O EQUILÍBRIO.

O EQUILÍBRIO.

Cometem um engano aqueles que

opõem o espírito e a matéria,

insistindo em que para aproximar-se do espírito

a matéria deveria ser castigada. Nada disso!

Nós, que somos os seres no Universo

em que o mais elevado espírito e a mais densa matéria

se combinam através da inteligência

não podemos prescindir de nada,

temos de combinar tudo na justa medida e harmoniosamente.

Devemos purificar nossos corpos materiais

e nos empenhar para que os princípios espirituais

se glorifiquem e transpareçam através de nossas presenças.

Quando isso não acontece,

o fausto material produz miséria e ignorância.

Porém, o mesmo acontece

quando se exalta o espírito em detrimento da matéria,

as mesmas condições são promovidas.

Aplicando-se as regras e leis eternas a cada ação empreendida,

inevitavelmente se obtém a glória do equilíbrio.

.

É inútil e contraproducente tentar ajudar quem não o deseja. Há pessoas que querem sofrer, fazem de tudo para estar descontentes, pois nesse momento, para elas todo o prazer do mundo deriva de suas queixas.

.

Entre discordâncias e concordâncias andam os relacionamentos humanos. Acontece apenas que muitas pessoas viciaram em discordar e, agora, mesmo que haja condições para superar isso, continuam na mesma trilha.

.

As pessoas são complicadas, mas você não precisa agregar mais complicação em cima das costas delas. Pelo contrário, se elas complicam, insista você em simplificar o caminho delas, prestando-lhes um grande serviço.

.

Pareceria sensato agir no sentido de garantir o que seja do seu merecimento, mas o momento requer uma mudança de atitude. Em vez de pensar tanto em si, procure ser útil às pessoas próximas, ajudando-as dentro do possível.

.

Você já percebeu que nas épocas em que grandes inventos são produzidos sempre há várias pessoas que os idealizam, sem que necessariamente elas tenham contato entre si? Esse é o mistério da mente.

.

Só a imprudência ou a boa vontade poderiam fazer você se meter onde sua alma não foi chamada. Porém, independente da causa que tenha levado sua alma a essa situação, o resultado será o mesmo, a incompreensão.

.

Melhor manter a discrição e arregaçar as mangas e trabalhar. Enquanto isso, observe as pessoas falando sobre o que fariam ao passo em que perdem tempo e nada fazem. A prática não deixa lugar a dúvidas, nunca!

.

Em vez de gastar energia se irritando com tudo que sua alma não tolera mais, concentre essa vitalidade na construção de esperanças que motivem você a dar passos concretos nessa direção. O método é diferente.

.

Nos momentos em que você não consiga sentir-se próximo das pessoas que supostamente deveriam ser familiares, encontrará alhures resposta positiva para o sentimento de familiaridade, com pessoas que não sejam parentes.

.

Precipitar-se pareceria propício, pois as condições aparentariam ser as que você desejava. Porém, lá no fundo a alma suspeita que nada seja o que parece, que as coisas andam mais complicadas do que parecem.

.

Até que ponto será sábio sacrificar os anseios particulares em benefício do que outras pessoas precisarem? Essa resposta não pode ser dada de forma simplista, estará sempre em dependência das circunstâncias e do momento.

.

Certamente as pessoas dão trabalho, porque não são ingredientes de uma receita nem tampouco objetos inanimados, todas têm vontade própria e sempre será muito difícil sincronizá-las para atuarem em conjunto.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

Anúncios

~ por arauto do futuro em janeiro 4, 2012 quarta-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s