A RECEITA, NÃO O REMÉDIO.

A RECEITA, NÃO O REMÉDIO.

Quem for buscar remédio para seus males nas religiões

acabará colocando intermediários entre sua alma e o Divino,

pois buscará fora o que se encontra em si mesmo.

Nenhuma religião que for sincera e verdadeira

poderá nunca prover remédio, apenas a receita.

Todo sofrimento deriva de uma ilusão,

que é também uma ignorância,

a de estabelecer uma linha

que separa a vida espiritual da vida cotidiana.

Essa ignorância nos serve

para nos convencer de que a vida espiritual

seria uma dimensão sublime desvinculada da nossa e,

como tal, se constitui na fonte real

de nossos problemas e sofrimentos.

Como esse convencimento ignorante é auto-imposto,

só nós mesmos, através de esforço,

oração e meditação podemos superá-lo e erradicá-lo.

As religiões que se prezem têm as receitas,

mas não podem remediar nada.

.

As adversidades de outrora podem se transformar nos degraus sobre os quais você dê passos mais firmes na atualidade. Assim são as coisas, tudo se transforma e por isso nunca será sábio se queixar demais de nada.

.

As coisas não se arrumarão com uma grande e única tacada, mas com afinco consciente e sistemático, passo a passo, todos os dias fazendo algo positivo para superar as limitações e encrencas da atualidade.

.

Supere a marca do isolamento, pois mesmo que essa seja uma dimensão preferencial na qual sua alma se sente mais segura e confortada, a perspectiva futura é a de você ter de ampliar o círculo de relacionamentos.

.

Comprove na prática que nem tudo está fechado e obscuro, que apesar de todos os temores e ansiedade as coisas continuam funcionando; o Sol brilha todos os dias, você continua com esperança. Assim são as coisas.

.

Aproveite a velocidade maior com que os acontecimentos se desenvolvem hoje e nos próximos dias também. Aproveite para dar um impulso positivo a tudo que você desejar que traga resultados o mais rapidamente possível.

.

As pessoas que discordam são mais úteis para seu desenvolvimento em particular do que aquelas que sempre concordam, mas que nunca parecem guardar registro do que você fala. As discordâncias são úteis.

.

Por enquanto, pise em terreno seguro, não se aventure demais, ou pelo menos não se aventure de forma impulsiva. Veja bem onde pisa, pois as coisas tendem a mudar com velocidade maior do que a esperada.

.

Nesta vida mundana que nossa humanidade leva é mais fácil complicar-se do que transitar pelos caminhos sossegados e pacíficos com que todos sonhamos. Deve haver uma utilidade para isso, com certeza, não é?

.

Divida seus desejos para se organizar melhor e, assim, não se frustrar por querer muito, mas acabar fazendo pouco por falta de tempo. Divida seus desejos e coloque prioridades para ir se satisfazendo aos poucos.

.

Compartilhe suas inquietações mais íntimas, porém, você não precisa comentá-las em primeira pessoa se ainda não se sentir à vontade com isso. Você pode propor o tema como se fosse algo abstrato e distante.

.

Facilite tudo, irradie essa influência e comprovará o quanto o Universo devolve na mesma moeda, facilitando para você tudo que poderia eventualmente ser considerado tão difícil que sua alma temeria enfrentar.

.

Aja com absoluta discrição, pois essa será a única forma de fazer com que os assuntos importantes não encontrem obstáculos tão fortes que não seja possível levá-los à conclusão. A discrição é sua maior aliada agora.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

.

Anúncios

~ por arauto do futuro em fevereiro 26, 2012 domingo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s