O ARTIFÍCIO DOLORIDO.

O ARTIFÍCIO DOLORIDO.

Aquilo que nossa humanidade disser

determina seu destino, pois,

como poderia haver separação entre a teoria e a prática?

Não há paradoxo, não há contradição nenhuma,

há apenas um artifício que dá muito trabalho sustentar,

a ilusão de que a Vida é uma em seu aspecto subjetivo

e outra diferente no mundo objetivo.

Esse artifício dá tanto trabalho sustentar

que produz inúmeras dores e sofrimentos.

Porém, como é auto-imposto

não virá nunca nenhuma força cósmica feita divindade

a salvar nossa humanidade,

nós criamos esse artifício e nós teremos de destruí-lo

para salvar a nós mesmos.

A lei áurea de todas as religiões

que manda tratar os semelhantes como a nós mesmos

não é um mandamento ético,

é a descrição fiel de como as coisas são no Universo:

não há separação nem diferença entre os seres vivos.

.

Quanto mais as circunstâncias pareçam pedir impulsividade e precipitação de sua parte, mais você deve questionar isso e, pelo contrário, se conter. O tempo não é inimigo, pelo contrário, ajuda a você se aprimorar.

.

Buscar segurança de forma constante é uma forma de perder recursos preciosos que poderiam ser destinados a empreender novas aventuras. Nada é seguro entre o céu e a terra, a vida é infinita e nós somos pequenos.

.

As circunstâncias são fortes o suficiente para eclipsar a verdadeira vontade. Por isso é necessário se esforçar mais que de costume para preservar as coisas funcionando na rota inicialmente traçada.

.

As pessoas não andam mais irritantes que de costume, é sua alma que anda mais sensível e impressionável, o que a deixa com o pavio curto, prestes a explodir por qualquer picuinha. Assim tudo vai direto para a briga!

.

Pequenos, muito pequenos assuntos tomam formas e dimensões maiores porque as pessoas assim o desejam. Fica parecendo que elas gostam de se meter em situações difíceis quando tudo poderia ser tranquilo.

.

As pessoas não se entendem porque não o desejam, pois se fizessem desde o início o esforço para dialogarem e trocarem idéias, aí o resultado das discussões seria outro completamente diferente. Mas, quem quer isso?

.

Procure saber com mínima antecipação se os planos que você formulou estão em sintonia com os planos que as outras pessoas também formulam, pois a tendência é que nos próximos dias haja discordância e separatividade.

.

É tudo em excesso, mas não porque é Carnaval, não! É tudo em excesso porque a energia vital circula com mais força que o habitual, tornando difícil que as pessoas consigam conviver em paz e tranquilidade.

.

O poder benéfico das adversidades consiste em fazer soar o alarme para você reorientar seus passos e tomar decisões mais eficientes. Ninguém gosta de adversidades, mas elas podem ser muito bem aproveitadas.

.

As reclamações são as mesmas de sempre, mas talvez haja uma novidade, que é uma melhor disposição da parte de sua alma para ouvi-las e, quem sabe? Quiçá tudo seja diferente dessa vez! Nada, porém, acontece por si só.

.

A indecisão é normalmente criticada, mas em muitos casos, como agora, ela representa uma sábia atitude que serve para tornar o tempo um aliado forte, pois evita que se tomem decisões precipitadas que só complicariam a cena.

.

Nem tudo pode ser compartilhado, mesmo com as pessoas mais próximas e íntimas há segredos que precisam ser mantidos, pois são informações que não seriam compreendidas e por isso provocariam mal-estar e discórdia.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

.

Anúncios

~ por arauto do futuro em fevereiro 21, 2012 terça-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s