DIA DIFÍCIL.

DIA DIFÍCIL.

Lua será Vazia a partir das 10h05, horário de Brasília.

Hoje é um dia especialmente difícil,

que combina a pressão para se tomarem decisões duras

com o ambiente pouco propício para esse tipo de atitude.

Manter a cabeça fria não será fácil, mas necessário,

quem conseguir essa façanha levará vantagem.

Quem, pelo contrário, perder a cabeça

e por pura ansiedade tomar decisões intempestivas,

criará problemas ainda maiores

daqueles que supostamente teria desejado superar.

O tempo das decisões duras e difíceis

não se circunscreve ao período de hoje,

vem vindo de 2008 e se estenderá

até pelo menos o início de 2013.

Porém, hoje particularmente as coisas adquirem

uma intensidade fora do comum.

O espírito deste tempo

consiste em ser mais propício construir tudo do zero

do que empreender reformas.

.

As pessoas só vão se entender e fazer acordos quando o desejarem. Enquanto isso continuarão discutindo sexo dos anjos e promovendo discórdias em cima de detalhes que deveriam ser tornados irrelevantes.

.

Só chute o pau da barraca se tiver desistido de continuar em frente com suas intenções originais, pois essa atitude mandaria tudo para o inferno mesmo, sem chance de retorno positivo. Só o cansaço conduziria a isso.

.

Perturbar-se excessivamente com as circunstâncias atuais seria o mesmo que se recusar a enxergar o amplo panorama de acontecimentos. Importa infinitamente mais o que está além do que o que acontece de forma imediata.

.

Nada seria mais oportuno do que essa profunda crise do sistema financeiro mundial. É que, noves fora, ela representa a grande oportunidade de nossa humanidade começar a considerar o verdadeiro valor de tudo.

.

Seria fútil demais fazer as pessoas enxergarem que você estava com a razão o tempo inteiro e que elas deveriam ter seguido seus conselhos e orientações. O assunto agora será tocar a bola para frente.

.

As adversidades não são, dessa vez, produzidas por pessoas estranhas, mas familiares, por algumas que fazem parte da vida cotidiana. Isso dificulta muito a superação dessas condições, porque envolve muito sentimento.

.

Fazer cobranças duras e enérgicas é necessário na atualidade, mas considerando que a maioria das pessoas não está acostumada a isso o resultado que vem por aí é uma resistência inútil e contraproducente.

.

Ainda que haja motivo de revide e as condições se tornem propícias para tanto, você demonstrará verdadeiro poder se contendo e conduzindo a situação num sentido diferente do esperado. Demonstrar força não está com nada.

.

Consertar os erros não deve ser motivo de alarde, inclusive porque se isso demorar muito é provável que fique tarde para realizar um verdadeiro conserto. Há coisas que se quebram sem perspectiva de conserto.

.

A esta altura sua alma já precisa ter compreendido o valor do empenho para a realização, pois reconhece que apesar de o ardor dos desejos fazer parecer tudo real, o caminho para se obter resultados é árduo e longo.

.

Nada é inevitável, mas as pessoas, por pura ansiedade, levantam esse argumento como se fossem exímias conhecedoras da vida. A vida continua sendo um grande enigma, sendo mais o que desconhecemos do que aquilo que sabemos dela.

.

À beira de um ataque de nervos, pareceria ser propício dar fim a alguns relacionamentos que empacaram em algum lugar do passado. Contudo, ainda que esse fim se prolongue demais, é necessário começar esse caminho.

.

.

Fonte: Quiroga..

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

.

Anúncios

~ por arauto do futuro em agosto 25, 2011 quinta-feira.

8 Respostas to “DIA DIFÍCIL.”

  1. Um texto mais do que necessário. É preciso uma força herculea para refrear a ansiedade, buscar a calma e solucionar os problemas com racionalidade e um bocado de humanidade. A teoria é fantástica, já a prática…

  2. Hoje tive a certeza que tenho de me mudar do Acre.

  3. Tens razão (rs)…hoje já tô melhor… diazinho difícil mesmo o de ontem!
    Vamos lá que desse mato do acre ainda sai paca, cutia e anta, talvez até cachorro.

  4. Mas Beija…..

    É o Acre que perde com tua saída.

    Quando eu sinto meu ossos doerem no frio, o corpo cansar de encontro ao vento forte que não para nunca de soprar…. lembro de todos nós, todos, que um dia ou outro “pisaram” aqui, no solo incerto do pensamento e deixaram uma palavra, uma que fosse, com uma semente, que possa germinar neste incerto solo, a mente humana.

    Nós, os desbravadores, os viajantes da vida, nós que nos expomos, que nos desapegamos desta incerta tábua de salvação chamada religião, e abrimos o peito e mostramos o vazio que existe em cada ser, vazio que tentamos auto-preencher e não ser preenchido por concepções frágeis.

    Somos nós meu amigo Beija, estes nossos pequenos passos de hoje, que irão gerar num futuro desconhecido, arvores com raízes fortes, onde muitos irão se abrigar.

    Nós, nós temos de ser mais fortes que os outros Beija… porque não fomos escolhidos, nós fazemos nosso caminho.

  5. Eu outra Beijamin, quando no auge da tempestade e o navio fizer água e o naufrágio for iminente e certo, quando todos implorarem perdão a deus, nós, os exploradores, temos de nos manter de pé, com a cabeça erguida, nem que seja com um sorriso rangido nos dentes.

    Ouves esta payada que te dedico, e mateia comigo na distância que nos separa, e eu emano daqui força pra ti, meu amigo.

  6. Obrigado novamente, meu caro monsieur. Às vezes a gente cansa, porque abre demais a guarda pra coisas antigas que não tem mais sentido, e aí o cansaço fica maior. Tem remédio certo, mas também tem veneno pra tudo, e veneno sempre parece mais doce que o remédio.
    Eu agradeço porque dia seguinte já tava relativizando essa necessidade de ir embora, a vontade na verdade era deixar tudo mesmo, mas aí tudo mesmo fica sem resolução.
    Fico por aqui, é uma terra difícil, as pessoas são difíceis, mas creio que minha teimosia equivale à delas, por isso meu raio de ação continua por aqui mesmo. Força meu, velho, que a gauchada também não brinca!

  7. Eita! Esse cara é bom mesmo! A poesia do homem tem uma profundidade bela, não? É o pé no chão, que faz o sujeito voar alto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s