PENSAR COM AMOR.

•dezembro 5, 2011 segunda-feira • Deixe um comentário

PENSAR COM AMOR.

Não é surpreendente que uma boa parcela da humanidade

despreze seus semelhantes e prefira os animais,

que considera mais confiáveis e amorosos.

Porém, essa é uma ideação produto do rigor lógico,

desprovida de amor.

Pensar com amor é considerar que tudo e todos

nascemos no Espírito Universal,

no qual estamos arraigados,

nos movimentamos e experimentamos ser.

Pensar com amor é aceitar

que tanto os seres que apreciamos quanto os que desprezamos,

todos juntos compomos um único e colossal corpo cósmico.

Na prática parece muito nobre dedicar-se

ao cuidado dos animais,

mas se isso for feito em detrimento do imprescindível cuidado

que temos de ter para com nossa própria espécie,

então a nobreza será apenas uma máscara da hipocrisia.

Nossa principal obrigação é para com nossa espécie.

.

Organize seus sentimentos, melhor isso do que precipitar-se a relacionamentos porque o interior está bagunçado e haveria a esperança de que se relacionando tudo melhoraria. Não vai melhorar! Organize seus sentimentos.

.

Prefira fazer o que for necessário, atendo-se às tarefas simples e objetivas do dia a dia. Deixe para outro momento os grandes e necessários voos, para quando houver melhores condições para se aventurar.

.

Amizade é o relacionamento perfeito, porque não há desejo envolvido, apenas o que é fundamental, o reconhecimento mútuo e a inerente necessidade de fazer o possível para que o outro desfrute de bem-estar.

.

Satisfazer uma vontade pela mera vontade de satisfazê-la, eis uma experiência eminentemente humana! Você anda às voltas com uma dessas e nada será forte o suficiente para barrar o caminho. É só cumprir a própria vontade.

.

Pensar demais só pode ser resultado de sua alma ter se deparado com situações que não pode solucionar ou superar imediatamente, dada a quantidade de ingredientes contraditórios que fazem parte dessas.

.

Sabe aquelas conversas difíceis que foram proteladas indefinidamente? Talvez este seja um bom momento para retomá-las, pois imediatamente seriam facilitadas e você deixaria para trás o temor delas definitivamente.

.

Ainda que sua alma esteja grávida de idéias e esperanças, no momento será melhor manter uma postura objetiva e concreta, cortando despesas exageradas e enxugando tudo para melhor servir aos objetivos essenciais.

.

Às vezes é melhor tomar mais cuidado com o bem-estar desfrutado interiormente do que com o mal-estar. É que quando a alma se sente bem demais acaba sendo tentada a cometer alguns atos de duvidosa reputação.

.

Desfrutar de sossego e bem-estar é imprescindível, principalmente quando a vida se torna complicada e a alma não sabe que decisões tomar. Se esses momentos são escassos, mais importante ainda é desfrutá-los.

.

O conhecimento é uma aventura que nem todas as pessoas estão dispostas a empreender. Acontece que muitas delas preferem permanecer na santa e confortável ignorância que lhes garante estabilidade e proteção.

.

Você reconhecerá o verdadeiro amigo quando estiver prestes a cometer uma insanidade e, enquanto a maioria das pessoas entrar na sua conversa e apoiar você, esse verdadeiro amigo se insurgirá e oporá com firmeza.

.

Você reconhecerá o verdadeiro amigo quando estiver prestes a cometer uma insanidade e, enquanto a maioria das pessoas entrar na sua conversa e apoiar você, esse verdadeiro amigo se insurgirá e oporá com firmeza.

.

A oportunidade mais importante que é disponível consiste em atender pequenos assuntos que organizariam melhor os grandes empreendimentos. Por isso, menos idéias e mais trabalho concreto e objetivo!

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

 

A IRRITAÇÃO.

•dezembro 4, 2011 domingo • Deixe um comentário

A IRRITAÇÃO.

A irritação é um fogo fátuo

que convence os tolos de ter legítimo direito

de punir seus semelhantes.

Agora a irritação circula à solta

e como nossa humanidade é chegada a uma dimensão sombria,

haja vista a admiração que cultiva em relação

a vampiros e outros monstrengos,

é de se esperar aquele show de intimidações

desempenhado atrás dos volantes dos carros

ou nas opiniões grosseiras publicadas na Internet.

Está certo, na democracia todos devem ter voz e opinião,

mas a dos irritados, que são os que mais publicam na Internet,

é a voz que tem a pretensão de calar todas as outras vozes,

a anti-democracia.

Hoje não vai dar para solucionar esse assunto,

melhor usar o antídoto da tolerância

para passar o mais rapidamente possível por ele.

.

Quando os ânimos esquentam, os humanos se esquecem de sua verdadeira natureza, que não os obriga a reagir como se fossem animais sem escolha, sempre poderiam refletir sobre os acontecimentos e decidir o que fazer.

.

O bem-estar nunca resultará da compra de novos objetos, ou você se esqueceu de toda a manutenção que sempre vem junto aos novos objetos? Melhor você buscar conquistar um bem-estar independente de objetos materiais.

.

Permita que as pessoas cometam os erros que de todo modo cometerão, pois se você intervir com a boa vontade de acertar o rumo, correrá o risco de ver sua alma se converter na culpada de todos os males.

.

Será difícil conter os impulsos e não reagir agressivamente. Porém, por trás dessa dificuldade acena sua natureza humana, inteligente o suficiente para questionar a inevitabilidade dessas reações.

.

É inevitável que um dia você tenha de rever os conceitos com que normalmente julgaria os acontecimentos e pessoas. Tudo muda, inclusive o que aparentemente não deveria mudar. Todo conceito pode ser melhorado.

.

Ainda que alguns temas façam você se animar para discuti-los, as coisas andam tão estranhas e imprevisíveis que será melhor adotar uma postura mais distante e discreta. Tudo pode degringolar em discussão agressiva.

.

Ainda que tudo pareça pressionar para que você reaja com urgência, você fará melhor questionando as razões dessa pressão e sustentando uma postura mais inteligente perante as circunstâncias e pessoas.

.

Ocultar a incerteza sob uma máscara de certezas tolas acabará fazendo você se sintonizar com uma onda agressiva que circula à solta por aí. Melhor você assumir essa dose de incerteza para que motive atitudes mais sábias.

.

Ninguém poderia tomar decisões com a mente embotada pelas incertezas. Porém, as coisas andam estranhas o suficiente para que sua alma tenha de tomar as decisões nesse estado de coisas, sem ter certeza de nada.

.

Certamente, haverá momentos que exigirão rapidez de sua parte, mas esse não é o caso atual. Reagir aos acontecimentos não seria sábio, mas precipitado. Permita que o tempo ajude você a amadurecer as atitudes.

.

A solidão será sua melhor companheira neste momento, pois nesse estado você evitará ter de ouvir opiniões incompatíveis com a realidade. As pessoas não medem palavras, mas raramente emitem opiniões sábias.

.

Seria inútil tentar compreender as razões que levaram certas pessoas a agirem de forma contrária aos interesses que deveriam defender. Melhor passar por isso o mais rapidamente possível sem tentar entender nada.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

O FOGO FÁTUO.

•dezembro 3, 2011 sábado • Deixe um comentário

O FOGO FÁTUO.

Lua quarto crescente de Peixes será Vazia o dia inteiro.

As pessoas agressivas

que se exercitam continuamente na intimidação

e aproveitam os instrumentos de poder disponíveis,

como carros e publicação de opiniões infundadas na Internet,

são de natureza vaidosa, oca e insossa,

pois se parassem por um momento para pensar

antes de agir assim,

veriam a si mesmas cometendo atos ignorantes.

Porém, quem é tomado por essa força agressiva

se acha na crista da onda,

detentor do argumento definitivo para julgar,

condenar e enforcar sua vítima do momento,

que pode ser qualquer uma.

Neste momento de Lua Vazia esta onda da civilização

fica ainda mais escancarada e numerosa,

o que resulta num paradoxo,

pois com tanto ser humano oco e agressivo por aí

vai acabar faltando vítima.

Quem quiser sair dessa

que se convença de a irritação ser apenas um fogo fátuo.

.

Você decidirá se a briga vale a pena ou não, pois não será inevitável envolver-se nela, tudo poderá ser decidido. É assim no mundo humano, não é inevitável reagir, tudo pode ser questionado e decidido.

.

Querer muito algo ou alguém não é o mesmo que ser propício se lançar na direção dessas conquistas. Pode ser que o momento seja apenas o de desejar, mas não o de conseguir realizar o que se deseja. Pense nisso.

.

No meio de tanta coisa acontecendo e porque as pessoas não reconhecem o estado desorientado em que se encontram, será fácil testemunhar atitudes precipitadas. Melhor não intervir ainda para consertar nada.

.

É desnecessário reagir ainda que a situação ameace sua dignidade. Acontece que a reação seria uma emenda pior que o soneto, já que você acabaria criando a aparência de ter sido a alma culpada pelos acontecimentos.

.

Este é um momento difícil para os relacionamentos, pois a discórdia tende a imperar sobre a razão. Por enquanto será melhor você não se desgastar tentando consertar a situação, pois o tiro pode sair pela culatra.

.

Este fim de ano certamente será diferente de todos os outros, inclusive porque apesar de que matematicamente esse já estar em andamento, o espírito que deveria tomar conta das pessoas por enquanto brilha pela ausência.

.

Nada deve ser tão urgente quanto parece, as pessoas que pressionam você para tomar decisões ou reagir são as mesmas que desaparecerão e se fingirão de mortas se os resultados da urgência não forem positivos.

.

No mundo humano civilizado, moderno e sofisticado, seria impossível confessar que a mente anda tomada de incertezas e que por isso não seria possível tomar decisão alguma. As pessoas se ocultam sob certezas tolas.

.

É importante ter algumas certezas, porém, neste momento é mais importante ainda você compreender que atualmente as certezas têm um tempo de vida mais curto do que o normal, o que as torna parecidas com as dúvidas.

.

Será difícil não se contaminar com a onda de urgência que tomou conta da alma de nossa humanidade. Todo mundo acha que deve acelerar e por isso acaba tomando atitudes precipitadas e imaturas. Melhor evitar isso.

.

Normalmente você pediria opiniões e as apreciaria, mas considere que este momento é diferente de todos os outros. A diferença consiste em ser necessário lidar com seus dilemas no silêncio solitário da alma.

.

Há lutas que para ser ganhas requerem a coragem de se retirar do campo de batalha. É o caso da atualidade, se você enfrentasse a mesquinharia, certamente acabaria alimentando-a a fortalecendo-a com suas reações.

.

 

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A DINÂMICA DAS AGRESSÕES.

•dezembro 2, 2011 sexta-feira • Deixe um comentário

A DINÂMICA DAS AGRESSÕES.

Por trás de toda pessoa agressiva há uma criança assustada.

Agredir, violentar, insultar, intimidar,

todas são práticas cotidianas de nossa humanidade

que ignora o real princípio de vida que a anima.

Essas práticas são ainda mais acentuadas

quando nossa humanidade se pensa anônima,

como quando dirige seus carros

ou publica opiniões

em blogs e meios de comunicação na Internet.

Os humanos selvagens agressivos,

que não passam de crianças assustadas,

sempre partem do princípio de que seus semelhantes

estão errados e são motivados por péssimas intenções,

pois só assim seria possível legitimar a violência

que eles e elas perpetram.

Porém, como são crianças são os primeiros

a choramingar quando alguma agressão lhes é dirigida.

.

O ânimo briguento que circula por aí pode eventualmente bater na sua porta e aí você terá de decidir se vale ou não a pena se envolver nessa onda. Brigar por uma boa causa é legítimo, mas isso é raro acontecer.

.

A imprudência nunca é motivada por idéias tolas, as pessoas cometem atos imprudentes convencidas de ter a razão de seu lado. Por isso, sempre será sábio questionar suas certezas antes de virarem imprudências.

.

As pessoas andam muito nervosas e nem sequer reconhecem o estado de ânimo que tomou conta delas. Trate isso com cuidado, pois qualquer deslize pode converter sua alma na culpada principal pelo nervosismo delas.

.

As razões que motivariam você a tomar atitudes agressivas devem ser questionadas, pois é real a possibilidade de que sejam tolas e desproporcionais. Use sua inteligência, honre sua humanidade, não reaja.

.

As atitudes que muitas pessoas andam tomando parecem ameaçar seus princípios, mas será melhor não reagir ainda. Será melhor você protelar a atitude que normalmente tomaria até ter certeza do acontecimento.

.

A essa altura do ano já deveriam soprar ventos leves e alegres, com todas as pessoas se imbuindo do espírito natalino e confraternizando. Porém, as coisas andam estranhas ao ponto de não parecer fim de ano.

.

As ameaças são explícitas e requerem resposta. Porém, resposta não é reação, a resposta é uma maneira ordenada de agir que resulta de profunda reflexão. Por isso, evite a precipitação e modere o ânimo.

.

Desconfie das pessoas que se acham na crista da onda e que arvoram certezas inamovíveis. Essas pessoas, na melhor das hipóteses, estão enganadas, porém, na pior das hipóteses, são motivadas por péssimas intenções.

.

As certezas se tornaram tão fugazes e transitórias que atualmente se parecem todas com dúvidas. Normalmente as certezas são transitórias, mas duram o suficiente para parecerem estáveis. Isso não é assim atualmente.

.

Saiba que é inútil tentar fazer dar certo em pouco tempo o que levaria anos para amadurecer. Considere que o tempo é seu aliado e não seu inimigo, isso evitará que você se contamine com a onda vigente de precipitações.

.

Tudo que considerar mais importante neste momento de sua vida deve ser desempenhado e processado na mais absoluta discrição. Isso evitará atrair atenção indesejada e ouvir opiniões que em nada ajudariam você.

.

Saiba que será melhor não enfrentar a mesquinharia, pois essa onda se alimentaria do confronto e você veria suas razões enfraquecidas. Melhor deixar passar ainda que isso pareça a coisa mais difícil do mundo.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A FORÇA DO HÁBITO.

•dezembro 1, 2011 quinta-feira • Deixe um comentário

A FORÇA DO HÁBITO.

Lua será Vazia das 9h28 até 12h46, horário de verão de Brasília.

Certamente, nossa humanidade

presta atenção exagerada a assuntos

que não têm a mínima importância

ao passo que desatende o que é vital

para sua busca de progresso e felicidade.

Esse é o estado de embotamento

que se dissemina com total liberdade em nossa civilização,

essa mesma que se gaba de moderna e sofisticada.

Por isso, em dias como hoje

em que a ordem cósmica dispõe elementos suficientes

para se criarem rupturas radicais

que coloquem a civilização num caminho

ascendente e progressivo,

na prática pode acontecer exatamente o contrário,

as pessoas pisarem na jaca e adotarem posturas

meramente destrutivas e promotoras de decadência.

A força do hábito cria o caráter de nossa humanidade

e desse resulta o mistério que chamamos destino.

.

Tentar levar uma vida certinha, com tudo o que isso acarreta, não exclui a perspectiva de você se divertir com leveza e despreocupação. A culpa não deve contaminar essa leveza, divertir-se é um direito inalienável.

.

A vitalidade não pode ser estocada, depende de dinamismo. Por isso, trate seu corpo físico para habilitá-lo a cumprir as tarefas que estejam sob sua responsabilidades e nada além disso. O excesso é pernicioso.

.

As pessoas andam nervosas e motivadas por um senso de urgência que nem elas mesmas conseguem explicar. Essa história de fim de mundo calou fundo na alma humana, mesmo na das pessoas que afirmam tudo isso ser bobagem.

.

Nunca vai valer tudo para você satisfazer algum desejo em particular. Sempre será necessário prestar atenção às tarefas e obrigações e seguir pelo senso do dever. Se sobrar tempo, então satisfaça o desejo.

.

Seja mais do que as circunstâncias! Estime sua força de vontade, mas não cometa a burrice de impô-la a quem se aventurar a lhe fazer oposição. Ser mais do que as circunstâncias pode significar se submeter a elas.

.

Se os assuntos alheios adquirem maior relevância que os seus, em vez de sua alma se sentir deslocada seria sábio aproveitar a situação para dar uma trégua à ansiedade e luzir a boa vontade de ajudar os outros.

.

Inúmeros assuntos exigem sua atenção e administração, mas provavelmente não são os que você realmente desejaria atender. Não importa, você não perderá tempo atendendo às necessidades e protelando os desejos.

.

É desnecessário gastar além da conta para demonstrar poder e infundir respeito. Em primeiro lugar, você não precisa demonstrar nada a ninguém e, em segundo, faça gastos elevados só se for realmente necessário.

.

Por trás dos bastidores dessa aparência que insiste em sustentar a normalidade se processam assuntos de enorme relevância, tanta que seriam considerados absurdos e inacreditáveis se fossem noticiados.

.

Assustar-se com as notícias produzidas pelo mundo é muito fácil, porém, entender o que está por trás dessas requer um esforço intelectual que nem todas as pessoas estão dispostas a empreender. É necessário.

.

O temor de enfrentar os assuntos difíceis que ocorrem perto de você e de forma íntima deve ser superado o quanto antes, inclusive porque enfrentando essas situações você perceberá que não eram tão temíveis assim.

.

A paz e sossego que com tanta dificuldade foram conquistados estão agora às voltas com seu fim, justamente porque não se pode estacionar por tempo demais na vida, é necessário seguir em frente e conquistar.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

DE VAMPIROS E OUTROS MONSTRENGOS.

•novembro 30, 2011 quarta-feira • 2 Comentários

DE VAMPIROS

E OUTROS MONSTRENGOS.

É inegável que nossa humanidade

é chegada a uma dimensão sombria,

haja vista o sucesso que fazem filmes e histórias

de vampiros e outros monstrengos.

Nossa humanidade se sente mais familiarizada

e à vontade com o que essas histórias lhe transmitem,

reconhece sem necessidade de confessar

que vê a si mesma nessa dinâmica.

Por trás dessa admiração reside a cobiça e a sede de poder,

as manchas que rebaixam nossa humanidade

de um estado sublime ao nível de monstrengo.

Quem se convence de um vampiro ser poderoso

não atenta ao fato de sua escravidão ao sangue.

Que tipo de poder é esse que escraviza?

A cobiça e a sede de poder são as sombras distorcidas

do verdadeiro alvo de busca de nossa humanidade,

o avesso impossível de enxergar

enquanto a mancha produzida pela cobiça e sede de poder

não for purificada.

.

Levar uma vida excessivamente certinha num mundo absolutamente errado é uma incongruência difícil de sustentar. Só com muita sabedoria e capacidade de administrar os acontecimentos isso se faz possível.

.

O excesso de vitalidade pode ser tão pernicioso quanto a falta dessa. Busque apenas o nível de vitalidade que você realmente precise para desempenhar com sucesso as tarefas que estejam sob sua responsabilidade.

.

O poder é imaginado como a dimensão que elevaria o humano a um patamar inatingível mediante o qual o resto do mundo passaria a servi-lo. Na prática, quem tiver mais poder deve servir o resto do mundo com mais afinco.

.

Nos momentos em que os desejos urgem por satisfação a alma inteligente se mune de argumentos para explicar a racionalidade da situação. Porém, na prática nada há de racional nela, há apenas a precipitação.

.

É importante fazer diariamente o árduo exercício de distinguir a força da necessidade do império do desejo, pois nem sempre será bom agir de acordo com o desejo, às vezes será melhor fazer o necessário.

.

Veja com bons olhos que as pessoas ocupem mais espaço e tomem seu tempo. Você não perde nada com isso a despeito de pensar que talvez pudesse se dedicar a assuntos particulares que pareceriam mais desejáveis.

.

Perder tempo com assuntos que não têm valor algum e negligenciar os que deveriam merecer toda sua atenção, eis o sintoma típico de embotamento civilizado. Cuide para superar esse sintoma quando o perceber.

.

Envolver-se nos acontecimentos com garra e coração será sempre uma atitude arriscada, mas seria impossível progredir sem esse risco. Você se encontra agora às voltas com esse dilema, proteger o conquistado ou avançar?

.

Nada é leve, tudo ressoa com transcendência fora do comum, inclusive os assuntos que de tão corriqueiros deveriam passar despercebidos. Isso deve dar a você a dimensão do que se encontra em andamento.

.

Dependendo das perspectivas traçadas pelas notícias que o mundo produz atualmente, a história do fim do mundo parece a cada dia mais real. Contudo, se houver um fim vindo por aí é porque atrás desse há um novo começo.

.

O valor do otimismo piegas e ingênuo é nulo e, inclusive, pode ser contraproducente. Há, porém, outro tipo de otimismo, um que se assenta sobre bases mais realistas e que sobrevive a verdades duras e cruas.

.

Para que colocar limites ao progresso? Por pura e sábia prudência? Pareceria sensato estipular limites sobre esses argumentos, mas na prática a teoria é outra, sempre! A alma não quer saber de limite nenhum.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

AS TAREFAS.

•novembro 29, 2011 terça-feira • Deixe um comentário

AS TAREFAS.

O tempo que você gastar com enfado e aborrecimento

porque não aprecia as tarefas que desempenha

será o tempo que cimentará sua relação com essas tarefas.

Com o tempo e pela força do hábito

se criarão grilhões subjetivos

e você se convencerá de a vida ser injusta

por não lhe brindar com a felicidade imaginada.

A única coisa injusta nessa dinâmica

é o pensamento de a vida ser injusta,

pois para ela tudo é necessário

e não faz distinção entre tarefas

que pareçam importantes e outras que sejam banais.

O trabalho braçal não é menos importante que o intelectual,

que por sua vez se gaba de superior,

mas não é mais valioso do que o artístico

e nem os três anteriores estão num patamar mais elevado

que o trabalho religioso.

Todas as tarefas e todas as pessoas

que as desempenham cumprem um papel

no somatório cósmico.

.

Os mais recônditos desejos, aqueles que por puro pudor você nunca confessaria a ninguém, andam fazendo pressão para manifestar-se. Essa pressão causa inquietação e pode eventualmente promover atitudes nada sensatas.

.

Encarar com enfado as tarefas inevitáveis seria a melhor maneira de ter de repeti-las depois, agregado a isso o peso que viria com a irritação. Melhor dedicar-se com afinco a resolver os problemas e seguir em frente.

.

Se você conseguir dominar seus impulsos, seus pensamentos e desejos, então será a melhor pessoa do mundo, ninguém poderá superar sua presença. Enquanto isso, continuará tendo delírios de poder e nada mais.

.

Nada de se precipitar na direção de seus palpites, o tempo atual é complexo e enganaria até as almas mais inteligentes e lúcidas. Por isso, melhor deixar passar um pouco de tempo e amadurecer melhor os desejos.

.

Pense que nem tudo que você deseja é realmente necessário e urgente. Por isso, em vez de se orientar, como normalmente faria, pela natureza dos desejos, dessa vez prefira agir de acordo com a necessidade.

.

Sua alma não está sendo excluída nem diminuída, mas momentaneamente terá de fazer o supremo esforço de conceder mais espaço aos dramas e sucessos das pessoas próximas. Agora elas têm maior relevância.

.

Cuide para se focar em apenas algumas dentre todas as possibilidades que se apresentaram. Evitar a dispersão será a forma mais árdua de lidar com a realidade, porém, a mais eficiente e produtiva de todas.

.

Celebrar é necessário, mas de uma forma que não coloque em risco o motivo da celebração. Ou seja, cuide para que sua reputação não esteja em perigo quando você for celebrar alguma conquista. Isso é fundamental.

.

A felicidade não pode depender de festividades de fim de ano, precisa ser um exercício constante e independente de datas comemorativas. Só assim você descobrirá a maneira de evitar a ansiedade generalizada.

.

As notícias são alarmantes, desenham perspectivas aparentemente impossíveis de superar, quanto mais de suportar. Porém, a vida é maior do que as notícias, a vida não se reduz a essas, brinda com graças e crescimento a todos.

.

A dureza de certos acontecimentos joga por terra o otimismo, mas não o anula, apenas o reconduz a um caminho mais realista. Há um otimismo piegas e ingênuo que deve ser substituído por outro, com mais fundamento.

.

Nunca haverá limites para a imaginação. Considerando que é dela que surge a vontade de progredir, então você deve perceber que independente de quanto você tiver progredido, sempre a alma buscará mais e mais.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.