realmente dão conta dos problemas.
    Ninguém precisa ter um falso eu pra se sentir seguro ou amado.
    Um eu com defeitos, mas verdadeiro e que se conhece, vale infinitamente mais que a perfeição que se desconhece.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s