DECISÕES COMPLEXAS.

DECISÕES COMPLEXAS.

Se um país declarar guerra a outro no Oriente Médio,

certamente o planeta inteiro será afetado negativamente por isso,

de onde surge o questionamento:

mesmo que esse país arvore argumentos

aparentemente nobres

e baseados em princípios de defesa e soberania,

serão esses suficientes para explicar o mal

que será posto em marcha?

A civilização não é mais a mesma de outrora e, por isso,

os princípios que serviam para a sustentação

e estruturação das nações se tornaram obsoletos,

para horror dos nacionalistas e conservadores.

Porém, há entre essas pessoas que se agarram

a princípios obsoletos seres humanos dignos e nobres,

o que torna o panorama com que todos devemos lidar

de extrema complexidade,

no qual não se pode lançar mão de maniqueísmo simplista

para tomar decisões.

.

O tempo não é adversário, mas aliado. Portanto, não siga os conselhos da ansiedade, que sugere o tempo ser inimigo de seus planos. Pelo contrário, o tempo é aliado e quanto mais passar, melhor será para você e seus planos.

.

Para começo de conversa, aceite a realidade e entenda que o panorama é complexo, não havendo como pretender que tudo esteja sob controle. Essa idéia seria um erro, uma forma de cantar derrota logo de início.

.

Quando os dilemas parecerem impossíveis de solucionar, recorra ao raciocínio que formula a verdadeira causa desse panorama. Tudo que provir de uma necessidade real deverá ter prioridade sobre o resto, que for artificial.

.

Pedir ajuda não significará você aceitar a derrota, mas encontrar formas inovadoras e criativas para entrar em campo e continuar se movimentando. A situação não é tão simples para ver nela apenas derrota ou vitória.

.

Nada tema, o que você sentir que precisa ser dito. Melhor dizê-lo, pois ainda que imediatamente isso crie uma situação constrangedora, isso será melhor a ter essas palavras entaladas em sua garganta.

.

Saber mais renova a energia e motiva a ação. Agora só falta você tomar a iniciativa e superar a fase de inércia. Essa é a parte mais árdua, porque não depende de circunstâncias, você fica com toda a responsabilidade.

.

Que alma entre o céu e a terra poderia sentir-se completamente segura? Certamente nenhuma, pois há verdadeiros animais entre os seres humanos, sempre à espreita para fazer mal aos inocentes que andam por aí.

.

Depois de atrever-se a tomar a atitude que causa tanto temor a você, perceberá que esse temor era todo imaginário, pois na prática a atitude concreta terá resolvido tudo com relativa facilidade. O temor é sempre ingênuo.

.

Você não precisa saber mais, você só precisa colocar em prática o que já sabe. Falta iniciativa, isso sim, pois esse é o assunto mais delicado, já que não depende de circunstâncias, mas de sua própria alma.

.

Melhor engolir logo algumas verdades duras para começar sua lenta e necessária digestão. Essa é uma necessidade imediata, pois com a velocidade que o mundo anda se transformando não vai dar para continuar protelando.

.

Fazer tudo direito num mundo completamente torto parece uma atitude que sempre será ingrata. Porém, a prática contradiz essa teoria, pois fazendo tudo direito você atrairá almas semelhantes e produzirá bem-estar.

.

O panorama futuro é muito mais complexo do que você imaginou, porém, não se pode pensar na alternativa de recuar. A partir de agora você deve seguir em frente e usar o seu potencial criativo para enfrentar tudo.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

.

Anúncios

~ por arauto do futuro em fevereiro 27, 2012 segunda-feira.

Uma resposta to “DECISÕES COMPLEXAS.”

  1. O problema é que não existe uma instância de poder global democrática e sábia o suficiente para equilibrar as tensões mundiais e impedir guerras catastróficas. A ONU, caso não fosse dominada pela OTAN e pelos EUA poderia ser tal instância.
    Gostaríamos dizer que passou da hora de romper com o nacionalismo e abraçar a identidade de cidadãos do mundo. Mas isso será impossível enquanto o mundo não aprender a respeitar as diferenças individuais, seja quando se trata de pessoas, culturas e nações, ou enquanto existirem fronteiras.
    Por enquanto, é melhor cuidar do próprio quintal e rebanho, porque o homem é ainda lobo do homem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s