O RACIOCINIO INTENCIONAL

.

O raciocínio intencional

.

Ainda que pelo crescente número

de humanos se entregando à estupidez

e engrossando o coro da decadência

pareça surgir o panorama de que

os princípios eternos teriam

sido derrotados, um raciocínio

desses só poderia ser alimentado de

ignorância, porém, não daquela

que resulta de falta de estudo ou nutrientes,

mas da ignorância de assumir

conceitos equivocados e substituir os

princípios por esses. Algo assim

não acontece por efeito do

panorama de tolices que a humanidade

desenvolve, mas como resultado de

uma decisão íntima, a de se entregar

à estupidez e engrossar

o coro da decadência.

Nossa humanidade não é

o que lhe acontece, nossa humanidade

é o que faz com o que lhe acontece,

ou ainda há em sua alma

alguma dúvida a esse respeito?

.

É desnecessário incorrer em excessos para aliviar o peso e a tensão sofridos. Pequenos prazeres, aqueles que podem ser destilados de detalhes próximos e disponíveis, serão mais do que suficientes para provocar alívio.

.

As pessoas não se congregam naturalmente, o que é uma verdadeira pena e falta de boa fortuna, pois tudo que de bom poderia acontecer só resultaria de uma boa congregação, onde os laços de cooperação mútua fossem fortes.

.

Tudo não deve estar bem apenas nas palavras, essas são muito voláteis e as pessoas não andam dando o devido valor aos princípios que as sustentam. Tudo deve ir além das palavras para ser considerado nos trilhos.

.

Entre saber o que precisa ser feito e fazê-lo há uma terra de ninguém onde reina o livre-arbítrio. Nessa dimensão, o efeito do impulso do conhecimento pode ser distorcido a ponto de nada vir a acontecer.

.

O progresso alheio será seu progresso em particular também. Essa é a fórmula perfeita mediante a qual a Vida graciosa se distribui e multiplica. Raramente as pessoas a colocam em marcha, normalmente fazem o contrário.

.

Cuidado, as pessoas podem se entusiasmar pelo objetivo errado, mas enquanto entusiasmadas, tudo parecerá lindo e maravilhoso, daí a advertência. Neste momento, trate com sabedoria todo impulso entusiasta.

.

Há coisas que incomodam, sendo essas tão fortes quanto outras, que provocam regozijo. Todas, porém, são silenciosas e atuam por trás dos bastidores e, por enquanto, melhor será que você mantenha as coisas nesse estado.

.

Nada precisa ser perfeito, mas deveria haver um aprimoramento constante para respeitar a vida de sua vida, a glória de sua alma. Não é digno fazer as coisas de forma desleixada e sem importar-se com as consequências.

.

É sábio quem não se lamenta pelos ignorantes nem tampouco pelos de grande progresso se regozija, mas, mantendo a equanimidade, enxerga o espírito cósmico de vida em todas as coisas e em todas as pessoas.

.

Melhor fazer tudo que tem em mente da forma mais organizada possível, sem atropelos, sem ansiedade, essa péssima conselheira que sempre sugere andar mais rápido, quando na prática você deveria fazer o contrário.

.

Promessas de mundos e fundos são dignas de entusiasmo, e uma virtude dessas nunca deve ser rejeitada. Porém, se o entusiasmo servir para agir de forma imprudente, então será melhor rever essas promessas e desconfiar delas.

.

É muita coisa para se administrar! E ainda por cima é muita coisa pequena, porque se fosse coisa grandiosa, a sua alma já era a primeira da fila para fazer o necessário. Aprenda a amar esses pequenos detalhes.

.

.

http://www.estadao.com.br/horoscopo/

http://www.facebook.com/astroquiroga

Anúncios

~ por arauto do futuro em outubro 16, 2012 terça-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s