O MAIOR E O MENOR.

O MAIOR E O MENOR.

Um relacionamento é maior

do que a mera soma de dois indivíduos humanos.

A mesma equação serve e se potencializa

quando se pensa que um país, ou a civilização como um todo,

seja maior do que a mera soma dos cidadãos

ou dos seres humanos.

Não é difícil entender e aceitar que isso seja assim,

porém, a educação que recebemos não nos prepara

para ser maiores do que nós mesmos

ao participarmos ativamente de conjuntos maiores

e mais sofisticados de experiência.

Pelo contrário, somos educados

a nos encerrarmos numa bolha existencial individualista

e abominar os semelhantes,

tratando-os como estorvos

de nosso caminho de conquistas individuais.

As religiões eram o último refúgio

onde a educação para sermos maiores do que nós mesmos

poderia ter sido encontrada,

mas nem elas servem mais a esse propósito.

.

Ainda que seu interior seja um oceano de emoções desencontradas, e talvez justamente por essa razão, seja firme e pense o mais objetivamente possível. A objetividade será seu porto seguro, seu salva-vidas.

.

Tenha certeza que toda tentativa de desmerecer o valor alheio terá por fundo um tolo apego ao próprio autodesmerecimento. Quando as pessoas valorizam a si mesmas nunca perdem tempo falando mal das outras.

.

O exemplo é a melhor maneira de explicar como se faz algo bem. As pessoas tendem a desvalorizar as palavras, não intencionalmente, mas a tendência é darem o dito pelo feito e não se sentirem motivadas a entrar em ação.

.

Relacionar-se é uma arte que requer atenção constante e sacrifício também, principalmente o de ir além do desejo de independência, constatando na prática que essa só atrapalha e empobrece.

.

Faça sua vontade, mas tenha a delicadeza de conversar com as pessoas antes de executá-la, pois há a probabilidade de haver expectativas de outros rumos, sugeridos por você antes de mudar de perspectiva.

.

Todas as pessoas têm lados bons e ruins em si mesmas e se você quiser realmente conhecê-las terá de aceitar isso, evitando julgá-las por suas virtudes ou vícios ao perceber que todas são entidades complexas.

.

Prosperar é como fazer manteiga, você deve bater o leite com persistência ainda que durante muito tempo não seja possível ver qualquer avanço. Todo avanço é oculto, porém, acontece. Os resultados surgem de repente.

.

Nada fazer é indigno, é melhor que as realizações sejam imperfeitas do que nulas. Por isso, mesmo que não tenha certeza sobre o que deve ser feito, melhor fazer algo, ainda que correndo o risco de errar.

.

Ainda que relacionar-se seja o exercício mais complicado do destino humano, sem esse nada demais aconteceria. Por isso, agora que sua alma busca maior prosperidade é propício aceitar essa complexidade e lidar com ela.

.

Nada será tão fácil quanto foi em outras épocas, mas isso não quer dizer que tudo será um parto difícil. Haverá momentos de leveza misturados àqueles que o conturbado mundo da atualidade distribuir a todos os humanos.

.

Por ser muito o que está envolvido, é propício se deter em todos os detalhes que seriam normalmente deixados de lado quando há muita emoção em jogo. Sinta toda essa emoção, mas cuide de todos os detalhes também.

.

O verdadeiro valor das pessoas não se mede em dinheiro, mas em sentimentos. As pessoas verdadeiramente valiosas são as que cultivam sentimentos brilhantes e irradiam essa influência, contagiando todas as outras.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

.

Anúncios

~ por arauto do futuro em fevereiro 18, 2012 sábado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s