DE VAMPIROS E OUTROS MONSTRENGOS.

DE VAMPIROS

E OUTROS MONSTRENGOS.

É inegável que nossa humanidade

é chegada a uma dimensão sombria,

haja vista o sucesso que fazem filmes e histórias

de vampiros e outros monstrengos.

Nossa humanidade se sente mais familiarizada

e à vontade com o que essas histórias lhe transmitem,

reconhece sem necessidade de confessar

que vê a si mesma nessa dinâmica.

Por trás dessa admiração reside a cobiça e a sede de poder,

as manchas que rebaixam nossa humanidade

de um estado sublime ao nível de monstrengo.

Quem se convence de um vampiro ser poderoso

não atenta ao fato de sua escravidão ao sangue.

Que tipo de poder é esse que escraviza?

A cobiça e a sede de poder são as sombras distorcidas

do verdadeiro alvo de busca de nossa humanidade,

o avesso impossível de enxergar

enquanto a mancha produzida pela cobiça e sede de poder

não for purificada.

.

Levar uma vida excessivamente certinha num mundo absolutamente errado é uma incongruência difícil de sustentar. Só com muita sabedoria e capacidade de administrar os acontecimentos isso se faz possível.

.

O excesso de vitalidade pode ser tão pernicioso quanto a falta dessa. Busque apenas o nível de vitalidade que você realmente precise para desempenhar com sucesso as tarefas que estejam sob sua responsabilidade.

.

O poder é imaginado como a dimensão que elevaria o humano a um patamar inatingível mediante o qual o resto do mundo passaria a servi-lo. Na prática, quem tiver mais poder deve servir o resto do mundo com mais afinco.

.

Nos momentos em que os desejos urgem por satisfação a alma inteligente se mune de argumentos para explicar a racionalidade da situação. Porém, na prática nada há de racional nela, há apenas a precipitação.

.

É importante fazer diariamente o árduo exercício de distinguir a força da necessidade do império do desejo, pois nem sempre será bom agir de acordo com o desejo, às vezes será melhor fazer o necessário.

.

Veja com bons olhos que as pessoas ocupem mais espaço e tomem seu tempo. Você não perde nada com isso a despeito de pensar que talvez pudesse se dedicar a assuntos particulares que pareceriam mais desejáveis.

.

Perder tempo com assuntos que não têm valor algum e negligenciar os que deveriam merecer toda sua atenção, eis o sintoma típico de embotamento civilizado. Cuide para superar esse sintoma quando o perceber.

.

Envolver-se nos acontecimentos com garra e coração será sempre uma atitude arriscada, mas seria impossível progredir sem esse risco. Você se encontra agora às voltas com esse dilema, proteger o conquistado ou avançar?

.

Nada é leve, tudo ressoa com transcendência fora do comum, inclusive os assuntos que de tão corriqueiros deveriam passar despercebidos. Isso deve dar a você a dimensão do que se encontra em andamento.

.

Dependendo das perspectivas traçadas pelas notícias que o mundo produz atualmente, a história do fim do mundo parece a cada dia mais real. Contudo, se houver um fim vindo por aí é porque atrás desse há um novo começo.

.

O valor do otimismo piegas e ingênuo é nulo e, inclusive, pode ser contraproducente. Há, porém, outro tipo de otimismo, um que se assenta sobre bases mais realistas e que sobrevive a verdades duras e cruas.

.

Para que colocar limites ao progresso? Por pura e sábia prudência? Pareceria sensato estipular limites sobre esses argumentos, mas na prática a teoria é outra, sempre! A alma não quer saber de limite nenhum.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

Anúncios

~ por arauto do futuro em novembro 30, 2011 quarta-feira.

2 Respostas to “DE VAMPIROS E OUTROS MONSTRENGOS.”

  1. Adorei esse texto de hoje (os ourtos tbm mas esse,demais!)realmente percebemos o quanto ainda eles querem permanecer nas trevas das suas vidas.No fundo eles percebem a chegada de algo novo e de novas luzes e estão tentando desesperadamente manter seus discípulos(escravos),vc viu aquela festa de zumbis no México?Que horror!

  2. O artigo é próprio. Os seres humanos em geral estão embotados pela escravidão ao poder e escravizam os seus semelhantes sempre que possível. Vivemos ainda na era das trevas e que ninguem se engane que dela o ser humano já saiu. São poucos os pontos de luz……E que venha mesmo o fim e o recomeço…….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s