A Perfeição

A Perfeição.

É proverbial afirmar que errar seja humano e que por isso tudo que produzirmos

seja fadado à imperfeição.

Tal afirmação só se sustenta através do conceito estatístico de normalidade,

já que as exceções acontecem também,

ao longo das eras sempre surgiram humanos capazes de produzir obras perfeitas,

as quais perduram e se encontram entre nós, sinalizando que somos imperfeitos

não pela nossa própria natureza e destino inerente,

mas porque somos preguiçosos e nos acomodamos na mediocridade estatística.

Produzir obras perfeitas dá mais trabalho, requer uma atitude de consagração e

sacrifício incompatível com nosso normal desejo de perder tempo nos consumindo

em atividades inúteis.

É possível que vidas e mais vidas transcorram nesse mesmo estado,

mas um dia, inevitavelmente,

todos realizaremos obras perfeitas.

.

Interessa saber como é que você vai consertar o estrago feito pelas palavras que nunca deveriam ter sido ditas. O conserto não seria voltar atrás, isso seria impossível, mas acomodar todo mundo na nova realidade.

.

As boas intenções de outrora não garantiram que tudo corresse bem. Essa é uma situação delicada que sua alma deve tratar com sabedoria, para não se tornar cínica nem tampouco permitir que isso amargue o coração.

.

As explicações não virão agora, pois a realidade é complexa demais para oferecê-las. Contudo, isso não significa que você deve paralisar toda ação, mas que deve continuar em frente sem saber se a ação é propícia.

.

Interesses diversos e incongruentes estão envolvidos neste momento da vida e, por isso, você não deve lutar contra os dilemas, esses nada fazem além do que refletir com fidelidade o que acontece.

.

A urgência somente vai complicar tudo neste momento, e provavelmente esse não seja seu intuito. Por isso, tente se conter um pouco mais, ainda que a contenção custe muito. Você vai gostar dos resultados.

.

Seria perfeito se a ajuda estivesse sempre disponível, porém, ainda está longe a hora em que nossa humanidade terá consciência de que nada daria certo sem assistência mútua. Essa ficha ainda vai cair.

.

Cuide para que a ajuda que você oferece agora não se converta no problema que afetará você no futuro. De vez em quando, a melhor ajuda que se pode oferecer a alguém é a de não lhe oferecer ajuda nenhuma.

.

Creia, é menos importante que suas manobras sejam bem-sucedidas do que você tomar a atitude de empreendê-las. Às vezes os resultados benéficos não se mostram imediatamente ou não se mostram do jeito esperado.

.

Fazer escolhas sensatas e racionais sempre significa deixar de lado o coração. À primeira vista pareceria ser bom agir assim, porém, no fim do dia você perceberá o verdadeiro custo de ter deixado de lado seu coração.

.

É necessário aprender a gostar de sapos, porque de vez em quando é imprescindível engoli-los e não emitir queixa nenhuma a es-se respeito. Isso não se faz com má vontade, porém, com a alma motivada pelo amor.

.

Buscar segurança neste momento seria buscar em vão o que a realidade não pode oferecer. Toda perspectiva de escolha inclui uma dose de risco e, por isso, seria melhor que você aceitasse como as coisas são.

.

Quando chegar a hora de perceber que não poderá atender a todos os detalhes sem pedir ajuda, então aceite a que lhe for oferecida sem titubear, porque é somente is-so que importa agora, que a ajuda seja oferecida e aceita.

.

Fonte: Quiroga.

.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins Sincronia.

.

.

Anúncios

~ por arauto do futuro em março 31, 2012 sábado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s