O ANO EM QUE O MUNDO (NÃO) ACABARÁ.

•janeiro 1, 2012 domingo • 2 Comentários

O ANO

EM QUE O MUNDO

(NÃO) ACABARÁ.

.
Eis o alvorecer do ano em que o mundo (não) acabará,

porque a criação do Altíssimo é eterna,

a matéria é indestrutível

e nosso destino é irrevogável,

nós, seus filhos, nos compreenderemos eternos.

Nossas criações é que são temporárias,

porque imperfeitas,

é melhor lidar com isso da maneira mais sábia possível,

para não cometer o equívoco de nos agarrar

a formas que precisam passar e dar lugar a outras.

Vivemos tempos perigosos,

nossa civilização é tentada a voltar atrás

e reverenciar ditadores e sistemas despóticos.

A graça do Altíssimo nos protege

enquanto nós protegermos sua graça,

se nos afastarmos do caminho seremos destruídos.

É em momentos como o atual

que reaparece o divino mensageiro

a nos brindar com instrução

para que lidemos com a realidade

que nós mesmos inventamos

com sabedoria e elevação.

.

Águas passadas devem ser passadas mesmo, não é necessário temer o retorno delas. Muitas outras águas circularão pelo seu coração e mente, por isso nada tema, abra os braços e dê a bem-vinda à Vida, que é eterna.

.

A generosidade com que tratar todas as pessoas, próximas e distantes, será a única proteção real e verdadeira com que você poderá contar. Nunca permita que o cinismo do mundo material contamine seu coração.

.

A força de vontade posta em ação é o cerne de seu destino. Na prática, isso significa que, independente de as circunstâncias favorecerem ou contrariarem sua vontade, essa deverá prevalecer por obra e graça de si própria.

.

Tudo pode e deve ser melhorado, velhas desavenças precisam ser superadas e anuladas para isso acontecer. Você sabe que nada disso se desenvolveria automaticamente, que tudo precisa de boa vontade e empenho, ou não? .

.

Se tudo tende a dar mais trabalho que de costume, entenda isso como o bom sinal de que os grandes objetivos que você anseia conquistar se encontram mais próximos e disponíveis. Boa vontade será tudo neste ano!

.

Tudo e muito mais! Você não deve ceder ao temor de que o futuro não brinde com as necessárias circunstâncias para você realizar seus desejos, esse receio é contraproducente. Insista, seu empenho será tudo no caminho.

.

A maior aventura no mundo humano é relacionar-se, pois nunca será possível prever o curso de nenhum relacionamento, já que todos são feitos de pessoas que são livres para mudar de rumo a qualquer momento.

.

Faça amizade com as situações complicadas, porque é delas que sua alma retira força e sabedoria para continuar brilhando e emitindo influência inteligente. Se tudo fosse simples, certamente você complicaria.

.

O caminho seguro desapareceu, mas surgiu um vasto panorama de aventuras que faz ressuscitar sua louca vontade de abraçar a vida e experimentá-la com fervor e intensidade. Que mais você poderia desejar da vida?

.

Nada mais nem nada menos do que escolher que desejos realizar e quais rejeitar marcará seus passos durante o ano que começa agora. Essa tarefa não é fácil, porém, uma vez empreendida demonstra ser doce como o néctar.

.

Considere que você não está neste planeta para ser uma alma adequada, mas criativa. Por isso, quando as regras dominantes não servirem aos seus intuitos, não tema subvertê-las, mas que os objetivos sejam nobres.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

2011-2012

•dezembro 31, 2011 sábado • Deixe um comentário

*

2011 – 2012

*

É propício celebrar o fim de 2011,

pois nunca antes na história desse mundo

houve tanta insanidade manifesta.

É propício celebrar também o advento de 2012,

pois mesmo que o mundo não acabe, como anunciado,

pensar no fim torna as atitudes mais verdadeiras.

É como pensar na própria morte,

se soubéssemos lidar com ela de forma mais sábia,

certamente aproveitaríamos nosso tempo com mais intensidade.

Há, no entanto, motivo de sobra

para agir com cautela neste Réveillon,

nossa humanidade não anda bem da cabeça

nem tampouco consegue ter contato com seu coração,

o que traz como resultado

manifestações despudoradas de brutalidade egoísta.

É assim que

o que poderia ser mera congregação de humanos

se transforma facilmente em hordas de vândalos à solta.

.

A estupidez que circula à solta por aí, sempre provinda de algum ser humano, não deve contaminar seu humor. Para isso será necessário você ficar na sua e não se deixar importunar com atitudes mal humoradas.

.

Que as outras pessoas se comportem como animais deve ser mais uma razão para você agir de forma completamente diferente. A onda brutal e estúpida anda crescendo e num dia como hoje se torna muito perigosa.

.

A estupidez que circula à solta por aí, sempre provinda de algum ser humano, não deve contaminar seu humor. Para isso será necessário você ficar na sua e não se deixar importunar com atitudes mal humoradas.

.

Difícil encontrar paz e sossego, as circunstâncias não ajudam nesse sentido. Porém, seu estado de ânimo não é produto das circunstâncias, tem raízes muito mais profundas, é um estado da alma, é um estado interior.

.

Fique na sua, cuide bem de sua alma, em vez de reagir às grosserias que circularão à solta por aí tente se acalmar e renunciar a tomar atitudes em relação a essas. A divina indiferença será mais eficiente.

.

Entre o divertimento e o cumprimento das tarefas, fique com os dois. Sobra tempo para tudo, se por acaso não parecer que há suficiente disponível, saiba que isso é o que a ansiedade pretende fazer parecer.

.

Tudo poderia ser aprazível e divertido, não fosse o clima tenso e disparatado que circula à solta por aí. Realmente, onde houver humanos haverá também o perigo de pequenas coisas provocarem reações estúpidas.

.

O descontentamento geral não é adequado à data de hoje, mas circula com força total. Há ensinamentos importantes que podem ser destilados dessa incongruência, mas que só serão compreendidos ao longo do tempo.

.

Diante das mesmas circunstâncias que provocariam irritação você poderia reagir com bom humor. Assim comprovaria que os estados de ânimo não são provocados pelas circunstâncias, mas são decididos interiormente.

.

O estado de agitação poderia ser divertido se não fosse irritante. Há excesso de tudo, mas principalmente de egoísmo e só esse pode tornar a convivência com outros seres humanos absolutamente insuportável.

.

Ainda que você ouça palavras que magoem, ignore-as. Nada disso merece sua atenção neste momento, você pode simplesmente enxergar além e não se dignar a conceder o mínimo de atenção a essa condição irrelevante.

.

Fique dentro do planejado, não invente nada, pois no momento atual e sob as condições reinantes isso significaria apenas complicar-se além do necessário. Essa seria uma opção, mas evidentemente não é a única.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

ADVERTÊNCIA.

•dezembro 30, 2011 sexta-feira • Deixe um comentário

ADVERTÊNCIA.

Lua será Vazia das 11h39 de hoje até 7h49 de amanhã, horário de verão de Brasília.

Para você,

que é uma alma que anseia por um mundo melhor,

vai dirigida esta advertência:

depois de um ano insano não se pode esperar nada

além de insanidade deste Réveillon.

Se por acaso, com a maior das boas expectativas

e com a alma munida de excelente disposição,

você está prestes a embarcar numa viagem

por qualquer meio de transporte

para atingir um destino onde supostamente

deveria acontecer festa e descanso,

considere que a coisa não está boa

nem há mínima harmonia que proteja você

contra a intensa onda de estupidez egoísta

que assola os lugares abarrotados

onde se aglomeram os humanos.

Todas as possíveis brutalidades que o egoísmo alimenta

devem ser demonstradas neste curto espaço

até a madrugada do primeiro dia de 2012.

.

Você perceberá que os ânimos andam bastante exaltados e neste caso não no bom sentido. Por isso, melhor não se envolver em disputas nem tampouco se deixar importunar pelo excesso de impaciência que circula por aí.

.

Você não precisa nem deve competir desenfreadamente para garantir o que de qualquer forma seria seu, é melhor não abrir a porta desse lado animal que há em todo humano porque nada é propício a esse comportamento.

.

Melhor não se envolver em mesquinharias, deixe que as pessoas cometam grosserias sem intimidar-se com essas atitudes nem tampouco sentir que deve responder à altura. Ignorar o acontecimento será mais eficiente.

.

O nervosismo só vai piorar se você ficar buscando culpados para esse estado de ânimo. Certamente, as condições não são das mais propícias possíveis, mas sem nervosismo tudo poderia ser vivido com alegria e bom humor.

.

Em certa medida sempre será importante reagir à estupidez para anulá-la. Porém, no momento atual toda reação alimentaria ainda mais essa onda estúpida que circula à solta por aí. Melhor aquietar-se e ignorar.

.

Trate as tarefas que necessariamente devem ser cumpridas com carinho e consideração, evite cair no conto da ansiedade, que sugere ser tudo perda de tempo e que essas atrapalhariam o divertimento disponível.

.

Qualquer pequena discussão degringolaria em quebra-pau exagerado, desproporcional às razões que o legitimariam. Assim são os humanos, se agarram sempre a razões torpes para colocar em marcha a estupidez.

.

Tentar ajudar pessoas irritadas é uma tarefa ingrata, porque elas querem sentir-se mal, elas pretendem convencer o mundo de que a ira delas é justa e que todos deveriam seguir seus passos. Porém, vale a pena tentar.

.

Vão sobrar motivos para se irritar, mas em última instância isso será resultado de você se permitir mergulhar nesse estado de ânimo. Perante as mesmas circunstâncias, você poderia reagir com bom humor.

.

O ambiente está nervoso, agitado e desvairado, mas não no bom sentido. Por isso é aconselhável ter cuidado redobrado, especialmente quando você perceber que sua alma está ansiosa demais para ver algum desejo realizado.

.

O nervosismo só vai piorar se você ficar buscando culpados para esse estado de ânimo. Certamente, as condições não são das mais propícias possíveis, mas sem nervosismo tudo poderia ser vivido com alegria e bom humor.

.

Ao reagir para não ter de levar desaforo para casa, na verdade você apenas alimentaria a situação injusta. Dessa vez será muito melhor engolir o desaforo do que tentar consertá-lo, pois isso seria contraproducente.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

O INFERNO SOMOS NÓS.

•dezembro 29, 2011 quinta-feira • Deixe um comentário

O INFERNO SOMOS NÓS.

Sartre estava errado,

o inferno não são os outros,

somos nós mesmos.

Aqueles fantasmas que misteriosamente chamamos

de “outros”

são representações de nós mesmos;

todos os seres,

os que apreciamos e os que desprezamos formamos,

no espaço infinito, um só corpo cósmico.

E vai tentar dormir com um barulho desses na alma

na hora em que uma manobra estúpida do motorista na estrada

faça você correr perigo com toda sua família!

Sim,

o inferno somos nós mesmos que estamos sempre

ocupados demais

para ir consertando meticulosamente todos os abusos

que vão sendo cometidos ao nosso redor

e por nós mesmos também.

A civilização é uma entidade abstrata que nós inventamos,

é o somatório de nossa negligência cotidiana

em relação à injustiça,

produto da nossa preguiça de fazer o que deve ser feito

a todo momento.

.

Desespero e alegria não são estados da alma que possam conviver, não lhe parece? Por que será então que as pessoas se lançam desesperadas em busca da alegria? Isso, com certeza, não leva a algum destino interessante.

.

A única e verdadeira ameaça à humanidade parte dela mesma, é impressionante como as pessoas se agridem com facilidade. Neste momento e de acordo com a misteriosa matemática celestial, a coisa piora bastante.

.

Se neste planeta belo e formidável não houver lugar para todos e todas as diversidades, então melhor desistir de uma vez. Só os humanos acham que nada deve ser compartilhado e, pelo contrário, tudo deve ser mesquinho.

.

O estado de ânimo alterado não é necessariamente provocado pelas circunstâncias, é independente dessas. Ou seja, ainda que tudo estivesse de acordo com seus anseios, o estado de ânimo continuaria alterado mesmo assim.

.

Levar desaforo para casa teoricamente nunca seria uma opção agradável. Porém, tendo em vista a perspectiva de que nem reagindo ao desaforo seria possível desintegrá-lo, melhor então ignorá-lo.

.

Colabore com as pessoas que andam por aí mal humoradas e irritadas, em vez de criticá-las e censurá-las busque uma forma de facilitar a vida delas. Essa tarefa não será fácil, mas melhorará o ambiente.

.

Fazer com que tudo funcione às mil maravilhas vai ser difícil neste momento, as circunstâncias parecem conspirar contra esse plano. Se você achar isso motivo de irritação, então terá muito com que se irritar.

.

Você não precisa atropelar nada nem ninguém, essa onda competitiva não está com nada neste momento e, pelo contrário, tende a ser contraproducente. Se quiser ver seu desejo realizado, ande com tranquilidade.

.

Pessoas nervosas e irritadas são ofensivas e tentam intimidar todo mundo que encontram pela frente, sejam ou não responsáveis pelo estado de ânimo em que se encontram. Enfrentá-las seria de uma inutilidade abissal.

.

O que deveria ser livre e desimpedido se converteu num campo de provas para sua paciência e tolerância. Não importa, procure manter a cabeça no lugar e não contestar nada do que acontecer, isso seria inútil.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

CONTINUA VALENDO A PENA.

•dezembro 28, 2011 quarta-feira • Deixe um comentário

CONTINUA VALENDO A PENA.

No que depender do desempenho dos humanos

obrigados a se acotovelar em praias abarrotadas,

estradas lotadas e hotéis incapazes de atender todos os pedidos,

realmente não vai parecer que continua valendo a pena

se esforçar para consertar o mundo,

a alma fica tentada a confiar de que talvez

seja a hora de dar fim ao mundo.

Ainda bem que não temos esse poder!

Só seremos deuses quando consigamos pensar com amor

que todos os seres,

os que apreciamos e também os que desprezamos,

constituímos no espaço infinito um só corpo cósmico.

A estupidez que nos enoja é produto do oposto,

de cada humano se achar o dono da verdade,

de empurrar seus semelhantes ao perigo

só para salvar a si mesmo.

A despeito desse panorama que enoja e, talvez, por sua causa,

continua valendo a pena o esforço para consertar o mundo.

.

Segure a onda, tudo vai dar muito mais certo sem precipitações tolas. O tempo não é inimigo, pelo contrário, quanto mais você usar para amadurecer a louca vontade de aventurar-se, melhor será o resultado.

.

Melhor dedicar-se a pequenas tarefas sem reclamar de absolutamente nada. Se a realidade não é brilhante e magnífica como deveria, tenha certeza que essa é apenas uma condição passageira. Tudo vai mudar.

.

Neste momento será melhor não responder a nenhuma provocação. Mesmo que sua alma se sinta tentada a responder a alguma, pensando que com isso defenderia princípios fundamentais, melhor será você resistir e silenciar.

.

Preserve a elegância e assim você não se precipitará, correndo o risco de estragar o que de por si seria bom demais. A pressa, a precipitação e a impulsividade são suas verdadeiras inimigas neste momento.

.

Ainda que haja motivos para isso, não seria propício você reagir com força exagerada aos acontecimentos. Melhor tratar tudo com divina indiferença, pois essa será a forma mais eficiente de anular os acontecimentos.

.

A ambição é legítima, mas neste momento é melhor mandá-la descansar, pois de outro modo afetaria negativamente os relacionamentos, fazendo você se aproximar das pessoas erradas e rejeitar as certas.

.

O futuro se desenha assim, só se poderá ganhar mais concedendo uma boa margem às perdas. Perder para ganhar, esta é a lei do futuro, porque não se pode ingressar nesse carregando vícios do passado.

.

A prudência será uma boa conselheira neste momento em que tudo parece legitimar o atrevimento. De contrassensos e paradoxos será sempre feito seu caminho; o atual, entre prudência e atrevimento, só é mais um.

.

Para preservar a paz de espírito, melhor você se dedicar a uma boa leitura, a algo que renove a percepção de que os seres humanos são capazes de inventar coisas maravilhosas e formular idéias muito elevadas.

.

A vida deve ser aventura. Para isso é essencial reconhecer que nenhuma alma aventureira poderia lançar-se ao desconhecido sem experimentar temor. Porém, significa também que esse sentimento não detém os passos.

.

Lidar com gente significa, nestes dias, lidar com bombas que podem explodir a qualquer momento. Este é um período em que todas as pessoas parecem ter se transformado em terroristas, inclinadas a detonar a realidade.

.

Certamente, ainda restarão tarefas difíceis para administrar nesses dias. Melhor você encará-las com infinita boa vontade, pois assim conseguirá anular o efeito tóxico que trazem em seu ventre. Tudo passará.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A TEMPORADA.

•dezembro 27, 2011 terça-feira • Deixe um comentário

A TEMPORADA.

Está aberta a temporada

de constrangimentos e intimidações,

os humanos estão à solta em estradas, praias, resorts,

serras e lugares onde supostamente

deveria haver motivo de sossego, paz e felicidade.

Tecnicamente, todas as condições para isso estão dadas,

a não ser pelo detalhe de o humano

não ser condicionado pelo ambiente,

ele é a influência marcante que dá o tom da situação.

Assim, considerando a ansiedade,

o peso de vários meses de convivência passiva e ativa

com a insanidade durante 2011,

a equivocada idéia de que com o dinheiro acumulado

se deveria impor o direito a ser tratado de forma especial,

tudo isso associado ao curto entendimento

sobre o que é realmente valioso na vida

acaba resultando em despudoradas manifestações

de quão brutal e estúpido pode ser o humano.

.

Você não perde nada por esperar, é desnecessário precipitar-se para satisfazer a louca vontade de participar de uma grande aventura. No momento, seria sábio aguardar por condições mais propícias e seguras.

.

Tenha certeza de que toda pessoa que tente sentir-se superior intimidando as outras faz isso apenas para mascarar o profundo sentimento de inferioridade que a destrói intimamente. Nada é o que parece.

.

A cobiça gera a ira e a ira gera a destruição de tudo que é fundamental para que a convivência humana seja auspiciosa. Esse vírus psicológico que se chama cobiça é o germe da destruição de tudo que é civilizado.

.

Se o desejo for legítimo não há razão para você se precipitar, guiando seus passos pelo temor de perder a oportunidade. Nenhuma oportunidade que nutra desejos legítimos poderia nunca se perder. Nada tema.

.

As coisas não acontecem, se você analisar bem encontrará sempre os rastros da responsabilidade humana que, motivada pelo livre arbítrio, provoca os acontecimentos. Assuma sua responsabilidade e tudo será mais fácil.

.

Melhor rodear-se de pessoas sinceras, com as quais você sinta vontade de expressar seus sentimentos de forma transparente e sincera. Melhor também afastar-se das pessoas com as quais sua alma se sinta constrangida.

.

Quanto mais você se agarrar ao que é seu e com mais força o proteger, mais chamará a atenção da cobiça alheia. Desenvolva uma relação natural com os objetos que você cultua, essa seria a verdadeira proteção.

.

O atrevimento é bom, sem esse seria impossível transformar nada na vida. Porém, quando o atrevimento não é propício, ou seja, é uma atitude tomada fora da hora certa, o resultado sempre é contrário ao esperado.

.

Toda sedução envolve mentiras, porque no afã que motiva as pessoas a conquistarem as outras elas são capazes de inventar as histórias mais belas que, depois, não conseguirão sustentar. Esta é uma realidade.

.

Destrua os conceitos que guiaram seus passos até aqui e agora, o futuro não poderá ser desfrutado carregando peso morto do passado. Abra os braços às inovações e não tema entrar no futuro sem saber do que se trata.

.

Redobre a dose de boa vontade, especialmente com as pessoas familiares, que tendem a trazer situações para lá de esdrúxulas nestes dias. Boa vontade para ajudá-las a manter a cabeça no lugar e tratar tudo com sabedoria.

.

A leveza que este momento requereria se foi embora e não deixou nenhuma pista, em seu lugar surgem situações que provocam tensão e apreensão. Porém, trate tudo com firmeza e elegância, não se deixando abalar.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

O FECHO DE OURO.

•dezembro 26, 2011 segunda-feira • Deixe um comentário

O FECHO DE OURO.

O fecho de ouro para um 2011 insano

só poderia ser uma semana insana também.

Está em marcha uma ampla, geral e irrestrita

demonstração de quão estúpido, grosseiro e brutal

pode ser o humano quando tenta provar

que é melhor que seus semelhantes,

mas ao mesmo tempo se encontra no cativeiro

de estradas lotadas, praias abarrotadas,

hotéis e resorts completamente tomados e, de repente,

percebe que ainda que tenha dinheiro,

por mais que tenha se esforçado

e pago muito mais do que as coisas valem,

mesmo assim nada o protege contra a estupidez.

Ao se olhar esse panorama com compaixão

só se pode perdoar os humanos,

pois realmente não sabem o que fazem.

Porém, causa vergonha na alma

testemunhar a brutalidade que o egoísmo provoca.

.

Essa vontade louca de abraçar uma grande aventura talvez deva esperar por um momento mais seguro. Acontece que neste momento a insanidade corre solta e aventuras inocentes poderiam transformar-se em perigos absurdos.

.

Sempre haverá por aí pessoas loucas o suficiente para intimidar as outras e se sentir superiores. Lide com isso da maneira mais sábia possível, que consiste em ignorar o acontecimento, tornando-se indiferente a esse.

.

Se o mundo anda louco o suficiente para esquecer as regras mínimas de civilidade, está aí mais um motivo para você redobrar o cuidado com tudo, mas especialmente com a forma com que tratará as pessoas próximas.

.

A pressa é inimiga da perfeição e a ansiedade aniquila a satisfação. Tenha tudo isso em mente nos dias próximos, pois sua alma está prestes a se precipitar indevidamente, ainda que na direção de satisfações genuínas.

.

As circunstâncias e as pessoas devem dar motivos de sobra para você reagir com força total, com ira em alguns casos também. Porém, os resultados dessa reação não tendem a ser benéficos para ninguém.

.

Prefira aproximar-se das pessoas que deixem você à vontade e que emitam bons sentimentos. Não seria digno nem sábio aproximar-se de pessoas com segundas intenções ou com a alma motivada por interesses materiais.

.

Proteja seus interesses, mas cuide para fazer isso com elegância e consideração para com os interesses alheios também. Deve haver lugar para todas as pessoas entre o céu e a terra, ninguém deve ser excluído.

.

Tratar assuntos corriqueiros com atitudes radicais só vai piorar um quadro que já está para lá de complicado. Tenha em mente que as pessoas andam enlouquecidas e que por isso não medem as consequências de nada.

.

Prefira uma verdade dura e contundente a uma mentira confortável e gostosa. Este não é um momento em que seria propício emburrecer ocultando-se das verdades que, na prática, poderiam libertar sua alma.

.

Observar a ignomínia e testemunhar a infâmia são condições que podem amargar o coração, mas isso não deve acontecer. Resista! Ainda que você seja testemunha do pior imaginável, mesmo assim não amargue seu coração.

.

Prepare-se para viver dias intensos, que exigirão de você extremo cuidado e, principalmente, que mantenha a cabeça no lugar, recusando-se a reagir com exagero, ainda que as circunstâncias assim pareçam inclinar.

.

Descanso? Só se for em outro mundo, porque nesse sua alma será requisitada como se este período fosse qualquer outro do resto do ano. Perante esse panorama, você decide o que fazer e como reagir. Use seu livre arbítrio.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

UNIVERSAL.

•dezembro 25, 2011 domingo • Deixe um comentário

UNIVERSAL.

Eventualmente, você pode não fazer parte da tribo cristã

e a data de hoje não passar, por isso, de um feriado a mais.

Porém, acreditando ou não,

é inegável que a passagem de Jesus, o Cristo,

pelo nosso planeta, deixou marcas indeléveis.

É a partir de sua presença e ensinamentos

que se promove o início da globalização.

A Igreja Católica, cujo nome grego

“katholikós”

define o universal,

a meu ver só cometeu um erro, grave,

no processo dessa universalização de nossa humanidade,

trocou o poder da palavra pela imposição da espada.

De tempos em tempos, e por puro amor,

o Altíssimo envia seus representantes com novos ensinamentos.

Andamos precisando disso.

Precisamos de novas instruções

para substituir nossa paixão pelo domínio

pelo amor gracioso

que se distribui livremente pelo oceano infinito de Vida

que é o Universo.

.

Sempre circulam por aí os espíritos de porco que pretendem diminuir os semelhantes, destacando defeitos e fazendo isso como se fosse uma piada. Evite reagir e verá que a piada de mau gosto se volta contra eles.

.

Ocupe pouco lugar, fale menos do que o normal, evite a pretensão de querer brilhar mais do que o resto das pessoas. Assim, numa postura aparentemente inferior, você acabará brilhando discretamente, sem pisar na jaca.

.

Reunir pessoas é, na prática, aceitar o panorama incongruente que isso significa. As pessoas não apenas são diferentes como também adoram exaltar as diferenças, o que na prática significa ninguém se entender com ninguém.

.

Nunca perca a elegância. Leve isso em conta especialmente quando sentir que a tensão tiver atingido níveis insuportáveis e sua alma busque alívio urgentemente. É nesses momentos que a elegância é indispensável.

.

Um pouco mais de liberdade e margem de manobra seria ideal, porém, a realidade está cheia de formalidades e sua alma parece ter sido escolhida para dirigi-las. Desempenhe essa função da melhor forma possível.

.

Colabore para que as pessoas que se esforçam para brilhar conquistem esse objetivo. Tentar eclipsá-las vai, eventualmente, redundar numa imagem negativa para você. Deixe o mundo e as pessoas brilhar à vontade.

.

A configuração da realidade de hoje é impecável, não se pode criticá-la. Porém, ao mesmo tempo sua alma se sente restrita a ela e, assim, por perder um pouco da liberdade essa realidade não parece tão boa assim.

.

A realidade precisa ser mudada com urgência, mas isso precisa ser feito com a alma indo positivamente na direção do que deseja conquistar, e não negativamente desprezando o que não lhe interessa mais.

.

Preserve a dinâmica, transite pela maior quantidade possível de lugares no dia de hoje, pois através do movimento você aliviará a tensão e não correrá o risco de dizer o que não deveria ter sido dito.

.

Conversando as pessoas entusiasmam umas às outras com idéias de possível realização futura. Isso é muito bom, mas de entusiasmo o mundo já está cheio. Falta mais boa vontade para realizar um mínimo desse entusiasmo.

.

A realidade ficou muito complicada para todas as pessoas, mas em momentos como o atual se torna claro que todos sobrevivemos e também vamos além disso, passamos a usar as adversidades para aprender a viver melhor.

.

Pense todas as situações de hoje da forma mais prática possível, inclusive fazendo isso com sua própria presença. Tente ser útil, facilitar, prestar serviço para que tudo corra da melhor forma possível.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

COSMO É ORDEM, CAOS É SACERDÓCIO.

•dezembro 24, 2011 sábado • Deixe um comentário

COSMO É ORDEM,

CAOS É SACERDÓCIO.

O Cosmo em que nos movimentamos e somos

é absoluta e meticulosamente ordenado,

em seu ventre está o Princípio de Vida

que se distribui graciosamente através de tudo e de todos.

Esta é uma Lei Eterna e Universal.

Por aqui as coisas são diferentes porque há muito tempo

uma turma bem sórdida descobriu que produzindo caos

e incentivando-o de todas as formas possíveis

os humanos se esqueceriam do acesso livre e desimpedido

ao Princípio de Vida,

mas ansiosos por ter esse contato e perante o caos disseminado

exaltariam a figura dos sacerdotes

como promessas de que a ordem retornaria.

O Cosmo é Ordem, o Caos é Sacerdócio.

Esta é e ideologia que está no fundo de nossa civilização,

que produz sistematicamente muito caos

para que a casta de sacerdotes produtores de soluções

continue se desenvolvendo e prevalecendo.

.

Silêncio e discrição, quanto menos força você faça para se destacar e, pelo contrário, se mantenha numa postura que mimetize sua presença ao ambiente, melhores e mais edificantes serão os resultados de hoje.

.

Sem grandes pretensões, este momento pode ser magnífico. A magnificência oculta nos pequenos assuntos e tarefas pode ser evocada e manifesta. Porém, para isso você deve anular quaisquer outras pretensões.

.

Reunir pessoas e se familiarizar um pouco mais com esse tipo de evento, isto você deve aceitar como uma tendência. Sua alma se estressa na presença de pessoas, mas isso vai passar. É tudo uma questão de treino.

.

Seria impossível aliviar a tensão de muitos meses em poucas horas. Essa pretensão acabaria tornando a situação mais tensa ainda, já que por impossível, as pessoas acabariam se sentindo numa saia justa demais.

.

Parece que a realidade depende de você neste momento, é como se a sua alma tivesse inadvertidamente sido escolhida para ser a Mestra de Cerimônia. Assuma essa posição de forma descontraída e a desempenhe bem.

.

Alguns encontros serão edificantes, outros enfadonhos. Porém, de todos você conseguirá tirar algo positivo, só que para isso sua alma deverá estar tomada pela maior das boas vontades e com ótima disposição e humor.

.

Querer muito faz as pessoas se arriscarem a se frustrar muito também. Quando os desejos são fortes e prementes, ainda que os presentes sejam magníficos se corre o risco de olhar para eles com desprezo.

.

Por enquanto, a realidade continua a mesma, porém, sua alma não é mais a mesma de antes. O processo de reinventar essa realidade e transformá-la em outra, que se adapte melhor à necessidade, está em pleno movimento.

.

Entre sorrisos e agrados, talvez você sinta vontade de dizer algumas verdades não tão simpáticas assim. Pense melhor, será que a hora é propícia? Uma boa verdade dita fora da hora se voltaria contra você.

.

É hora de aprofundar-se nos conceitos e razões que normalmente não seriam questionados. Para isso será propício aproveitar qualquer diálogo que surgir espontaneamente e que conduza ao aprofundamento dessas questões.

.

A mente está cheia de projetos, mas nada disso importa agora. Só a reunião desinteressada e desprovida de segundas intenções será valiosa agora. Faça isso e perceberá que todo o resto virá por agregado.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

 

O CÂNCER DO MUNDO.

•dezembro 23, 2011 sexta-feira • Deixe um comentário

O CÂNCER DO MUNDO.

O dinheiro domina o mundo,

alguém se atreveria a questionar isso?

Provavelmente sim, mas com a alma motivada

apenas pela paixão das argumentações, pois na prática,

é só testemunhar algumas horas o desempenho da civilização

para comprovar em torno do quê se movimenta o mundo.

Acontece que na raiz de todo processo de domínio

se encontra a falta de amor, ou melhor dito,

para o mundo ser dominado pelo dinheiro

foi imprescindível sacrificar o amor por nós mesmos

e também aquele amor

sem o qual todos os relacionamentos se tornam corrompidos.

Por acaso nossa humanidade imaginou

que isso seria para sempre?

Esse invento de prolongado domínio é como um câncer,

freneticamente destrutivo e burro o suficiente

para não perceber que, no fundo, só faz é destruir a si mesmo.

Assim se dá o fim de nossa civilização.

.

Você fará o que tiver vontade, mas será necessário agir com discrição para que os resultados sejam o mais satisfatórios possíveis. Do contrário, caindo na tentação de compartilhar os eventos, a satisfação sumirá.

.

Antecipar-se às tarefas e achar que são pequenas demais para seu tamanho e posição é programar-se para o enfado. Se a necessidade requer sua intervenção, então atenda ao chamado do destino sem levantar queixas.

.

A inércia da preguiça é tentadora e sugere que só idealizando e programando a mente se poderia realizar os grandes sonhos. Desse jeito a única coisa que se consegue é uma enorme frustração, e bem garantida.

.

Agir por impulso não é sua praia, mas nos últimos tempos a tensão tem sido tamanha que pareceria justo agir por impulso, nem que for para se aliviar. Porém, a impulsividade sempre anda de mãos dadas com a tolice.

.

Quanto menos atenção você der à ansiedade, que sugere acelerar o passo, melhor será o resultado. Tenha certeza, suas vontades serão realizadas, mas o tempo necessário parece ser diferente do imaginado.

.

Prefira pessoas qualificadas, umas cuja companhia seja inspiradora. Essas são raras, não andam por aí oferecendo amizade, pois não são carentes, agem de acordo com a necessidade. Seja alguém necessário a elas.

.

Parece castigo ter de se dedicar às tarefas quando o desejo é descansar despreocupadamente. Porém, o castigo viria depois se a escolha fosse insistir no descanso despreocupado, negligenciando as tarefas necessárias.

.

A melhor forma de lidar com a eventualidade de constrangimentos e saias justas é evocar o bom humor e com uma risada cristalina desarmar a tensão. Mantenha esse humor, não deixe a adversidade abater você.

.

Promova relacionamentos corretos, você saberá quais são esses por facilitarem sua vida. Os relacionamentos incorretos produzem complicações e promovem a mentira. Então, não será nada difícil reconhecê-los.

.

Seria arriscado tentar agradar todo mundo e ainda por cima manter a discrição. Este é um momento que requer decisões e escolhas, a despeito de sua alma não querer desagradar ninguém. Aja de acordo com a possibilidade.

.

Transmita calma e domínio, as coisas tendem a ficar um tanto exaltadas demais e facilmente se poderiam cometer algumas precipitações desmedidas nesse clima. Caberá a você manter a cabeça no devido lugar.

.

Você pode obter o que deseja agindo de forma ordenada e lenta, porém, você também pode tomar atitudes caóticas e aproveitar os golpes de sorte para o mesmo fim. Você escolhe o caminho, a responsabilidade é sua.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

 

O FIM.

•dezembro 22, 2011 quinta-feira • Deixe um comentário

O FIM.

O tempo do prolongado domínio da corrupção

sempre existiu no ventre do tempo infinito do Altíssimo e,

por isso, está consumindo a si mesmo.

Os erros são sempre transitórios,

só que às vezes duram tanto que nossa humanidade

se acostuma com a realidade,

imaginando que realiza sua pretensão de ser maior

do que o Universo em que vive.

O tempo do prolongado domínio do erro

de criar um mundo corrupto e miserável está no fim,

mas o que parece uma catástrofe é na verdade o fim dela.

Catastrófico foi viver durante séculos

sob o domínio de uma perspectiva sórdida,

mediante a qual o livre trânsito pelo planeta

e usufruto de seus recursos foi limitado

em nome de acumulações indevidas.

Que isso chegue ao fim é motivo de celebração.

.

Tudo irá muito bem na mesma medida em que você conseguir agir com absoluta discrição. A falta dessa será também a medida dos problemas que serão gerados. Conter a língua será crucial num momento como este.

.

Entre explicar o que deve ser feito e arregaçar as mangas e fazê-lo, não tenha dúvida, prefira a segunda opção. Este não é um momento que comporte medidas teóricas, a necessidade precisa ser suprida com urgência.

.

Tudo que você quiser e muito mais ainda! Porém, se ficar esperando que as coisas aconteçam por si sós o resultado será o contrário, ou seja, nada do que você queria e menos ainda! Arregace as mangas.

.

Pareceria tolice conter os impulsos e deixar de aproveitar a situação. Porém, quando as consequências vierem você saberá que a tolice maior teria sido não conter os impulsos. Mantenha a mente funcionando.

.

Você não precisa virar o universo inteiro de ponta cabeça para realizar suas vontades. É só seguir o curso natural dos acontecimentos, sem precipitar-se e sem tentar acelerar o que de todo modo aconteceria.

.

A coisa não se limita a chegar lá, mas se estende a que no caminho de chegar lá você se reúna com as pessoas qualificadas, aquelas cuja companhia seja inspiradora e cheia de graça. Isso não é muito fácil.

.

Prefira continuar dando conta das tarefas, ainda não chegou a hora propícia para se dedicar a descansar sem nenhuma preocupação. Parecerá que é castigo ter de se dedicar às tarefas, mas não é. Só é necessário.

.

É provável que seus bons sentimentos encontrem dificuldade para se manifestar, ou provavelmente quando o fizer não será o momento adequado. Como resultado, vários constrangimentos e saias justas. Isso passa, porém.

.

Peça ajuda, mas só depois de ter feito todas as tentativas que estiverem ao seu alcance. Pedir ajuda antes disso significaria levar um sonoro não, já que parecerá que você pede ajuda por preguiça e não por necessidade.

.

As idéias são boas e há margem para colocá-las em andamento. Porém, há uma onda desorganizada que não quer ir embora e que resulta em demoras além da conta. No fim, as boas idéias devem continuar esperando.

.

A loucura alheia não deve contaminar você, mas isso não será fácil. Na prática, essa loucura virá maquiada de entusiasmo e boas intenções, mas se você analisar direito perceberá que não passa de loucura mesmo.

.

Há um caminho ordenado e lento para você conseguir o que deseja, mas há também disponível uma via impulsiva e caótica. Até agora não há definição de qual dos dois caminhos seja mais propício. Você escolhe.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

A CATÁSTROFE.

•dezembro 21, 2011 quarta-feira • Deixe um comentário

A CATÁSTROFE.

O dinheiro como o conhecemos está com os dias contados,

e como nossa humanidade, sabendo disso,

não fez o necessário para criar uma transição harmoniosa

entre o antes e o depois,

a catástrofe está escrita com as mãos de ferro do destino,

é inexorável.

O invento dos Lídios é genial,

o dinheiro é o instrumento que melhor representa

o que nossa humanidade sabe fazer,

tirar as idéias do mundo subjetivo

e transformá-las em obras concretas.

Esse poder é de todos.

Por isso, o dinheiro não é do mal,

mas foi sequestrado pelo ambiente mais sórdido

de nossa humanidade, o

pecado de a parte pretender ser maior do que o Todo.

Assim, em vez de o dinheiro circular livremente

foi represado e acumulado indevidamente,

produzindo miséria em vez de riqueza.

Essa foi a verdadeira catástrofe, não o fim dela que se avizinha.

.

Apesar dos dilemas você pode seguir em frente. É irrelevante que sua alma esteja completamente certa do caminho que trilha, o que importa, por enquanto, é seguir o invisível fio espiritual que orienta em silêncio.

.

As coisas boas que acontecerem por aí devem ser celebradas como se fossem vitórias suas e desfrutadas com a mesma intensidade. Acontece que o mundo está em processo de tomada de consciência da unificação.

.

A boa intenção não será suficiente, ela deverá ser acompanhada pela boa ação, feita intencionalmente, independente de as circunstâncias. Só assim as coisas boas que passam pela sua cabeça serão compartilhadas.

.

Você verá que a oportunidade é irrecusável e que será possível transformar boas intenções em boas ações. Esse será um momento ideal, raro e de grande atrativo, pois assim você compartilhará o que até aqui só você sabia.

.

Nada mais decepcionante do que perceber que se perdeu tempo precioso indo atrás de brilhos falsos. Porém, como saber disso antecipadamente? Só através do uso da faculdade discriminativa disponível na mente.

.

Os sentimentos profundos e intensos devem ser manifestos com toda pompa, mas com o cuidado de fazê-lo de forma espontânea, porque de outro modo provocariam desconfiança e, assim, o bom momento se corromperia.

.

Nada despreze ou desvalorize, algo intenso e de profundo valor se encontra oculto nas tarefas que de tão simples sua alma se veria tentada a rejeitar. Siga a orientação da necessidade, faça o que for necessário.

.

Por um momento, prefira o silêncio. Depois de exercitar-se no silêncio comece a tentar transmitir a mensagem que os sentimentos provocaram, mas considere que nenhuma palavra nunca será suficiente para descrevê-los.

.

Quando as boas atitudes tomadas em relação a alguém são espontâneas e naturais, certamente provocam harmonia e compreensão mutua. Porém, a falta de naturalidade e o excesso de interesse provocam desconfiança.

.

Planejar e fazer contas será sempre muito bom, mas neste momento a oportunidade não brinda com essa margem de tempo que seria sensata. Você terá de escolher entre continuar calculando ou agir por impulso.

.

Em algum outro momento você recobrará a boa postura, mas no momento pode relaxar um pouco e agir impensadamente. Pense que sua alma merece um pouco de descanso depois de suportar um ano estressante e intenso.

.

No mundo materialista em que vivemos é muito difícil a mente se ver livre da contaminação de empreender ações com segundas intenções ou interesses. Dessa forma, a virtuosa generosidade acaba não sendo tão virtuosa assim.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

O DEUS E DEUS.

•dezembro 20, 2011 terça-feira • Deixe um comentário

O DEUS E DEUS.

A fé,

tal qual o apreço por determinados gostos ou cores,

não se discute, pois não admite críticas, é o que é.

Sobre essa afirmação é compreensível que nossa humanidade,

essa mesma que se gaba de racional

e que por isso questiona tudo, inclusive Deus,

não aceite que se censure o ritual cotidiano

que o mundo desempenha em torno do dinheiro.

Nos tempos modernos que vivemos,

o único Deus inquestionável de nossa humanidade racional

é o dinheiro,

todos elevam suas orações cotidianas a ele

e cumprem seus rituais sem questionamento algum,

transitando por seus templos sagrados,

os bancos e bolsas de valores.

Logo mais se comemorará a data de nascimento

daquele que veio em nome do Altíssimo

e que o único momento em que se enfureceu

com nossa humanidade

foi quando expulsou os banqueiros do templo.

.

Na dúvida, opte pela atitude mais generosa possível. Atuar como uma dádiva divina será sempre a melhor opção, independente das circunstâncias. A dádiva amorosa, a generosidade, essas atitudes sempre compensam.

.

Compartilhe o bem-estar que as pessoas próximas desfrutem atualmente, faça que esse seja seu também. Na prática, não poderia ser diferente, o que acontece com os semelhantes acontece com você também. Tudo interligado.

.

Coisas boas passam pela sua mente, mas talvez você se esqueça de que as pessoas não possuem o dom da telepatia e, por isso, essas coisas boas devem ser manifestas com clareza. Isso se você quiser compartilhá-las.

.

Só quando os pensamentos bons se transformam em boas ações a alma pode celebrar devidamente. Nas outras situações o erro básico continuará sendo cometido, o de tomar as idéias por obras consumadas. Isso é errado.

.

O provérbio é claro, nem tudo que brilha é valioso como ouro. Porém, a alma busca o brilho ainda que reconheça a ilusão. Neste momento será necessário usar a discriminação para não perder tempo com brilhos falsos.

.

Você não precisa de palavras grandiloquentes nem atitudes retumbantes para expressar sua satisfação. Faça isso da forma mais discreta possível, reconheça que a intensidade exagerada provoca desconfiança nas pessoas.

.

Dedique-se às necessárias tarefas com a maior boa vontade do universo, pois assim encontrará no meio delas algo mais interessante e brilhante. No meio das tarefas simples se encontra algo de grande valor.

.

O excesso de palavras atrapalhará e acabará não manifestando o que você pretende comunicar. Sua alma é boa com as palavras, mas em se tratando de sentimentos, nenhuma dessas poderia nunca transmitir devidamente a mensagem.

.

Tome boas atitudes, mas faça isso com a espontaneidade que só a falta de segundas intenções pode trazer. Se por acaso as boas atitudes forem calculadas para garantir resultados, melhor se abster delas, ou se frustrar.

.

De tanto fazer cálculos talvez o tempo passe e você acabe não levando à prática o que deseja. Em algum momento a razão terá de dar passagem ao impulso e, de forma destemida, se lançar à prática para ver no que dará.

.

Depois de meses intensos que geraram muito estresse não seria admirável que você produzisse algumas situações impulsivas, só para relaxar um pouco. Dessa vez, ao invés de cobrar de si boa postura, relaxe um pouco.

.

A generosidade é virtuosa, por isso não se deve contaminá-la com segundas intenções. Pratique a generosidade, mas só se for espontânea, desprovida da intenção oculta de receber algo em troca por ela.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

A CIVILIZAÇÃO.

•dezembro 18, 2011 domingo • Deixe um comentário

A CIVILIZAÇÃO.

Sempre que desejos ou interesses pessoais

entrarem em conflito com o que sabidamente

for inerente ao caminho da retidão,

não deve haver dúvida nem dilema,

se devem descartar tais desejos ou interesses pessoais.

Nesse momento a voz da autoindulgência

se elevará e argumentará com raciocínios sofisticados

o quanto a alma em questão seria merecedora

de um pouco mais para si,

em detrimento de continuar preservando

e sustentando princípios nobres e dignos.

Este é um momento íntimo de natureza crucial

que acontece sistematicamente com todos nós,

ninguém está livre disso

porque é aí que se resolve a tendência da própria civilização,

que é o somatório de como nós fazemos

para lidar com essa questão.

A civilização é uma entidade abstrata

vinculada a nossa intimidade.

.

A solidão não deve ser objeto de ansiedade, já que neste momento ela seria sua melhor companhia, a que evitará que você se envolva com alguém com a alma motivada pela mera ansiedade relacionada à solidão.

.

Observe, se tudo ficar muito difícil talvez tenha chegado a hora de renunciar aos desejos que com tanto ardor você queria realizar. Essa renuncia seria momentânea apenas, pois no futuro próximo a onda retornaria.

.

É preciso ser realista num momento como o atual, pois estender-se na ilusão otimista, que só vê panoramas ingênuos, seria perigoso, colocaria em risco a estabilidade e prosperidade futuras. Você não quer isso.

.

Você tem os recursos, você tem a vontade, tudo parece propício ao avanço. Porém, talvez as circunstâncias não sejam auspiciosas e a boa vontade não passe, por isso, de uma ingênua ilusão. Melhor deixar tudo para depois.

.

Será necessária bastante destreza para evitar o confronto. Por isso, tente se enrolar o menos possível com palavras que nada explicariam e tudo complicariam. O silêncio parece ser a melhor pedida.

.

Considere que muitas coisas andam acontecendo por aí e que essa tendência deve atrapalhar os compromissos, já que muitas pessoas terão de atender essas coisas que acontecem a despeito de ter se comprometido.

.

Deixe ir embora, agarrar-se ao que supostamente traria segurança e proteção não seria a melhor pedida da atualidade. Acontece que as coisas devem mudar substancialmente e em muito pouco tempo. Melhor preparar-se.

.

A formulação do desejo é incompatível com as circunstâncias, o que tornaria sábio que você renunciasse a esse ou que protelasse sua satisfação indefinidamente. Sua única inimiga, por isso, será a teimosia.

.

Estagnar em assuntos que não encontraram saída não seria sábio. Há outro panorama extenso de tarefas e afazeres que requerem sua atenção e que podem andar muito bem. Você só empacará se assim o desejar.

.

Um pouco mais de esforço que o habitual será necessário para garantir as mesmas coisas de sempre. É que o mundo anda produzindo limitações e constrangimentos que se disseminam com uma rapidez impressionante.

.

Tentar agradar não significa que sua alma será sempre bem sucedida nesse esforço. Há momentos em que as pessoas decidem permanecer no mau humor e nada as tirará desse, já que desejam permanecer assim.

.

Quando as pessoas empacam é melhor retirar-se e não discutir nada com elas. Afinal, empacaram porque o desejaram e só superarão essa condição quanto tiverem vontade. Seria desperdício de energia tentar convencê-las.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

NOSSA VERGONHA

•dezembro 17, 2011 sábado • 2 Comentários

NOSSA VERGONHA.

Quando nossa humanidade for capaz

de se empenhar na ética

com a mesma força com que satisfaz o apetite sexual

teremos conquistado a certeza de que o futuro

será provedor de bem-estar a todos.

Nossa humanidade, sendo capaz de grandes voos,

de experimentar sua origem divina

e de fazê-la valer na prática,

normalmente troca isso por mixaria,

prefere a autoindulgência, a preguiça

e o constante exercício de troca de fluidos sexuais.

Qualquer macaco pode fazer isso, sem desmerecer os símios.

É absolutamente legítimo obter e promover satisfação sexual,

mas que nossa humanidade faça disso seu principal objetivo e,

junto à sede de poder, não veja nada além,

eis nossa vergonha.

Somos, por enquanto, uma espécie destinada ao divino

que chafurda na lama.

.

Você não deve preocupar-se com a solidão, mas enxergar nela uma companhia das melhores, já que evita que você se lance a relacionamentos tolos que só trariam enfado em vez da buscada satisfação.

.

Nem tudo deve ser tratado como um desafio que você deva superar. Às vezes as limitações acontecem para que a alma compreenda a necessidade de recuar e se tranquilizar. Talvez este seja um desses momentos.

.

O aperto é generalizado e só não se torna escancarado porque as pessoas têm pudor de mostrar suas limitações. Porém, não seria sábio agir como se nada demais estivesse acontecendo no mundo. É preciso ser realista.

.

Todo ser humano é livre e por isso vemos muitas pessoas estragando a vida delas por pura, livre e espontânea vontade. Raras são as pessoas que usam o abençoado instrumento da liberdade para melhorar suas vidas.

.

O clima disperso é contrário ao que se requer de você neste momento. Por isso, o esforço terá de ser redobrado, pois cumprir seus deveres normais terá de contar com a dispersão que o ambiente e as pessoas produzam.

.

Ainda é possível fazer algumas manobras para não apenas chamar a atenção da pessoa que interessa a você como também ir além disso. Porém, será necessário insistir o tempo inteiro, porque as pessoas andam dispersas.

.

Muitas das coisas que acontecem atualmente não são produto do passado, são resultado da influência que o futuro exerce sobre o presente, preparando nossa humanidade para condições que ainda nos são desconhecidas.

.

Entre arriscar-se e recuar há uma infinidade de dilemas que são virtualmente impossíveis de resolver. Talvez isso aconteça apenas para isso, para desfrutar os dilemas, e não para que você se obrigue a decidir.

.

É completamente possível um ser humano pensar apenas o que tiver vontade de pensar. Porém, isso requer disciplina e treino e, por isso, o normal é que a mente de nossa humanidade seja um tropel de cavalos desbocados.

.

Respeite as limitações, este não é um momento em que seria propício fingir que essas não existem. Não apenas as limitações são reais como também representam uma tendência que o mundo experimentará no futuro.

.

Não deveria haver contradição entre deveres e prazeres, mas nossa civilização ainda não é evoluída o suficiente para educar as crianças a compreenderem a íntima associação desses, que aparentam ser opostos irreconciliáveis.

.

Deixe que o esforço que você fez no passado brinde com seus frutos inerentes. Isso não é o mesmo que ficar esperando passivamente, apenas acompanhar com interesse a manifestação de coincidências cheias de significado.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

O POSSÍVEL PLANEJAMENTO

•dezembro 16, 2011 sexta-feira • 1 Comentário

O POSSÍVEL PLANEJAMENTO


Vivemos os tempos

insanos e ruins que nós mesmos inventamos,

este é nosso labirinto, nossa criação retorcida.

Não fomos bons o suficiente para aplicar concretamente

a sabedoria divina que nos foi transmitida,

não fomos fortes o suficiente

para sustentar os princípios eternos.

Amarga é a colheita,

mas na melhor das hipóteses é libertadora também,

nossa humanidade sempre aproveitou

os momentos de profunda crise para recuperar

sua vocação criativa e se reinventar.

Essa, porém, é a melhor hipótese, a otimista.

Vivemos o momento em que é possível planejar o futuro,

mas temos um problema,

nos esquecemos de sustentar os princípios divinos

e sem esses que tipo de planejamento faríamos?

Só mediante a obediência ao céu aqui na Terra

poderíamos planejar um futuro verdadeiramente melhor

para nós e as futuras gerações.

.

Melhor teria sido não saber certas coisas, porém, uma vez que a informação tenha penetrado a mente, não dá mais para fingir que não se sabe o que se sabe. Por enquanto, a informação pesará, mas depois se tornará libertadora.

.

Em vez de continuar investindo com todas as suas forças para superar os obstáculos e limitações talvez seja melhor submeter-se a essas condições e aproveitar o que de bom tragam em seu ventre. Mudar de atitude será bom.

.

Cumprir deveres é a onda deste fim de ano, bem diferente do habitual, pois era de se esperar que as festividades trouxessem alívio das obrigações. Porém, se a necessidade criou essa condição, melhor submeter-se a ela.

.

A formulação do desejo faz parecer que a concretização seja simples, porém, a prática se ocupa de demonstrar o contrário. O longo caminho da realização do desejo é árdua e faz parecer que o objetivo não seja satisfatório.

.

Milagres podem acontecer a qualquer momento, mas para aproveitá-los ou mesmo percebê-los a alma precisa estar sintonizada e purificada, à margem dos acontecimentos que nutrem constantemente a futilidade.

.

Contemplar a distância quanto as pessoas complicam o que poderia ser absolutamente simples evoca o senso de dever de sua alma. A partir daí você viverá o dilema de intervir ou de deixar tudo correr em liberdade.

.

Blindar-se contra supostos perigos não é a melhor saída, é apenas a mais lógica de todas. Acontece que, neste caso, a lógica não seria eficiente para você compreender tudo que o futuro trará até a sua vida.

.

Você não precisa se antecipar explicando tudo que fará, melhor iniciar a ação e deixar que as coisas se expliquem por si. Dessa forma, você evitará estresse e, principalmente, não prometerá nada que depois não cumprirá.

.

O raciocínio complica e facilita simultaneamente, tudo depende de como você o usar ou de como você se deixar submeter por esse processo. Submetendo-se ao raciocínio, você se complicará, usando-o você facilitará.

.

Antes de iniciar um período de descanso é necessário acelerar e o cumprimento das tarefas. Às vezes esse processo é tão intenso que a alma chega ao período de descanso completamente exausta e não consegue desfrutá-lo.

.

Primeiro os deveres e depois os prazeres. Siga essa linha hierárquica de comando e verá que os resultados serão infinitamente melhores do que escolhendo a subversão. Deveres em primeiro lugar e prazeres somente depois.

.

Muita coisa deve acontecer, pois diversos movimentos você fez no passado em cujo ventre vinham frutos que requereram tempo para amadurecer. Agora é o tempo da colheita de alguns desses frutos. Hora de se deliciar.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

O FUTURO É SIMPLES

•dezembro 15, 2011 quinta-feira • 2 Comentários

O FUTURO É SIMPLES

O processo de unificação

de todos os países e economias é inexorável

e só não avançou com a devida rapidez

porque não largam o osso

os humanos especializados em complicar tudo

com minúcias para se locupletar.

Independente de se passarem anos ou décadas,

o futuro da civilização consiste no livre trânsito pelo mundo,

isto é, não haverá fronteiras e, também,

numa moeda única e um único imposto mundial

e simples para que a administração aplique no espaço público.

Os humanos deverão a essa administração

uma parte fixa de suas rendas e nada além disso,

um contrato sagrado que não será quebrado,

pois quebrá-lo significaria promover miséria e degradação.

O futuro de nossa humanidade não comporta mais miséria.

O excesso de minúcias que complicam promove corrupção,

miséria e perda de precioso tempo.

.

Toda agressão, ainda que velada ou politicamente correta, será sempre contrária à única virtude capaz de iluminar espiritualmente o caminho, a alegria. Somente a alegria vale a pena entre o céu e a Terra.

.

Assim como em alguns momentos você expressa suas críticas de forma contundente e firme, faça o mesmo com os elogios, sem tentar seduzir ninguém, apenas elogiando para que as pessoas saibam de sua gratidão.

.

A prosperidade não é uma expectativa apenas, é um processo em pleno andamento. Se você não possui ainda em sua conta bancária os números que apreciaria, isso não significa que não tenha havido prosperidade.

.

O ciúme é uma falta de respeito e não uma prova de amor. É falta de respeito porque pressupõe que alguém possa ser dominado e não tenha livre-arbítrio para escolher, inclusive, os erros que quiser cometer.

.

Milagres podem acontecer a qualquer momento, mas para aproveitá-los ou mesmo percebê-los a alma precisa estar sintonizada e purificada, à margem dos acontecimentos que nutrem constantemente a futilidade.

.

A confiança será fundamental para resistir a cair na tentação de participar da corrente de fofocas que circula constantemente por aí. As fofocas parecem inofensivas, mas não são, representam desconfiança nociva.

.

O nervosismo faz com que as pessoas se mostrem mais autoritárias do que verdadeiramente são. Isso pode acontecer com você também. Melhor seria que ninguém tomasse decisões enquanto durar o nervosismo.

.

Obedeça às regras para compreender na prática se continuam sendo seguras e protetoras do fundamental, viver bem. Se as regras não comportarem esse destino, então será propício exterminá-las quanto antes.

.

Agradeça ao céu e às pessoas tudo que recebeu e tudo que ainda receberá. Hoje você já compreendeu que assuntos difíceis do passado o tempo revelou ter sido o melhor que poderia ter acontecido na época.

.

Muitos assuntos são protelados porque a alma pensa não estar à altura do necessário desempenho para enfrentá-los. Porém, se você os enfrentasse aqui e agora perceberia que tudo era muito mais simples do que o imaginado.

.

Um pouco de divertimento será bem-vindo, já que nos últimos dias foi necessário aplicar atitudes rigorosas, as quais nunca são fáceis de executar. Evite que a rigidez dure mais tempo do que o necessário.

.

Cansou de esperar? Pois é! A realidade não anda fornecendo todas as circunstâncias que sua alma considera necessárias para entrar em ação. Porém, você se esqueceu de que talvez seja você a circunstância mais importante.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

É SIMPLES.

•dezembro 14, 2011 quarta-feira • 1 Comentário

É SIMPLES.

 

Sem tomar a iniciativa de simplificar a

administração do mundo,

nossa humanidade continua se complicando

além do que algum dia poderia ter

imaginado para si.

Complicar em vez de simplificar responde a

duas causas; a primeira é a nutrida pela

soberba que não permite nossa humanidade

se retratar dos erros cometidos e

solucioná-los; a segunda, mais sórdida,

consiste em nossa humanidade se locupletar

com as complicações especializando-se nelas.

Essa vertente é sórdida porque é

a fonte de toda miséria. A administração do

mundo poderia ser simples,

todos contribuiríamos com um simples

imposto para que os servidores públicos o

apliquem no espaço e serviços públicos.

Se isso se complica e continua complicado

é porque falta vontade real

para que tudo funcione de acordo com

o espírito da verdade.

.

A liberdade pressupõe que você não entre no jogo de culpados e vítimas, mas que enxergue além desse constante ricochetear de argumentos tolos que as pessoas utilizam para não assumir a responsabilidade que lhes cabe.

.

A compaixão resolve tudo e eleva o tom dos relacionamentos, conduzindo todas as pessoas envolvidas a uma vida mais digna. A compaixão não precisa esperar situações catastróficas para ser manifesta.

.

Deixe que as preocupações vão embora e se divirta sem pudor nem temor. Certamente há assuntos muito importantes em andamento e o bom senso manda tratá-los com rigor, mas sem leveza tudo será mais difícil que o necessário.

.

Uma das raízes mais sólidas do mau humor é a de você não ter perdoado devidamente sua própria alma pelos erros cometidos em algum momento misterioso do tempo. Ainda que não detecte esses erros, mesmo assim se perdoe.

.

Cuidado com o desperdício de energia, tanto pelo excesso quanto pela falta. Comer demais é um desperdício de energia, pelo excesso. Consumir sua vitalidade em circunstâncias fúteis também é desperdício.

.

O mundo seria um exemplo de harmonia se todas as pessoas cumprissem seus deveres. Porém, na prática há toda uma idéia de autoindulgência em andamento, que faz as pessoas se convencerem de os deveres serem irrelevantes.

.

A falta de honestidade alheia será sempre uma decepção, porque perverte as regras do jogo e torna tudo infinitamente mais complicado do que o desejável. Melhor tomar a iniciativa para que só haja honestidade.

.

O que não pode ser compreendido tampouco poderá ser aceito, ninguém é tão santo ou sábio para abrir os braços e destemidamente aceitar o desconhecido. Porém, há momentos, como o atual, em que a vida só pede isso.

.

A insegurança não se resolve com impaciência, essa seria apenas uma forma de mascará-la e, com certeza, não seria a melhor. A insegurança pode ser também uma forma de proteger você de atitudes fora de contexto.

.

A resistência é compreensível, você ainda desconhece o que virá por aí e acha melhor se agarrar ao mundo conhecido. Porém, nada será como antes, nunca mais, o que recomenda a sabedoria de se atrever ao desconhecido.

.

A vida interior será sempre solitária, pois é impossível comunicar com fidelidade a tonalidade dos sentimentos ou a complexidade dos raciocínios íntimos. O interior é solitário, mas não é triste.

.

Quanto mais forte você parecer, mais as pessoas se sentirão desafiadas a atacar você. Porém, se você demonstrar excessiva vulnerabilidade atrairá também a atenção das almas perversas que circulam por aí.

.

Fonte: Quiroga.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

2011: O ANO DA INSANIDADE.

•dezembro 12, 2011 segunda-feira • 4 Comentários

2011: O ANO DA INSANIDADE.

E lá se vai embora um ano que não deixa saudades,

tamanha a insanidade que circulou

e ainda circula nos relacionamentos humanos.

Seja pela crise financeira internacional,

seja pela corrupção arraigada e escancarada

no circuito institucional do mundo,

seja pela falta de colaboração e compaixão, enfim,

argumentos não faltam para os humanos desesperarem,

porém, entregar-se ao cinismo

e praticar ativamente atitudes insanas

nunca poderá ser legitimado com quaisquer argumentos,

será sempre uma atitude produzida pelo livre arbítrio.

A cobiça gera a ira,

a ira resulta na destruição até mesmo daquilo que deveria

ser protegido, pois é a própria Vida.

Eis o germe da insanidade,

iludir-se com que destruir os semelhantes seria a salvação.

Quem destrói os semelhantes

acaba inexoravelmente

destruindo a si também..

.

Tratar os assuntos empacados com enfado e impaciência não vai ajudar. Pelo contrário, vai atrapalhar e promover que o que provavelmente se solucionaria espontaneamente demore ainda mais para desempacar.

.

Eduque seus sentidos para só perceber o melhor. Isso não é o mesmo que otimismo, que é um esforço mental para maquiar a realidade. Educar os sentidos para perceber o melhor é aceitar que a realidade tem seu lado positivo.

.

Nada será demais nunca, tudo acontecerá na medida em que sua própria e inerente criatividade tenha sido capaz de imaginar. Tirar de cima a responsabilidade sobre os acontecimentos é o mesmo que tentar ser apenas vítima.

.

Um erro nunca será suficiente para se auto-condenar à eterna fogueira da culpa, e isso mesmo que o erro seja grave e consistente. Busque o perdão, mas não o alheio, busque o perdão que você mesmo execute para si.

.

Você deve oferecer ao mundo a mesma medida de graças que tiver recebido através de outras pessoas ou mesmo por meio dos mistérios do destino. Isso estabelecerá equilíbrio, justiça e harmonia em tudo.

.

Ser fiel aos princípios básicos de convivência harmoniosa promove que as pessoas próximas também se comportem assim. Bem, talvez essa afirmação não possa ser comprovada imediatamente, mas a longo prazo é eficiente.

.

Nada deve ser feito nem tampouco decisão alguma deve ser tomada enquanto haja sequer uma ponta de ressentimento na alma. Na hora parecerá justo agir, mas a longo prazo os resultados seriam autodestrutivos.

.

As crises do mundo proveem a oportunidade de rever seus passos e se reinventar. Por enquanto a onda é resistente a essa necessária reinvenção, mas logo mais se tornará urgente aproveitar devidamente essa oportunidade.

.

O prazer não é uma tentação, é merecimento. Porém, como toda atividade legítima requer adequação ao tempo e lugar, você não deve atropelar as circunstâncias para fazer valer seu merecimento, deve esperar sua vez.

.

Você não precisa recorrer a truques ou armadilhas para garantir que as coisas aconteçam de acordo com seus anseios. Melhor abster-se dessas estratégias, que só complicariam e, talvez, até colocariam em risco o processo todo.

.

Às vezes, a mais perfeita manifestação de amor se transmite através do rigor. Essa atitude não será popular nem tampouco se encaixará nos padrões esperados do amor, mas a longo prazo receberá a devida gratidão.

.

O bom senso manda que todo passo seja dado com plena certeza da segurança envolvida e se precavendo contra possíveis riscos. Porém, a realidade é distante do bom senso, precisa que você aja desmedidamente e com coragem.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A PERCEPÇÃO DO TEMPO

•dezembro 11, 2011 domingo • 1 Comentário

 A  PERCEPÇÃO DO TEMPO.

Sim, as festas de fim de ano estão novamente aí,

confirmando essa estranha sensação

de que o tempo anda passando

mais rapidamente que o habitual.

Muita gente ainda não se recuperou das festas do ano passado

e já precisa se organizar para as atuais.

Certamente o tempo não passa mais rápido,

é a percepção da realidade que mudou

e por isso nos parece o que parece.

O excesso de acontecimentos visíveis,

mas principalmente os invisíveis, subjetivos,

torna a alma de nossa humanidade congestionada,

sem plena capacidade de compreender o que acontece,

já que não digere bem as circunstâncias

e nem percebe as tendências.

Ou talvez porque prefira não aceitar as tendências que percebe,

já que desenham um futuro no qual

nada do que foi até aqui se repetirá e, como sempre,

o desconhecido provoca aquele temor atávico.

.

O espírito de competição é nocivo aos relacionamentos. O futuro não depende mais de competição, nossa humanidade se distanciou o suficiente do mundo animal para inventar uma civilização baseada na colaboração.

.

Você não precisa que outras pessoas apontem o dedo acusador em sua direção e acusem os erros que tiver provocado. Sua própria alma se encarregará disso e será tormento suficiente para motivar uma atitude reparadora.

.

A intuição sempre se confundirá com a perspectiva de confiar em qualquer coisa que passar pela cabeça. Porém, uma forma de distinguir a intuição sem lugar a dúvida é que essa sempre conduzirá a tomar atitudes dignas

.

Os prazeres são tentadores, os deveres são enfadonhos; assim é a regra geral de nossa humanidade. Contudo, se você fizer o que você gosta os deveres serão tentadores enquanto os prazeres serão motivo de dispersão.

.

A insegurança provoca acidentes e motiva respostas agressivas completamente desproporcionais ao estímulo que as fez surgir. A insegurança é um estado de ânimo que ninguém assume, mas todos experimentam.

.

Prefira a simplicidade. Neste momento haverá vários assuntos que poderiam ser encarados através de argumentações complexas, pois pareceria sensato fazer assim. Porém, isso só conduziria a nada. Prefira a simplicidade.

.

Solte todas as amarras e perdoe sua própria alma pelos eventuais erros cometidos. Assim, com a alma livre de penúrias desnecessárias, inicie uma nova etapa de desenvolvimento. Livre para começar de novo.

.

Nada será demais, nunca! Se algumas situações parecerem demais para você administrá-las, pense logo que se você não pudesse encará-las nem sequer teriam ficado em seu caminho, nem tampouco você estaria aqui lendo estas linhas.

.

Manifeste a verdade, mas só se isso for motivo de suavidade e equilíbrio. Nenhuma verdade que tenha de ser expressa através de atitudes agressivas serviria ao propósito inerente de toda verdade, a libertação.

.

Tenha compaixão pela sua própria alma, não se estenda demais no exercício de ficar se culpando por ter errado nisso ou naquilo. Os erros se consertam e fim da história, ao passo que a culpa propõe tormento eterno.

.

Sempre haverá alguém por aí tentando inferiorizar você. Normalmente, por trás dessas atitudes de suposta superioridade, intelectual ou física, sempre se esconderão almas temerosas e cheias de moralismos.

.

A desconfiança é moeda corrente dos relacionamentos sociais, mas isso é amostra da falta de saúde de nossa civilização. Só através da confiança é que as pessoas podem ter mínima segurança de bem-estar e prosperidade.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

ECLIPSE DE LUA.

•dezembro 10, 2011 sábado • Deixe um comentário

ECLIPSE DE LUA.

Data Estelar: Lua Cheia de Gêmeos é eclipsada.

Antigamente os eclipses vinham rodeados de profecias sombrias

e vistos como sintomas de os Deuses

não estarem satisfeitos com a humanidade.

Em parte essas histórias se devem

 à sinistra casta de sacerdotes astrólogos da Babilônia que,

 conhecedores das datas dos eclipses,

encenavam coreografias mediante as quais faziam parecer

que eram eles os produtores dos eclipses,

o que provocava grande assombro e consequente temor por esses sacerdotes.

 Certamente, grande parte do ódio que a Astrologia

 causa até hoje se deve a essa infame história.

 Os eclipses não são provocados pelos astrólogos

nem são sintomas do desagrado divino, porém,

 a coincidência da sombra estranha que o atual projetará

sobre a Europa e América do Norte na data de hoje

 não deverá passar despercebida às mentes abertas e receptivas da humanidade.

 

.

É necessário informar devidamente as pessoas das quais você espera colaboração, elas podem eventualmente estar ocupadas o suficiente para não perceber sua necessidade. Evite esperar que elas adivinhem algo.

.

A fórmula da liberdade não se faz através de desejos, porque esses nada têm de libertadores. Pelo contrário, todo desejo é um déspota preparado para escravizar sua alma sem piedade, cativando-a para sempre.

.

Tudo está disponível, você não precisa esperar novos acontecimentos ou desejar ingredientes diversos, tudo que você precisa já aconteceu. Agora só falta você combinar tudo nas medidas certas para o equilíbrio.

.

Os relacionamentos mais habituais são os que acabam sendo desvalorizados ao longo do tempo. Contudo, é no círculo desses relacionamentos habituais que você encontraria a satisfação que por enquanto busca longe.

.

Parece que o dever estará sempre na margem oposta do prazer, mas isso só é assim porque nossa humanidade se convence teoricamente disso. Na prática, você pode obter imenso prazer cumprindo os deveres.

.

Algumas situações podem e devem ser compartilhadas enquanto outras merecem ser mantidas em segredo e nunca ser reveladas. Acontece que se você revelasse alguma dessas questões provavelmente perderia o prazer delas.

.

Que haja muitas pessoas posicionadas como objetos que podem ser comprados e vendidos não significa que na prática o dinheiro seja mais importante do que o cultivo de bons relacionamentos. A verdade sempre prevalece.

.

Só a tensão é visível e manifesta, mas suas razões permanecem ocultas. Suspeite que a verdadeira origem dessa tensão se encontre nos assuntos que deveriam ter sido processados na hora em que surgiram, mas foram protelados.

.

A verdadeira natureza dos recursos materiais se manifesta através do fluxo constante. Esse dinamismo é o que de melhor os recursos materiais oferecem. Por isso, gastar ou não gastar não deveria ser um dilema.

.

Ignore as preocupações de ordem material, em vez de debruçar-se sobre elas ou de permitir que essas alimentem a infinita imaginação, dessa vez trate-as com divina indiferença. Isso trará bons resultados. Experimente.

.

As pessoas que só têm certezas deixaram de aprender e não se aventuram mais na viagem imprevisível do conhecimento. A mente delas começa, assim, a se atrofiar irreversivelmente, limitadas pelos muros de suas certezas.

.

Antes de continuar em frente, procure deixar as coisas bem explicadas para o maior número de pessoas envolvidas em seus projetos. A insegurança que a falta de informações provoca vai perturbar você no futuro.

 

 

.

 

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

HUMANIDADE QUE OPINA.

•dezembro 9, 2011 sexta-feira • Deixe um comentário

HUMANIDADE QUE OPINA.

Nesta Lua Cheia

não somente os peixes morrerão pela boca,

mas também todos os humanos sucumbirão

sob o peso de suas opiniões levianas travestidas de perícia.

Hoje em dia, com a oferta global

de meios de comunicação imediatos,

os humanos opinam compulsivamente e de forma indiscriminada.

Há algo virtuoso por trás disso,

que é a inerente natureza informativa

que faz as pessoas se comunicarem entre si

e prestarem ajuda às outras mediante opiniões e sugestões.

Porém, há algo viciado em andamento também,

que é o impulso de julgar e condenar os semelhantes

sem nem sequer se informar a respeito

da verdadeira situação em andamento.

Assim acontecem os linchamentos morais, fáceis de iniciar,

mas impossíveis de deter

e que produzem danos irreversíveis nas eventuais vítimas.

.

Esta parte do caminho se tornou sofisticada e complexa, porque sua alma descobriu que para satisfazer o anseio depende da ajuda de outras pessoas, as quais ainda não foram informadas dessa necessidade.

.

Se você se convenceu de que a realização de tal ou qual desejo seria libertadora, repense. Na prática, se você inicia um caminho de suposta libertação com a alma atrelada a um desejo, algo não combina bem nessa fórmula.

.

O desejado equilíbrio não depende mais de circunstâncias ou ingredientes, tudo está à postos e disponível. A coisa depende muito mais de seu empenho de combinar tudo dentro das proporções que resultariam em equilíbrio.

.

Você não precisa ir longe para encontrar satisfação, essa se encontra disponível e evidente no seu círculo mais íntimo de relacionamentos, aquele que de tão habitual se tornou despercebido também.

.

Melhor você se dedicar a tudo que normalmente causaria enfado, já que não seria do seu agrado. Acontece que neste momento o que está em jogo não é a questão de agradar ou não, mas a de cumprir as tarefas necessárias.

.

Há um certo algo a mais nos prazeres que se desenvolvam discretamente, sem chamar a atenção e que talvez tenham algo de proibido em suas entranhas. Será o perigo? Será pelos pudores envolvidos?

.

Bons relacionamentos são mais valiosos do que todos os recursos materiais que você imaginar. Quando as pessoas invertem essa lei, no fundo consideram que as pessoas são objetos que podem ser comprados e vendidos. .

.

A tensão nos relacionamentos é produto de questões que não foram processadas no momento em que surgiram. Por isso agora surgem com força total, mas cobertas por um manto de invisibilidade. Só resta a tensão.

.

A atual contenção de gastos só significar uma coisa, no futuro o gasto será maior. O melhor estado para os recursos materiais é seu constante fluxo, esse é o melhor destino, pois responde a sua inerente natureza.

.

Os recursos materiais não devem nunca se tornar objeto de preocupação, quanto menos de isso acontecer de forma habitual. Os recursos materiais tratados com excessiva preocupação acabam desaparecendo.

.

O conhecimento é essencial, mas é impossível conquistá-lo sem a alma ter pureza suficiente para se posicionar na simples vontade de aprender. Por isso, de tempos em tempos é propício derrubar todas as certezas.

.

Há muita coisa que merece ser conversada para que não fique lugar a nenhuma dúvida, que com o tempo se transformaria em objeto de conflito. O momento para desenvolver essas conversas é agora mesmo. Aproveite.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

 

A PROXIMIDADE DA LUA CHEIA.

•dezembro 8, 2011 quinta-feira • Deixe um comentário

A PROXIMIDADE DA LUA CHEIA.

Todo mês a mesma coisa!

Nos dias que antecedem à Lua Cheia a tensão aumenta,

é como se a humanidade inteira, independente de sexo,

sofresse de TPM.

Considerando que a selvageria da semana passada

ainda reverbera com bastante firmeza,

e se agrega a ela a tensão da Lua Cheia atual,

então que se preparem para trabalhar redobrado

os plantonistas de hospitais e delegacias!

O dia chegará em que os veículos

mental, emocional e físico de nossa humanidade

serão mais transparentes e a Lua Cheia,

em vez de provocar insanidade,

revelará o que de mais sublime

nossa espécie seja capaz de manifestar.

Por enquanto, a aproximação do Divino resulta em insanidade,

e isso é resultado desses nossos veículos de expressão

estarem manchados e obscuros,

densos como o Inferno em vez de límpidos como o Céu.

.

Nem sempre as palavras verdadeiramente amigas virão da boca daqueles que sua alma chama por esse nome. Às vezes a palavra amiga que é necessária em determinado momento provirá da boca de alguém desconhecido.

.

Todo desejo é urgente pela sua própria natureza, mas acontece que a maturidade ensina a perceber que nem tudo que é desejável é possível realizar imediatamente. Às vezes é necessário esperar muito pela realização..

.

Quanto mais atenção você prestar aos assuntos que preocupam, mais nutridos esses ficarão. Este é o momento de você desintegrar essas preocupações tornando-as irrelevantes. Na prática, isso significa ignorá-las.

.

O excesso de perspectivas será desconcertante, já que tentará sua alma a perder a concentração nos assuntos que estão em andamento para ficar imaginando o que poderia ser se acontecesse isso ou aquilo. Resista.

.

A mentira serve para garantir satisfações particulares e colocar intenções ocultas na prática. Porém, o que acontece se alguém desvendar a mentira? Todo o castelo da ilusão virá abaixo e você ficará a ver navios.

.

A imaginação sempre será muito mais satisfatória do que a realidade concreta que constantemente requer sua atenção e empenho. Porém, ficar só na imaginação logo resultaria em você se decepcionar com ela. .

.

Para conseguir se concentrar melhor nas idéias verdadeiramente importantes, você pode organizar os pequenos assuntos relativos ao cotidiano. Isso parece pouco, mas é um ponto de apoio para a concentração.

.

As pessoas não têm obrigação de adivinhar suas verdadeiras intenções. Por isso, se quiser mesmo ver algo acontecendo, então manifeste claramente suas intenções, para que não fique margem alguma de dúvida.

.

Aceite o grau de imprevisibilidade que todas as pessoa têm, porque a regra do jogo no mundo humano se chama livre arbítrio, o que torna tudo sujeito a mudanças imprevisíveis. Você também é assim, ou não?

.

O que parece favorável pode acabar não sendo tanto assim. Neste momento será necessário redobrar a atenção para não se deixar seduzir por aparentes facilidades que depois mostrariam sua verdadeira cara. Observe melhor.

.

Há um momento em que a paciência acaba e que nunca adota uma aparência sensata. Porém, pode ser que os resultados obtidos por perder a paciência e explodir sejam benéficos, já que conduziriam tudo por um rumo melhor.

.

Melhor não tentar conter as coisas, mas permitir que essas se excedam e ultrapassem todos os limites da sensatez. Só assim será possível perceber claramente a verdadeira natureza de todas as pessoas envolvidas.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

COMPLICADORES E FACILITADORES.

•dezembro 7, 2011 quarta-feira • Deixe um comentário

COMPLICADORES

E FACILITADORES.

A idéia que fazemos do Altíssimo

e todas as manifestações religiosas da civilização

se encontram disponíveis como meios de orientação

na complexa e misteriosa experiência de Vida.

Porém, em última instância não nos salvará

gritar aos Deuses em busca de ajuda,

porque o labirinto em que nossa humanidade se encontra cativa

foi inventado por nós mesmos,

é o produto de todos os passos que demos ao longo de milênios

e, por isso, teremos de ser nós mesmos,

pela nossa própria vontade, empenho e inteligência

os provocadores da libertação.

Nossos problemas são nossos filhos,

não seria sábio abandoná-los porque nos perturbam,

somos responsáveis por libertá-los de nós mesmos,

educá-los para que sirvam ao mundo

e não para que agreguem mais violência e ignorância.

Somos, na prática, os complicadores e os facilitadores.

.

As pessoas mais familiares nem sempre serão as verdadeiras amigas, pois os hábitos e a convivência podem tornar as pessoas distantes, estranhas até. Verdadeiros amigos podem ser os desconhecidos também.

.

Tudo é desejável, mas nem tudo é possível realizar. Procure assumir logo esse paradoxo e lidar com ele da forma mais sábia possível, pois não seria propício você forçar as coisas para realizar o que deseja.

.

A tendência à dispersão é forte nestes dias, mas você não deve se preocupar exageradamente com ela, tentando anulá-la com toda sua força, pois provavelmente isso a fortaleceria em vez de enfraquecê-la. Ignore-a.

.

Neste caso a pressa não é inimiga da perfeição, apenas vai tornar impossível o que teria parecido fácil. Nada de pressa então! Nada de se precipitar na direção de seu desejo de satisfação! Melhor protelar!

.

Ocultar suas verdadeiras intenções não tem nada demais, porém, você não deve iludir-se tentando se convencer de que as pessoas não perceberão as intenções ocultas. Tudo é muito mais transparente do que parece.

.

A mente fica propondo situações imaginárias que são verdadeiramente satisfatórias, mas que por ora não passam de imaginações. Enquanto isso, inúmeras tarefas continuam requerendo sua atenção imediata.

.

Melhor dedicar um bom tempo à organização ainda que você ache chato demais esse exercício. O tempo das idéias estará sempre disponível, porém, pensando muito e fazendo pouco o destino será a decepção.

.

A telepatia ainda não é uma função desenvolvida amplamente na espécie humana; é apenas um rudimento, um instrumento que no futuro será disponível a todos e que erradicará para sempre esse vício que chamamos de mentira.

.

Quando o que está em jogo são pessoas, não se pode pretender pisar em terreno seguro, pois mesmo que as envolvidas sejam pessoas honestas, coisas podem acontecer a elas que as façam mudar de idéia e perspectiva.

.

Melhor andar devagar e com cautela! Aparentemente haveria circunstâncias favoráveis para pisar no acelerador e agir com rapidez, porém, será sábio observar melhor essas circunstâncias que parecem favoráveis.

.

A paciência acaba em algum momento, o qual será sempre imprevisível. Às vezes a paciência acaba porque acaba e só isso, não há como encontrar razões para explicar esse fugaz momento que muda o curso das coisas.

.

As idéias não são de ninguém, mas a autoria do trabalho para realizá-las pode e deve ser reclamada. Não deixe por menos, reclame a autoria e cobre pelos direitos de tudo que você tiver realizado com seu próprio esforço.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A SUBJETIVIDADE.

•dezembro 6, 2011 terça-feira • Deixe um comentário

A SUBJETIVIDADE.

 Lua será Vazia das 9h14 até 12h36, horário de verão de Brasília.

Ao contemplarmos a selvageria

que nossa humanidade é capaz de perpetrar

nos revoltamos e espontaneamente desprezamos

a espécie humana,

mas ao fazê-lo desprezamos a nós mesmos também.

Que vantagem haveria nisso?

Se um grave defeito precisa ser corrigido,

em primeiro lugar se deve assumir a existência desse defeito,

não como algo desvinculado de nossas presenças,

culpando o mundo pela existência,

mas como uma unha encarnada no próprio ser.

O mundo não se limita à experiência física,

há todo um Universo invisível

no qual navegamos a maior parte do tempo

e que não estabelece limites e distinções objetivas,

é o mundo subjetivo.

Quem não considera a subjetividade tão real

quanto a objetividade vive desorientado.

.

Normalmente a repetição dos hábitos significa segurança e proteção. Porém, como resultado do enraizamento dessas sensações pode acontecer de você não prestar a devida atenção, dando lugar a pequenas contrariedades.

.

Questione suas certezas. Pode ser que essas tenham perdido a validade e como você continua se norteando por elas acabará se perdendo também. Questione suas certezas nem que for para comprovar que continuam vigentes.

.

Experimentar certeza e segurança será sempre muito bom, a alma consegue manifestar-se com mais desenvoltura assim. Porém, excesso de certeza e segurança pode conduzir ao cometimento de atos imprudentes. Um paradoxo.

.

Parece, mas o momento de ir em frente ainda não chegou. As aparências enganam, sua alma sensata sabe bem disso, porém, como é motivada por uma vontade louca de seguir em frente corre o risco de agir insensatamente.

.

A quietude parece boa, mas com tanta coisa para fazer não deve ser esse o melhor estado possível, não é? Melhor você renunciar voluntariamente à quietude, antes que as atividades se adiantem e renunciem de você.

.

Ainda não é oportuno compartilhar abertamente suas idéias, a despeito de que, talvez, as pessoas certas estejam reunidas. Uma coisa é estar com as pessoas certas, outra diferente é o momento ser oportuno.

.

Na hora de encontrar a oportunidade de satisfazer algum desejo em particular a alma não se detém a pensar sobre as consequências ou o esforço que terá de ser feito depois para preservar a satisfação.

.

Prefira a solidão, pois neste momento há uma onda desorientada circulando por aí e mesmo que se rodeie de pessoas sensatas, elas podem ser afetadas por essa onda e você pode acabar recebendo um pouco disso também.

.

Ajudar e prestar serviço são atividades nobres, mas se você as oferecer às pessoas erradas toda a nobreza iria pelo ralo. É importante ajudar, porém, mais importante ainda é ajudar a quem realmente o merecer.

.

As limitações são constrangedoras, mas neste momento seria melhor respeitá-las em vez de arremeter contra elas tentando superá-las. Esperar um pouquinho mais não vai atormentar você; só a ansiedade atormenta.

.

Sustente sua própria opinião, principalmente se para isso você tiver de contrariar alguém. Este não é um momento propício para você seguir as orientações alheias, nem sequer as que neste momento você está lendo.

.

Você não vai perder tempo por esperar, muito pelo contrário. O tempo que parece perdido por você não poder ou não querer agir será ganho depois, quando for possível empreender a ação de forma mais organizada.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

 

PENSAR COM AMOR.

•dezembro 5, 2011 segunda-feira • Deixe um comentário

PENSAR COM AMOR.

Não é surpreendente que uma boa parcela da humanidade

despreze seus semelhantes e prefira os animais,

que considera mais confiáveis e amorosos.

Porém, essa é uma ideação produto do rigor lógico,

desprovida de amor.

Pensar com amor é considerar que tudo e todos

nascemos no Espírito Universal,

no qual estamos arraigados,

nos movimentamos e experimentamos ser.

Pensar com amor é aceitar

que tanto os seres que apreciamos quanto os que desprezamos,

todos juntos compomos um único e colossal corpo cósmico.

Na prática parece muito nobre dedicar-se

ao cuidado dos animais,

mas se isso for feito em detrimento do imprescindível cuidado

que temos de ter para com nossa própria espécie,

então a nobreza será apenas uma máscara da hipocrisia.

Nossa principal obrigação é para com nossa espécie.

.

Organize seus sentimentos, melhor isso do que precipitar-se a relacionamentos porque o interior está bagunçado e haveria a esperança de que se relacionando tudo melhoraria. Não vai melhorar! Organize seus sentimentos.

.

Prefira fazer o que for necessário, atendo-se às tarefas simples e objetivas do dia a dia. Deixe para outro momento os grandes e necessários voos, para quando houver melhores condições para se aventurar.

.

Amizade é o relacionamento perfeito, porque não há desejo envolvido, apenas o que é fundamental, o reconhecimento mútuo e a inerente necessidade de fazer o possível para que o outro desfrute de bem-estar.

.

Satisfazer uma vontade pela mera vontade de satisfazê-la, eis uma experiência eminentemente humana! Você anda às voltas com uma dessas e nada será forte o suficiente para barrar o caminho. É só cumprir a própria vontade.

.

Pensar demais só pode ser resultado de sua alma ter se deparado com situações que não pode solucionar ou superar imediatamente, dada a quantidade de ingredientes contraditórios que fazem parte dessas.

.

Sabe aquelas conversas difíceis que foram proteladas indefinidamente? Talvez este seja um bom momento para retomá-las, pois imediatamente seriam facilitadas e você deixaria para trás o temor delas definitivamente.

.

Ainda que sua alma esteja grávida de idéias e esperanças, no momento será melhor manter uma postura objetiva e concreta, cortando despesas exageradas e enxugando tudo para melhor servir aos objetivos essenciais.

.

Às vezes é melhor tomar mais cuidado com o bem-estar desfrutado interiormente do que com o mal-estar. É que quando a alma se sente bem demais acaba sendo tentada a cometer alguns atos de duvidosa reputação.

.

Desfrutar de sossego e bem-estar é imprescindível, principalmente quando a vida se torna complicada e a alma não sabe que decisões tomar. Se esses momentos são escassos, mais importante ainda é desfrutá-los.

.

O conhecimento é uma aventura que nem todas as pessoas estão dispostas a empreender. Acontece que muitas delas preferem permanecer na santa e confortável ignorância que lhes garante estabilidade e proteção.

.

Você reconhecerá o verdadeiro amigo quando estiver prestes a cometer uma insanidade e, enquanto a maioria das pessoas entrar na sua conversa e apoiar você, esse verdadeiro amigo se insurgirá e oporá com firmeza.

.

Você reconhecerá o verdadeiro amigo quando estiver prestes a cometer uma insanidade e, enquanto a maioria das pessoas entrar na sua conversa e apoiar você, esse verdadeiro amigo se insurgirá e oporá com firmeza.

.

A oportunidade mais importante que é disponível consiste em atender pequenos assuntos que organizariam melhor os grandes empreendimentos. Por isso, menos idéias e mais trabalho concreto e objetivo!

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

 

A IRRITAÇÃO.

•dezembro 4, 2011 domingo • Deixe um comentário

A IRRITAÇÃO.

A irritação é um fogo fátuo

que convence os tolos de ter legítimo direito

de punir seus semelhantes.

Agora a irritação circula à solta

e como nossa humanidade é chegada a uma dimensão sombria,

haja vista a admiração que cultiva em relação

a vampiros e outros monstrengos,

é de se esperar aquele show de intimidações

desempenhado atrás dos volantes dos carros

ou nas opiniões grosseiras publicadas na Internet.

Está certo, na democracia todos devem ter voz e opinião,

mas a dos irritados, que são os que mais publicam na Internet,

é a voz que tem a pretensão de calar todas as outras vozes,

a anti-democracia.

Hoje não vai dar para solucionar esse assunto,

melhor usar o antídoto da tolerância

para passar o mais rapidamente possível por ele.

.

Quando os ânimos esquentam, os humanos se esquecem de sua verdadeira natureza, que não os obriga a reagir como se fossem animais sem escolha, sempre poderiam refletir sobre os acontecimentos e decidir o que fazer.

.

O bem-estar nunca resultará da compra de novos objetos, ou você se esqueceu de toda a manutenção que sempre vem junto aos novos objetos? Melhor você buscar conquistar um bem-estar independente de objetos materiais.

.

Permita que as pessoas cometam os erros que de todo modo cometerão, pois se você intervir com a boa vontade de acertar o rumo, correrá o risco de ver sua alma se converter na culpada de todos os males.

.

Será difícil conter os impulsos e não reagir agressivamente. Porém, por trás dessa dificuldade acena sua natureza humana, inteligente o suficiente para questionar a inevitabilidade dessas reações.

.

É inevitável que um dia você tenha de rever os conceitos com que normalmente julgaria os acontecimentos e pessoas. Tudo muda, inclusive o que aparentemente não deveria mudar. Todo conceito pode ser melhorado.

.

Ainda que alguns temas façam você se animar para discuti-los, as coisas andam tão estranhas e imprevisíveis que será melhor adotar uma postura mais distante e discreta. Tudo pode degringolar em discussão agressiva.

.

Ainda que tudo pareça pressionar para que você reaja com urgência, você fará melhor questionando as razões dessa pressão e sustentando uma postura mais inteligente perante as circunstâncias e pessoas.

.

Ocultar a incerteza sob uma máscara de certezas tolas acabará fazendo você se sintonizar com uma onda agressiva que circula à solta por aí. Melhor você assumir essa dose de incerteza para que motive atitudes mais sábias.

.

Ninguém poderia tomar decisões com a mente embotada pelas incertezas. Porém, as coisas andam estranhas o suficiente para que sua alma tenha de tomar as decisões nesse estado de coisas, sem ter certeza de nada.

.

Certamente, haverá momentos que exigirão rapidez de sua parte, mas esse não é o caso atual. Reagir aos acontecimentos não seria sábio, mas precipitado. Permita que o tempo ajude você a amadurecer as atitudes.

.

A solidão será sua melhor companheira neste momento, pois nesse estado você evitará ter de ouvir opiniões incompatíveis com a realidade. As pessoas não medem palavras, mas raramente emitem opiniões sábias.

.

Seria inútil tentar compreender as razões que levaram certas pessoas a agirem de forma contrária aos interesses que deveriam defender. Melhor passar por isso o mais rapidamente possível sem tentar entender nada.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

O FOGO FÁTUO.

•dezembro 3, 2011 sábado • Deixe um comentário

O FOGO FÁTUO.

Lua quarto crescente de Peixes será Vazia o dia inteiro.

As pessoas agressivas

que se exercitam continuamente na intimidação

e aproveitam os instrumentos de poder disponíveis,

como carros e publicação de opiniões infundadas na Internet,

são de natureza vaidosa, oca e insossa,

pois se parassem por um momento para pensar

antes de agir assim,

veriam a si mesmas cometendo atos ignorantes.

Porém, quem é tomado por essa força agressiva

se acha na crista da onda,

detentor do argumento definitivo para julgar,

condenar e enforcar sua vítima do momento,

que pode ser qualquer uma.

Neste momento de Lua Vazia esta onda da civilização

fica ainda mais escancarada e numerosa,

o que resulta num paradoxo,

pois com tanto ser humano oco e agressivo por aí

vai acabar faltando vítima.

Quem quiser sair dessa

que se convença de a irritação ser apenas um fogo fátuo.

.

Você decidirá se a briga vale a pena ou não, pois não será inevitável envolver-se nela, tudo poderá ser decidido. É assim no mundo humano, não é inevitável reagir, tudo pode ser questionado e decidido.

.

Querer muito algo ou alguém não é o mesmo que ser propício se lançar na direção dessas conquistas. Pode ser que o momento seja apenas o de desejar, mas não o de conseguir realizar o que se deseja. Pense nisso.

.

No meio de tanta coisa acontecendo e porque as pessoas não reconhecem o estado desorientado em que se encontram, será fácil testemunhar atitudes precipitadas. Melhor não intervir ainda para consertar nada.

.

É desnecessário reagir ainda que a situação ameace sua dignidade. Acontece que a reação seria uma emenda pior que o soneto, já que você acabaria criando a aparência de ter sido a alma culpada pelos acontecimentos.

.

Este é um momento difícil para os relacionamentos, pois a discórdia tende a imperar sobre a razão. Por enquanto será melhor você não se desgastar tentando consertar a situação, pois o tiro pode sair pela culatra.

.

Este fim de ano certamente será diferente de todos os outros, inclusive porque apesar de que matematicamente esse já estar em andamento, o espírito que deveria tomar conta das pessoas por enquanto brilha pela ausência.

.

Nada deve ser tão urgente quanto parece, as pessoas que pressionam você para tomar decisões ou reagir são as mesmas que desaparecerão e se fingirão de mortas se os resultados da urgência não forem positivos.

.

No mundo humano civilizado, moderno e sofisticado, seria impossível confessar que a mente anda tomada de incertezas e que por isso não seria possível tomar decisão alguma. As pessoas se ocultam sob certezas tolas.

.

É importante ter algumas certezas, porém, neste momento é mais importante ainda você compreender que atualmente as certezas têm um tempo de vida mais curto do que o normal, o que as torna parecidas com as dúvidas.

.

Será difícil não se contaminar com a onda de urgência que tomou conta da alma de nossa humanidade. Todo mundo acha que deve acelerar e por isso acaba tomando atitudes precipitadas e imaturas. Melhor evitar isso.

.

Normalmente você pediria opiniões e as apreciaria, mas considere que este momento é diferente de todos os outros. A diferença consiste em ser necessário lidar com seus dilemas no silêncio solitário da alma.

.

Há lutas que para ser ganhas requerem a coragem de se retirar do campo de batalha. É o caso da atualidade, se você enfrentasse a mesquinharia, certamente acabaria alimentando-a a fortalecendo-a com suas reações.

.

 

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A DINÂMICA DAS AGRESSÕES.

•dezembro 2, 2011 sexta-feira • Deixe um comentário

A DINÂMICA DAS AGRESSÕES.

Por trás de toda pessoa agressiva há uma criança assustada.

Agredir, violentar, insultar, intimidar,

todas são práticas cotidianas de nossa humanidade

que ignora o real princípio de vida que a anima.

Essas práticas são ainda mais acentuadas

quando nossa humanidade se pensa anônima,

como quando dirige seus carros

ou publica opiniões

em blogs e meios de comunicação na Internet.

Os humanos selvagens agressivos,

que não passam de crianças assustadas,

sempre partem do princípio de que seus semelhantes

estão errados e são motivados por péssimas intenções,

pois só assim seria possível legitimar a violência

que eles e elas perpetram.

Porém, como são crianças são os primeiros

a choramingar quando alguma agressão lhes é dirigida.

.

O ânimo briguento que circula por aí pode eventualmente bater na sua porta e aí você terá de decidir se vale ou não a pena se envolver nessa onda. Brigar por uma boa causa é legítimo, mas isso é raro acontecer.

.

A imprudência nunca é motivada por idéias tolas, as pessoas cometem atos imprudentes convencidas de ter a razão de seu lado. Por isso, sempre será sábio questionar suas certezas antes de virarem imprudências.

.

As pessoas andam muito nervosas e nem sequer reconhecem o estado de ânimo que tomou conta delas. Trate isso com cuidado, pois qualquer deslize pode converter sua alma na culpada principal pelo nervosismo delas.

.

As razões que motivariam você a tomar atitudes agressivas devem ser questionadas, pois é real a possibilidade de que sejam tolas e desproporcionais. Use sua inteligência, honre sua humanidade, não reaja.

.

As atitudes que muitas pessoas andam tomando parecem ameaçar seus princípios, mas será melhor não reagir ainda. Será melhor você protelar a atitude que normalmente tomaria até ter certeza do acontecimento.

.

A essa altura do ano já deveriam soprar ventos leves e alegres, com todas as pessoas se imbuindo do espírito natalino e confraternizando. Porém, as coisas andam estranhas ao ponto de não parecer fim de ano.

.

As ameaças são explícitas e requerem resposta. Porém, resposta não é reação, a resposta é uma maneira ordenada de agir que resulta de profunda reflexão. Por isso, evite a precipitação e modere o ânimo.

.

Desconfie das pessoas que se acham na crista da onda e que arvoram certezas inamovíveis. Essas pessoas, na melhor das hipóteses, estão enganadas, porém, na pior das hipóteses, são motivadas por péssimas intenções.

.

As certezas se tornaram tão fugazes e transitórias que atualmente se parecem todas com dúvidas. Normalmente as certezas são transitórias, mas duram o suficiente para parecerem estáveis. Isso não é assim atualmente.

.

Saiba que é inútil tentar fazer dar certo em pouco tempo o que levaria anos para amadurecer. Considere que o tempo é seu aliado e não seu inimigo, isso evitará que você se contamine com a onda vigente de precipitações.

.

Tudo que considerar mais importante neste momento de sua vida deve ser desempenhado e processado na mais absoluta discrição. Isso evitará atrair atenção indesejada e ouvir opiniões que em nada ajudariam você.

.

Saiba que será melhor não enfrentar a mesquinharia, pois essa onda se alimentaria do confronto e você veria suas razões enfraquecidas. Melhor deixar passar ainda que isso pareça a coisa mais difícil do mundo.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A FORÇA DO HÁBITO.

•dezembro 1, 2011 quinta-feira • Deixe um comentário

A FORÇA DO HÁBITO.

Lua será Vazia das 9h28 até 12h46, horário de verão de Brasília.

Certamente, nossa humanidade

presta atenção exagerada a assuntos

que não têm a mínima importância

ao passo que desatende o que é vital

para sua busca de progresso e felicidade.

Esse é o estado de embotamento

que se dissemina com total liberdade em nossa civilização,

essa mesma que se gaba de moderna e sofisticada.

Por isso, em dias como hoje

em que a ordem cósmica dispõe elementos suficientes

para se criarem rupturas radicais

que coloquem a civilização num caminho

ascendente e progressivo,

na prática pode acontecer exatamente o contrário,

as pessoas pisarem na jaca e adotarem posturas

meramente destrutivas e promotoras de decadência.

A força do hábito cria o caráter de nossa humanidade

e desse resulta o mistério que chamamos destino.

.

Tentar levar uma vida certinha, com tudo o que isso acarreta, não exclui a perspectiva de você se divertir com leveza e despreocupação. A culpa não deve contaminar essa leveza, divertir-se é um direito inalienável.

.

A vitalidade não pode ser estocada, depende de dinamismo. Por isso, trate seu corpo físico para habilitá-lo a cumprir as tarefas que estejam sob sua responsabilidades e nada além disso. O excesso é pernicioso.

.

As pessoas andam nervosas e motivadas por um senso de urgência que nem elas mesmas conseguem explicar. Essa história de fim de mundo calou fundo na alma humana, mesmo na das pessoas que afirmam tudo isso ser bobagem.

.

Nunca vai valer tudo para você satisfazer algum desejo em particular. Sempre será necessário prestar atenção às tarefas e obrigações e seguir pelo senso do dever. Se sobrar tempo, então satisfaça o desejo.

.

Seja mais do que as circunstâncias! Estime sua força de vontade, mas não cometa a burrice de impô-la a quem se aventurar a lhe fazer oposição. Ser mais do que as circunstâncias pode significar se submeter a elas.

.

Se os assuntos alheios adquirem maior relevância que os seus, em vez de sua alma se sentir deslocada seria sábio aproveitar a situação para dar uma trégua à ansiedade e luzir a boa vontade de ajudar os outros.

.

Inúmeros assuntos exigem sua atenção e administração, mas provavelmente não são os que você realmente desejaria atender. Não importa, você não perderá tempo atendendo às necessidades e protelando os desejos.

.

É desnecessário gastar além da conta para demonstrar poder e infundir respeito. Em primeiro lugar, você não precisa demonstrar nada a ninguém e, em segundo, faça gastos elevados só se for realmente necessário.

.

Por trás dos bastidores dessa aparência que insiste em sustentar a normalidade se processam assuntos de enorme relevância, tanta que seriam considerados absurdos e inacreditáveis se fossem noticiados.

.

Assustar-se com as notícias produzidas pelo mundo é muito fácil, porém, entender o que está por trás dessas requer um esforço intelectual que nem todas as pessoas estão dispostas a empreender. É necessário.

.

O temor de enfrentar os assuntos difíceis que ocorrem perto de você e de forma íntima deve ser superado o quanto antes, inclusive porque enfrentando essas situações você perceberá que não eram tão temíveis assim.

.

A paz e sossego que com tanta dificuldade foram conquistados estão agora às voltas com seu fim, justamente porque não se pode estacionar por tempo demais na vida, é necessário seguir em frente e conquistar.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

DE VAMPIROS E OUTROS MONSTRENGOS.

•novembro 30, 2011 quarta-feira • 2 Comentários

DE VAMPIROS

E OUTROS MONSTRENGOS.

É inegável que nossa humanidade

é chegada a uma dimensão sombria,

haja vista o sucesso que fazem filmes e histórias

de vampiros e outros monstrengos.

Nossa humanidade se sente mais familiarizada

e à vontade com o que essas histórias lhe transmitem,

reconhece sem necessidade de confessar

que vê a si mesma nessa dinâmica.

Por trás dessa admiração reside a cobiça e a sede de poder,

as manchas que rebaixam nossa humanidade

de um estado sublime ao nível de monstrengo.

Quem se convence de um vampiro ser poderoso

não atenta ao fato de sua escravidão ao sangue.

Que tipo de poder é esse que escraviza?

A cobiça e a sede de poder são as sombras distorcidas

do verdadeiro alvo de busca de nossa humanidade,

o avesso impossível de enxergar

enquanto a mancha produzida pela cobiça e sede de poder

não for purificada.

.

Levar uma vida excessivamente certinha num mundo absolutamente errado é uma incongruência difícil de sustentar. Só com muita sabedoria e capacidade de administrar os acontecimentos isso se faz possível.

.

O excesso de vitalidade pode ser tão pernicioso quanto a falta dessa. Busque apenas o nível de vitalidade que você realmente precise para desempenhar com sucesso as tarefas que estejam sob sua responsabilidade.

.

O poder é imaginado como a dimensão que elevaria o humano a um patamar inatingível mediante o qual o resto do mundo passaria a servi-lo. Na prática, quem tiver mais poder deve servir o resto do mundo com mais afinco.

.

Nos momentos em que os desejos urgem por satisfação a alma inteligente se mune de argumentos para explicar a racionalidade da situação. Porém, na prática nada há de racional nela, há apenas a precipitação.

.

É importante fazer diariamente o árduo exercício de distinguir a força da necessidade do império do desejo, pois nem sempre será bom agir de acordo com o desejo, às vezes será melhor fazer o necessário.

.

Veja com bons olhos que as pessoas ocupem mais espaço e tomem seu tempo. Você não perde nada com isso a despeito de pensar que talvez pudesse se dedicar a assuntos particulares que pareceriam mais desejáveis.

.

Perder tempo com assuntos que não têm valor algum e negligenciar os que deveriam merecer toda sua atenção, eis o sintoma típico de embotamento civilizado. Cuide para superar esse sintoma quando o perceber.

.

Envolver-se nos acontecimentos com garra e coração será sempre uma atitude arriscada, mas seria impossível progredir sem esse risco. Você se encontra agora às voltas com esse dilema, proteger o conquistado ou avançar?

.

Nada é leve, tudo ressoa com transcendência fora do comum, inclusive os assuntos que de tão corriqueiros deveriam passar despercebidos. Isso deve dar a você a dimensão do que se encontra em andamento.

.

Dependendo das perspectivas traçadas pelas notícias que o mundo produz atualmente, a história do fim do mundo parece a cada dia mais real. Contudo, se houver um fim vindo por aí é porque atrás desse há um novo começo.

.

O valor do otimismo piegas e ingênuo é nulo e, inclusive, pode ser contraproducente. Há, porém, outro tipo de otimismo, um que se assenta sobre bases mais realistas e que sobrevive a verdades duras e cruas.

.

Para que colocar limites ao progresso? Por pura e sábia prudência? Pareceria sensato estipular limites sobre esses argumentos, mas na prática a teoria é outra, sempre! A alma não quer saber de limite nenhum.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

AS TAREFAS.

•novembro 29, 2011 terça-feira • Deixe um comentário

AS TAREFAS.

O tempo que você gastar com enfado e aborrecimento

porque não aprecia as tarefas que desempenha

será o tempo que cimentará sua relação com essas tarefas.

Com o tempo e pela força do hábito

se criarão grilhões subjetivos

e você se convencerá de a vida ser injusta

por não lhe brindar com a felicidade imaginada.

A única coisa injusta nessa dinâmica

é o pensamento de a vida ser injusta,

pois para ela tudo é necessário

e não faz distinção entre tarefas

que pareçam importantes e outras que sejam banais.

O trabalho braçal não é menos importante que o intelectual,

que por sua vez se gaba de superior,

mas não é mais valioso do que o artístico

e nem os três anteriores estão num patamar mais elevado

que o trabalho religioso.

Todas as tarefas e todas as pessoas

que as desempenham cumprem um papel

no somatório cósmico.

.

Os mais recônditos desejos, aqueles que por puro pudor você nunca confessaria a ninguém, andam fazendo pressão para manifestar-se. Essa pressão causa inquietação e pode eventualmente promover atitudes nada sensatas.

.

Encarar com enfado as tarefas inevitáveis seria a melhor maneira de ter de repeti-las depois, agregado a isso o peso que viria com a irritação. Melhor dedicar-se com afinco a resolver os problemas e seguir em frente.

.

Se você conseguir dominar seus impulsos, seus pensamentos e desejos, então será a melhor pessoa do mundo, ninguém poderá superar sua presença. Enquanto isso, continuará tendo delírios de poder e nada mais.

.

Nada de se precipitar na direção de seus palpites, o tempo atual é complexo e enganaria até as almas mais inteligentes e lúcidas. Por isso, melhor deixar passar um pouco de tempo e amadurecer melhor os desejos.

.

Pense que nem tudo que você deseja é realmente necessário e urgente. Por isso, em vez de se orientar, como normalmente faria, pela natureza dos desejos, dessa vez prefira agir de acordo com a necessidade.

.

Sua alma não está sendo excluída nem diminuída, mas momentaneamente terá de fazer o supremo esforço de conceder mais espaço aos dramas e sucessos das pessoas próximas. Agora elas têm maior relevância.

.

Cuide para se focar em apenas algumas dentre todas as possibilidades que se apresentaram. Evitar a dispersão será a forma mais árdua de lidar com a realidade, porém, a mais eficiente e produtiva de todas.

.

Celebrar é necessário, mas de uma forma que não coloque em risco o motivo da celebração. Ou seja, cuide para que sua reputação não esteja em perigo quando você for celebrar alguma conquista. Isso é fundamental.

.

A felicidade não pode depender de festividades de fim de ano, precisa ser um exercício constante e independente de datas comemorativas. Só assim você descobrirá a maneira de evitar a ansiedade generalizada.

.

As notícias são alarmantes, desenham perspectivas aparentemente impossíveis de superar, quanto mais de suportar. Porém, a vida é maior do que as notícias, a vida não se reduz a essas, brinda com graças e crescimento a todos.

.

A dureza de certos acontecimentos joga por terra o otimismo, mas não o anula, apenas o reconduz a um caminho mais realista. Há um otimismo piegas e ingênuo que deve ser substituído por outro, com mais fundamento.

.

Nunca haverá limites para a imaginação. Considerando que é dela que surge a vontade de progredir, então você deve perceber que independente de quanto você tiver progredido, sempre a alma buscará mais e mais.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

O DEVER E O PRAZER.

•novembro 28, 2011 segunda-feira • Deixe um comentário

O DEVER E O PRAZER.

A imensa maioria de nossa humanidade

está convencida de que o dever se contrapõe ao prazer,

mas isso é resultado de não envolver seu coração

nas tarefas que desempenha, porque não as aprecia.

Tratar com enfado e aborrecimento as tarefas

que o dever impõe é a pior maneira de encará-las,

inclusive porque enquanto o ser humano não amar suas tarefas,

e por isso as desempenhar com crescente aperfeiçoamento,

continuará amarrado a essas.

A única maneira de libertar-se das tarefas

é desempenhá-las com absoluta perfeição,

independente de essas parecerem

extremamente importantes ou banais.

Do ponto de vista cósmico, tudo é necessário,

não há distinção entre o trabalho braçal,

o intelectual, artístico ou religioso,

todos cumprem um papel no somatório.

Só há uma forma de libertar-se das tarefas,

desempenhá-las com perfeição.

.

É importante reconhecer os erros cometidos, mas não é necessário você confessá-los publicamente, inclusive porque esse ato poderia ser mal interpretado. Confesse seus erros apenas para si, no silêncio da alma.

.

Teoricamente, seria melhor ter tudo sob controle e nem ser necessário prestar atenção às tarefas cotidianas, de tão organizadas que estariam. Porém, na prática as coisas não são assim e precisam de muita atenção.

.

É necessário dominar, mas se você pensa logo que tal domínio seria uma questão de tomar o poder do mundo, você já começou o caminho de forma equivocada. O verdadeiro domínio que deve ser conquistado é sobre si mesmo.

.

Apostar todas suas fichas num palpite é a mais clara tradução de uma atitude precipitada. Eventualmente pode dar certo a jogada, mas nunca conseguirá repetir o feito no futuro. Se já aconteceu no passado, então…

.

Melhor agir de acordo com as circunstâncias a despeito de não ser essa a escolha que você faria de acordo com os desejos. Uma vez que você anule a força das circunstâncias através da ação, depois ficará liberado.

.

Fazer oposição e resistir ao apelo dramático que algumas pessoas fazem a você não seria uma postura sábia no momento. É melhor compreender e aceitar tanto os dramas quanto o sucesso alheio. Tudo é necessário.

.

Apesar do encantamento produzido pelas inúmeras possibilidades que o momento apresenta, será necessário se conter para não cair na tentação de abrir demais o panorama, mas se focar em algo em particular.

.

A alegria é uma virtude divina que sintoniza a alma com as melhores graças disponíveis. Porém, quando a mente não está devidamente purificada para essa sintonia, a alegria pode motivar muitas tolices também.

.

A pressa não é sua, é produto da ansiedade a que nossa humanidade dá rédea solta porque as festas de fim de ano são iminentes. Tente conter essa urgência sentida no íntimo não lhe dando muito valor.

.

Saber mais, no momento atual, significa sofrer um pouco mais também. É que o acréscimo de conhecimento resulta em desmascarar o jogo do mundo, um em que sua alma esteve envolvida por tempo demais enquanto parecia normal.

.

Em vez de evitar tocar nos assuntos mais delicados, faça diferente dessa vez. Enfrente de peito aberto e prefira assumir verdades nuas e cruas a continuar pintando o mundo com uma cor de rosa que não existe mais.

.

O balanço é positivo, mas a quantidade de situações tensas que se acumularam ao longo dos últimos meses superou quaisquer expectativas, inclusive as mais ácidas. Isso gerou um estresse que agora é necessário cuidar.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

ESPÍRITO E MATÉRIA.

•novembro 27, 2011 domingo • Deixe um comentário

ESPÍRITO E MATÉRIA.

É um engano imaginar que a prosperidade material

deva ser necessariamente oposta ao progresso espiritual.

Espírito e Matéria exercem um casamento indissolúvel

e só quem for capaz de integrar a retidão espiritual

à prosperidade material

pode considerar que progride de verdade.

A sabedoria abundante,

mas desprovida de recursos materiais,

tanto quanto a opulência material destituída de sabedoria;

ambas as condições

não são representativas de verdadeiro progresso e,

por isso, atrasam o ser humano

e não fazem dele um foco irradiador de benefícios ao mundo.

Afinal, só isso importa,

que o progresso individual seja útil

ao progresso do mundo também,

o que só poderia acontecer

enquanto Espírito e Matéria andam de mãos dadas,

não apenas na teoria, mas principalmente na prática.

.

Só através da ação sua alma será compreendida devidamente. Por isso, não se detenha a explicar nada a ninguém, especialmente não se detenha a antecipar o que você fará a seguir. Apenas faça o necessário.

.

A hora é certa, os instrumentos estão disponíveis, você conhece os métodos, está tudo em marcha. Porém, essa marcha pode patinar sem sair do lugar senão houver boa vontade de sua parte para dar início ao processo.

.

As idéias são fonte de riqueza material e espiritual. Porém, nada será assim se as idéias continuarem em potencial e abstração. Você deve se empenhar para tirá-las daí e convertê-las em realidade concreta.

.

Não é verdade que o fim justifica os meios, pois quando se utilizam meios ilegítimos, o objetivo conquistado não vale a pena para ninguém. Lute pelo objetivo pretendido, mas considere bem os meios também.

.

A necessidade deve prevalecer a sua vontade se recolher. É melhor você fazer algo que não aprecia do que impor sua vontade e depois reconhecer que muito tempo foi perdido. Melhor seguir a necessidade.

.

Algumas sugestões são ruins mesmo, porém, outras são extraordinariamente boas. Você precisa luzir seu discernimento para separar o joio do trigo, já que todas as sugestões provêm da mesma boca.

.

De que adianta ter idéias maravilhosas se depois você vai perder o foco e o tempo passará e nada será feito? Melhor você passar suas idéias pelo crivo da realidade e escolher a dedo só algumas a quem se dedicar.

.

É melhor não buscar razões para os sentimentos, isso complicaria muito a comunicação. É melhor compartilhar seus sentimentos através de gestos simples e singelos, sem tentar entender nada.

.

As pessoas que até aqui eram objeto de discórdia precisam se transformar em aliadas. Isso não vai acontecer automaticamente ou por obra divina, você terá de se empenhar em torná-las suas aliadas. Isso é possível.

.

Seria melhor se você tivesse absoluta certeza sobre os resultados, mas esse não é o caso da atualidade. Contudo, você deve se espelhar na memória de outros momentos em que a situação era exatamente a mesma.

.

Ter apreço pelas pessoas erradas não é algo fora do comum. Já disse o Bardo, o coração conhece motivos que a razão é incapaz de reconhecer. No entanto, a situação proposta por esse panorama é difícil de administrar.

.

Enquanto a desordem prevalecer nenhum benefício poderá ser usufruído por ninguém. A inércia de todas as reviravoltas que aconteceram e das que você provocou ainda é forte; porém, é necessário contra-arrestá-la.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

OS TUMULTOS.

•novembro 26, 2011 sábado • Deixe um comentário

OS TUMULTOS.

Os tumultos que desorganizam

o bom andamento dos assuntos de seu interesse

não são punições divinas

cujo objetivo seria anular seu merecido divertimento.

O raciocínio de nossa humanidade é,

no mais das vezes, simplista demais

em relação às questões espirituais,

imagina que Deus está sempre atento para punir os desvios.

Os desvios são todos nossos e são em si mesmos as punições,

não é necessário que Deus intervenha.

Além disso, os tumultos da atualidade não são punições,

mas a oportunidade de todos sustentarmos

o árduo processo de integração mundial,

uma condição que até pouco tempo atrás

não dava sequer para imaginar que seria possível.

Essa já avançou ao ponto de não ser possível recuar,

mas mesmo assim há poderes que querem isso mesmo,

o recuo, e junto com esse a destruição de tudo.

.

Tentar explicar seus motivos só vai resultar em conflito contraproducente. Neste momento seria melhor você fazer o que tem vontade sem comunicar nada a ninguém; só através da ação sua alma será compreendida.

.

Tendo um objetivo em mente e conhecendo os instrumentos necessários para conquistá-lo, só resta arregaçar as mangas e fazer o necessário. Porém, se não houver boa vontade, tenha certeza que nada acontecerá.

.

Você só tem idéias, mas não pense que isso seja pouco. Essa é a riqueza potencial, aquilo que você deverá trabalhar para arrancar da virtualidade e converter em realidade consumada. As idéias são fonte de riqueza.

.

O estresse é irrelevante, pois só interessa que você lute a favor de seus ideais e abrace a causa desses com todo fervor. Certamente haverá estresse envolvido nesse caminho, mas o que importa isso?

.

Aquilo que você não aprecia é exatamente o que precisa de mais atenção. Nem sempre dá para viver de acordo com a própria vontade, em muitos casos é imprescindível agir pela necessidade e não pela vontade.

.

Faça luzir a diplomacia, é a única forma de fazer com que as coisas andem. Haverá críticas profundas que poderiam ser feitas e pareceria oportuno fazê-las, mas isso dificultaria colocar tudo no caminho novamente.

.

Filtre todas suas vontades, passe-as pelo crivo da realidade e dos instrumentos disponíveis para você realizá-las. Dessa forma você vai se organizar melhor e como resultado perderá menos tempo também.

.

Você acostumou as pessoas a entender você através das razões e agora vai ser mais difícil compartilhar com elas seus sentimentos. Porém, é necessário empreender a tentativa, porque os sentimentos estão em alta.

.

Além de ser necessário inovar na forma de fazer as mesmas tarefas de sempre, a maior e mais importante inovação de todas e consiste em você unir esforços com as pessoas que até aqui eram objeto de discórdia.

.

As incertezas são profundas, mas afortunadamente não há tempo disponível para debruçar-se sobre essas e utilizá-las para não tomar nenhuma atitude. O tempo urge e você deve agir ainda que não tenha certeza.

.

As discórdias podem ser úteis, servirão para que sua mente fique lúcida. Se todo mundo estivesse em concordância com suas intenções, talvez alguns erros de estratégia nunca seriam descobertos nem solucionados.

.

Muitas reviravoltas aconteceram e tantas outras foram provocadas por você, porém, é necessário aquietar-se e privilegiar a ordem, principalmente porque só através dessa será possível beneficiar a todos os envolvidos.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

EQUILÍBRIO.

•novembro 25, 2011 sexta-feira • Deixe um comentário

EQUILÍBRIO.

Lua é Nova em Sagitário.

Divertir-se é necessário,

a espiritualidade não é o caminho

mediante o qual o ser humano deva renunciar

à beleza ou a quaisquer motivações alegres e prazerosas da vida.

Porém, se a diversão se converte

no assunto primordial do ser humano,

então se promove a dissipação dos recursos

e isso nunca poderia ser algo bom.

Manter o foco nos assuntos que exigem atenção e empenho

não será nada fácil,

foram longos anos sob pressão

e a iminência das festas de fim de ano

começa a exercer sua dispersiva influência.

Contudo, em nome da preservação

dos assuntos importantes que estão em andamento,

seria sábio organizar o tempo

para que sobre o suficiente para divertir-se

sem que isso anule a necessária atenção que os deveres exigem.

Assim como espírito e matéria não são inimigos,

prazer e dever tampouco devem sê-lo.

 

.

É irrelevante que sua intenção seja bem sucedida, o importante apenas é que você empreenda a ação dando o melhor de si no processo. Tal desapego fará você desempenhar ainda melhor as funções de sua competência.

.

As pontas que forem deixadas soltas na atualidade se converterão nos chicotes circunstanciais do futuro. Por isso, em vez de pretender andar rápido agora, prefira andar sobre terreno seguro, estudando cada passo e movimento.

.

Se por acaso for necessário abandonar os objetivos perseguidos, saiba que isso só poderia acontecer porque você cometeu um equívoco e perseguia quimeras em vez de possibilidades reais e verdadeiras.

.

Deixe passar, melhor evitar apresentar resistência firme que no fim resultaria em alimentar o que se tenta superar. Melhor deixar passar e ignorar os conflitos e adversidades que se interpõem no caminho.

.

A boa vontade de compartilhar suas dúvidas e dilemas interiores não dará bom resultado. Pelo contrário, as pessoas não vão compreender a atitude e criarão conflito para que você volte a liderá-las.

.

Ninguém fará melhor que você, ninguém tratará com o carinho devido as coisas que só você sabe olhar com olhos verdadeiros. Não espere ajuda, neste momento é necessário que só você seja sua própria ajuda.

.

Suas atitudes podem ser pacíficas e suas intenções generosas, mas o acolhimento de sua presença encontra resistência e provoca conflito. Melhor lidar com isso do que se questionar a razão do evento.

.

Ainda que tenha pressa, melhor tolerar a ambiguidade e indecisão das pessoas das que você depende atualmente para tomar decisões e empreender ações. Isso é inevitável e a tolerância é o antídoto perfeito.

.

Gastar ou não gastar, eis uma questão que dia sim, dia não, retorna. Você não precisa se preocupar excessivamente com o futuro, mas tampouco achar que tudo se resolverá sempre. Há um equilíbrio que pode ser conquistado.

.

A curiosidade não deve ser satisfeita necessariamente, pode apenas ser tentadora e nada além disso. Você deverá saber mais do que ninguém o alcance de sua curiosidade e o caminho que essa pretende estipular.

.

Além de movimentar-se de um lado a outro e atender um sem fim de comunicações, você terá de fazer um esforço enorme para se concentrar nos assuntos que realmente valham a pena. A dispersão está na ordem do dia.

.

É necessário andar em terreno seguro e firme, inclusive para que o espírito de aventura possa frutificar. Seria frustrante demais ter investido tanto entusiasmo em assuntos que não passavam de fogo de palha.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

Lua Nova -25-11-2011

•novembro 25, 2011 sexta-feira • Deixe um comentário

Lua Nova em Sagitário

 25 de novembro às 4h10, horário de verão de Brasília.
• Período de influência: De 22 a 28 de novembro de 2011.

As contrariedades

e demoras indesejáveis

poderão ser aproveitadas

para reformular os planos

e recolocar tudo

num caminho mais pacífico.

Por isso,

quando os primeiros sinais

dessas condições surgirem,

em vez de entregar-se à irritação,

observe atentamente

a dica que vem

embutida nessas.

Quiroga

INEXORÁVEL UNIFICAÇÃO.

•novembro 24, 2011 quinta-feira • Deixe um comentário

INEXORÁVEL UNIFICAÇÃO.

Lua Nova em Escorpião.

Os que imaginam a inexorável globalização

como a mera comunicação

entre as diversas tribos e interesses humanos,

porém, fortalecendo as diferenças e sustentando-as,

não entenderam nada,

continuam enxergando a realidade

de dentro de suas bolhas existenciais egoístas,

veem apenas o reflexo narcisista de si mesmos.

A globalização é motivada

por um processo inexorável de integração,

que é árduo

apenas porque tanto os indivíduos quanto os países,

empresas e tribos continuam sustentando o temor

de sair de si mesmos em busca da unificação.

A esta altura, o processo já avançou o suficiente

para ter se tornado irreversível

e qualquer gesto de recuo

é motivado por um tipo de destruição que,

contrariamente a quaisquer razões inteligentes arvoradas,

é burro e embotado,

porque destrói a si mesmo também.

.

Reunir pessoas que não querem se congregar é uma tarefa fadada ao fracasso. Porém, se isso estiver dentro das necessidades atuais, será melhor que empreenda a tarefa com a alma desapegada dos resultados.

.

Raramente a teimosia dá bons frutos, no mais das vezes é maior o estresse causado por ela do que o prazer conquistado. Dessa vez você poderia conter a teimosia em vez de lhe dar rédea solta. Isso é possível.

.

Reveja seus magníficos planos e não tema recuar, mas faça isso como estratégia e não para abandonar suas intenções. As circunstâncias mudaram, se tornaram mais difíceis, mas os objetivos devem ser preservados.

.

Seu lugar deveria ser aprazível e confortável, mas as circunstâncias atuais tendem a perturbar bastante. Não seria o caso de apresentar resistência dura, pois assim correria o risco de alimentar essa condição.

.

Ninguém conhecerá seus dilemas mais profundos e não seria sábio de sua parte tentar compartilhá-los. As pessoas esperam de você as normais atitudes firmes e consistentes, ninguém quer saber de suas dúvidas.

.

Veja com bons olhos essas pequenas tarefas que precisam de sua atenção. Em vez de buscar alguém que tome conta dessas, faça diferente, assuma a dianteira e se responsabilize pelo bom andamento dessas tarefas.

.

Ainda que não seja sua intenção, neste momento sua presença parece ser um ímã para a encrenca. Por isso, em vez de se questionar a razão disso, melhor enfrentar logo os conflitos que forem mais importantes.

.

O enfado que causa a ambiguidade e indecisão de certas pessoas deve fazer você refletir sobre o possível enfado que você tenha causado a outras pessoas através das mesmas atitudes. Tudo deve ser tolerado, afinal.

.

Cuide dos assuntos materiais, mas sem exceder-se na dose de preocupação, pois essa tiraria a necessária sabedoria com que devem ser tratados esses assuntos. Gastar ou não gastar, eis a questão eterna!

.

Há muitas dúvidas pairando no ar a respeito da competência de certas pessoas, o que neste momento é uma questão muito delicada, já que vários assuntos dependeriam exclusivamente delas. Vale a pena dar uma olhada nisso.

.

Neste período que começa hoje e durará algumas semanas será melhor você evitar se meter em discussões, pois no calor dessas correria o risco de fazer promessas que depois seria muito difícil cumprir.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

O PERIGOSO RECUO.

•novembro 23, 2011 quarta-feira • Deixe um comentário

O PERIGOSO RECUO.

As circunstâncias

devem se tornar mais difíceis nas próximas semanas,

já que o mundo se mostrou ineficiente

em produzir as soluções que o sistema econômico mundial exige.

Os líderes mundiais,

atemorizados com a perspectiva que vem por aí,

começaram a recuar

em vez de continuar avançando nas reformas e modernizações.

Isso revela total falta de sabedoria,

pois é infinitamente mais perigoso recuar

do que seguir em frente.

O espírito que promoveu o lançamento de uma moeda única

na Europa foi motivado corretamente,

o futuro consiste nisso, na unificação.

As razões egoístas e mesquinhas,

todas muito inteligentes e aparentemente sensatas,

mandam recuar.

Porém, nesse recuo reside o poder destrutivo do egoísmo,

tão cego que nem sequer enxerga

que destrói também os interesses que supostamente

deveria proteger.

.

Sentimentos devem ser respeitados e nunca será perda de tempo se você tomar atitudes que chamem a atenção das pessoas que por ventura tenham passado por cima desses. O respeito aos sentimentos alheios é básico.

.

Independente de você ter certeza ou não sobre os assuntos em andamento, agora não sobra mais tempo para gastá-lo em dilemas. O assunto é seguir em frente com atrevimento e apostar no que de melhor possa acontecer.

.

As pessoas nervosas que dão bronca e criticam podem não ser companhia agradável, mas trazem consigo algo vantajoso, tiram você do devaneio e incitam à ação eficiente. Melhor fazer algo do que ficar pensando.

.

Nada merece discussão alguma, o que você deve fazer é demonstrar suas razões na prática. Discutir seria um erro de cálculo, porque o tempo se perderia em conflitos enquanto as tarefas continuariam sem atenção.

.

Vale a pena discutir para que seus pontos de vista sejam compreendidos e aceitos. Porém, essa discussão deve ter isso muito claro em mente, para que não aconteça o oposto e suas opiniões sejam rejeitadas.

.

É tentador discutir para que suas razões sejam respeitadas, até porque essa pareceria ser a melhor forma disponível. Porém, observe com atenção os resultados para medir se o estresse valeu a pena ou não.

.

Coloque todo seu potencial em marcha, não se poupe, neste momento vale a pena fazer elevadas apostas; se o mundo perceber que você tem confiança em seu taco será mais fácil as pessoas confiarem em você também.

.

Querer muito não é o mesmo que poder dar conta do recado, pelo menos não imediatamente. É necessário planejar e se munir de recursos para que quando venha a inevitável onda do querer muito você possa dar conta do recado.

.

A tarefa mais árdua ficou em suas mãos, motivar as pessoas a se unirem em torno de uma mesma causa. No início essa tarefa parecerá fácil, pelo entusiasmo, porém, a médio prazo as pessoas se dispersarão.

.

Pensar grande é motivo de atrever-se a tomar atitudes grandiosas, que na prática significam o dispêndio de enormes somas de dinheiro. Isso é bom, mas também pense no futuro a longo prazo para evitar armadilhas.

.

Fortes sentimentos exigem fortes atitudes, do tipo que normalmente você não tomaria. Porém, há algo excepcional em andamento e por isso você não precisa se repetir, você tem margem para experimentar.

.

Em vez de fazer cara feia por se ver na obrigação de cumprir tarefas que eventualmente estejam abaixo de sua capacidade, assuma a maior possível das boas vontades e cumpra o que a necessidade tiver trazido até você.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

O EMBOTAMENTO.

•novembro 22, 2011 terça-feira • 3 Comentários

O EMBOTAMENTO.

Parece admirável que as pessoas não se revoltem,

o dinheiro ganho com seu suor e esforço

é corrompido e desviado a fins nada dignos.

Se isso acontecesse de forma direta,

certamente elas se revoltariam

e culpariam as autoridades pela falta de proteção.

No caso, são as próprias autoridades,

feitas obscuros personagens,

que desviam o dinheiro dos impostos

em seus próprios benefícios.

Que o fato seja indireto não o torna menos indigno.

Por que então não há a devida revolta?

Certamente porque nossa humanidade

vive a maior parte do tempo embotada

e no cativeiro de desejos e anseios

que desviam a atenção e a dispersam.

Porque embotada,

nossa humanidade gasta enorme energia

em assuntos sem importância

e se convence de ser extremamente difícil

se concentrar no que realmente tem valor.

.

No meio de um mundo que cada vez mais desacerta o passo e desafina a música, sua alma tem capacidade de fazer ótimas contribuições. Por isso, aproveite bem este período em que o desacerto se acentua.

.

Nada que for feito de forma precipitada poderá trazer bons resultados. Por isso, se alguém vier a pressionar você para que tome decisões porque haveria pressa nesse sentido, se afaste sumariamente dessa pessoa.

.

Você não deve perder tempo se assustando com as notícias perturbadoras que o mundo produza, você deve fazer o supremo esforço de manter sua mente focada no real e justo progresso que é possível conquistar.

.

A família é um território que oferece a oportunidade de demonstrar nossa humanidade. É o território onde se precisa desenvolver espírito comunitário, colaboração e solidariedade. Afinal, não somos animais.

.

A força que você utilizar para impor sua vontade será a mesma que se voltará contra a sua vontade. Por isso, este momento é próprio para seguir a onda reinante, sem tentar mudar nada, apenas se adequando a ela.

.

Tempo vai, tempo vem, algo permanece sempre igual; as facilidades são tentadoras, porém, enganosas. O que começa doce como o mel acaba se tornando amargo como o fel. Melhor fazer diferente dessa vez, não é?

.

As limitações que acontecem justo no momento em que você esperava estar na crista da onda não são punições, mas as necessárias correções para que você não se esqueça de considerar as necessidades alheias.

.

Certamente, você deve se interessar em atrair pessoas qualificadas. Ou seja, não é importante que você tenha uma lista enorme de pessoas em seus contatos, o que importa é que haja pessoas qualificadas.

.

Importar-se com o futuro material é justo, porém, se isso se converter num exercício de preocupação atormentadora, então tenha certeza que você pôs os pés no caminho errado. Só a alegria trará prosperidade.

.

Respeite os limites impostos pelos riscos, porém, não se detenha. Se tudo se resumisse a se manter dentro dos limites seguros, então nunca haveria progresso e você nunca teria avançado sequer um centímetro.

.

Agora é quando você encontra a oportunidade de impor sua vontade através da preservação do dinamismo. As circunstâncias indicarão que você deva desistir, mas ao contrário dessas, você deve persistir.

.

Neste momento será difícil resistir à tentação de fazer novos projetos e de se entusiasmar com as possibilidades futuras. No entanto, seria melhor você limitar esse entusiasmo e se dedicar ao que está em andamento.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A RETIDÃO E A MAIORIA.

•novembro 21, 2011 segunda-feira • Deixe um comentário

A RETIDÃO E A MAIORIA.

Agir de acordo com as regras da retidão

se tornou um problema aqui na Terra,

pois atitudes que sejam reflexo dessas

perturbam a onda geral de corrupção.

Como a imensa maioria está em perpétua busca de se dar bem,

independente de ter de vender a alma para isso e,

claro está, se desviar da retidão,

temos como resultado que quando uma pessoa

se atreve a sustentar a retidão ela se torna alvo

de críticas, insultos e pedradas.

No começo isso é sutil,

já que no fundo dessa maioria ainda há

uma ponta de temor e de culpa, porém,

como é maioria não demora a surgir o espírito do linchamento.

Pois é, mas a despeito desse perigo iminente,

só a retidão

protege os seres humanos,

todo o resto se encontra abandonado à própria sorte que,

vamos combinar, nunca foi nem tampouco será grande coisa.

.

Este tende a ser um bom período para você, pois o desacerto do mundo promove a necessária perspectiva de tudo ser diferente, inovador. Nesse sentido, certamente sua alma tem capacidade de fazer boas contribuições.

.

Cuidado com a pressa, ela é enganosa e também induz sua alma a se precipitar na direção de assuntos que não têm a menor importância real. A pressa é uma máscara da ansiedade, uma burrice que contamina nossa humanidade.

.

O progresso material é possível a despeito das notícias perturbadoras e da perspectiva real de um mundo em franco declínio. O que está em declínio é a injustiça e não a real possibilidade de progresso.

.

O âmbito familiar não é um território que você deva demarcar nem tampouco as pessoas familiares devem lutar para demarcar o delas. Isso é coisa de animais e não de humanos, preparados para compartilhar e colaborar.

.

Siga a onda ainda que essa não seja do seu apreço. A partir deste momento será melhor você não intervir nos acontecimentos com força exagerada na tentativa de fazer com que tudo siga o curso de sua vontade.

.

Veja com bons olhos as tarefas que exijam de você perseverança e empenho, pois ainda que essas sejam as mais árduas será através delas que virão os melhores resultados. As facilidades serão, por seu lado, enganosas.

.

É importante você pensar em si, na sua proteção e progresso. Porém, que esse tipo de atitude não faça você passar por cima das necessidades alheias é algo de maior importância ainda. Deve haver equilíbrio.

.

Amplie sua lista de contatos, mas faça isso de forma verdadeira. Ou seja, em vez de enxergar essa ampliação através da quantidade de pessoas que façam parte da lista, escolha a dedo pessoas qualificadas.

.

Concentre sua mente nos assuntos materiais, mas cuide para que esse seja um exercício despreocupado, cheio de esperança e alegria. De outro modo essa concentração traria resultados opostos aos desejáveis.

.

No fim, é tudo uma aventura! Por isso, melhor você se imbuir do devido espírito para se divertir com os riscos em vez de se estressar por esses. A aventura é isso mesmo, olhar os perigos com alegria e não com temor.

.

Preserve o dinamismo, isso será necessário para contra-arrestar a onda depressiva que circula por aí. Você não é o resultado das circunstâncias, você pode ser maior, impondo sua vontade através do dinamismo.

.

Um projeto após o outro não significa que o progresso esteja em andamento, apenas que a mente cumpre sua função de retesar o arco e lançar pensamentos constantes ao futuro. O progresso depende de mais pragmatismo.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

AWAKE IN THE DREAM

•novembro 20, 2011 domingo • 3 Comentários

AWAKE IN THE DREAM

 

Disseram-nos, que estamos separados de Deus,

fomos informados, que o poder está fora de nós,

que somos seres humanos necessitados …

Então, nós consumindo nosso Planeta Mãe,

destruimos o eco-sistema que permite que os nossos corpos

possam sobreviver, e vivemos com medo e dependência.

Mas a evolução não pára por aqui!

A crise que enfrentamos hoje

é a nossa chance para acordar

e agora podemos escolher deliberadamente

se queremos viver um cenário apocalíptico

ou devolver o Paraíso na Terra.

Nossa chance é

para lembrar quem realmente somos,

para conectar-se a inteligência de nossos corações,

viver o nosso potencial de co-criação divina,

melhorar o nosso sistema de crença de amar

e unir-se na onda de despertar que é

comemorada por toda a Terra.

Catharina Roland cineasta e seus amigos vão te levar para uma viagem surpreendente para descobrir, que a ciência moderna monitora mudanças energéticas em nosso planeta e em nossa galáxia, o que têm sido previsto por centenas antigos místicos de anos atrás.

As escrituras místicas estão se referindo a um salto evolutivo na consciência humana.

Venha juntar-se “Acordar no Sonho” e explorar conosco
como as mudanças energéticas estão a influenciar o nosso destino e como podemos nos preparar para encontrar o nosso caminho para casa em alegria e amor divino.

www.awakeinthedream.net

O tempo é
AGORA
AMOR
awake in the dream
http://www.awakeinthedream.net
awake in the dream , conciousness and more

O FENÔMENO COMPLETO.

•novembro 20, 2011 domingo • 2 Comentários

O FENÔMENO COMPLETO.

O ser humano é um fenômeno completo,

em nós é possível a percepção

mais fragmentada e objetiva da realidade

assim como também a visão do infinito

integrando o Universo inteiro.

Por isso somos capazes

de perpetrar as mais vis abjeções

e também expressar a mais sublime misericórdia.

A grande maioria não se importa com nada,

só vive para satisfazer apetites sexuais e alimentícios.

Há um enorme grupo também

que começou a se preocupar com questionamentos

mais profundos e tem consciência rudimentar da eternidade

na própria experiência de ser.

O grupo dos humanos

que se encontra plenamente capacitado

a funcionar na eternidade do ser é pequeno,

mas neste caso o número não conta

e sim a influência marcante que promove.

Todos chegaremos lá, esse é nosso destino,

venceremos a morte e seremos imortais e amorosos.

.

Tratar os semelhantes do jeito que sua alma desejaria ser tratada, essa é a regra de ouro da ética. Só não se aplica aos masoquistas; já pensou no que se converteria o mundo se os masoquistas usassem essa regra?

.

Há fantasias que são sedutoras e que por isso você corre o risco de gastar recursos e tempo na tentativa de obter satisfação através delas. Porém, porque são fantasias nunca trarão satisfação, mas decepção.

.

Nada além de executar suas tarefas com perfeição e envolvendo seu coração nessas aproximará você da espiritualidade. O espírito não é distante e desvinculado da realidade, se envolve em todos os assuntos cotidianos.

.

A necessidade de você se sentir bem é sagrada e deve ser tratada com delicadeza, para que o tiro não saia pela culatra. Há atividades que pareceriam servir a esse propósito, mas só funcionariam ao contrário.

.

O que hoje parecem ser apenas incômodas limitações, num futuro nada distante você as compreenderá como circunstâncias fortuitas que impediram você continuar em frente com assuntos que não dariam certo.

.

Talvez a quantidade de detalhes que funciona mal não tenha aumentado, mas sim sua percepção desses, ou melhor, sua tolerância em relação a isso. Nesse momento será melhor você se retirar e se dedicar a descansar.

.

É necessário dar fim definitivo a alguns assuntos que sua alma percebeu que não conseguiria administrar direito e que por isso andou empurrando com a barriga. Melhor finalizar esses assuntos e assumir outros.

.

O fracasso alheio nunca significará a vitória dos oponentes. Essa é uma ilusão nefasta que diminui o valor de nossa humanidade. Fracassos e vitórias são de toda nossa humanidade, nossa espécie é um só corpo cósmico.

.

Mais importante do que a luta para você se dar bem e progredir é manter a mente atenta e lúcida para que as ilusões não provoquem problemas nesse caminho. Seguir ilusões nunca conduzirá ao progresso.

.

Quando as negociações se transformam num jogo de engano mutuo, tenha certeza, todas as partes envolvidas sairão perdendo dessa situação. Negociar, definitivamente, nunca foi, não é nem nunca será enganar.

.

Ainda que certas tarefas não sejam de seu agrado e pareça mais importante usar o tempo em outras coisas, se essas tarefas surgirem e requererem atenção, melhor será você conceder essa atenção e dar conta do recado.

.

Quando tiver dúvidas ao fazer o julgamento de alguém, querendo saber se é uma pessoa positiva ou negativa, em vez de ater-se ao discurso procure levar a sério as sensações mais íntimas que surgirem no encontro.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A RELAÇÃO COM A NATUREZA.

•novembro 19, 2011 sábado • 1 Comentário

A RELAÇÃO COM A NATUREZA.

A natureza é generosa

e oferece graciosamente

todos seus recursos.

Por que então nossa humanidade a violenta

e lhe arranca à força

o que ela oferece graciosamente?

Essa brutalidade não faz mais sentido,

a revolução que ocorreu há mais ou menos 15.000 anos

e que tirou nossa humanidade da brutalidade

já rendeu seus frutos.

Se continuamos brutais é porque assim o decidimos

e não há mérito nenhum nisso, pelo contrário,

esse é o espírito do pecado,

insistir no erro a despeito da consciência desse.

Se nossa humanidade insiste em ser brutal com a natureza,

certamente a natureza será brutal com nossa humanidade,

ou alguém duvida disso?

Não deve haver dúvida, tampouco,

de que se nossa humanidade for generosa com a natureza,

a natureza retribuirá com todas as graças

e riquezas que lhe são inerentes.

.

As pessoas distribuem conselhos e opiniões com ares de saber tudo a respeito da vida. Quando você for seguir o conselho de alguém, antes observe a vida da pessoa que lhe deu o conselho e veja se funciona para ela.

.

É importante experimentar um pouco de prazer, pois a alma está cansada de se frustrar e de dar passos maiores do que a perna. Por isso, é melhor tomar cuidado na busca de prazer também, para que não aconteça o mesmo.

.

Não importa quais sejam suas tarefas e, principalmente, não importa se você está em conflito porque não as aprecia, nem sequer importa se você ama suas tarefas. O que importa é que você as execute com perfeição.

.

A tentação será fazer uso de artimanhas e pequenos enganos para conseguir realizar seus propósitos. Sua mente estenderá a armadilha de tentar se convencer de tudo isso ser legítimo. Essa será mais uma mentira.

.

As limitações são incômodas, mas você sabe que o destino usa métodos misteriosos para proteger, ou não? Por isso, aceite essas limitações e se submeta a elas em vez de continuar insistindo em fazer sua vontade.

.

Quando chega o momento em que até pequenos detalhes que funcionam mal irritam você e provocam reações desproporcionais, saiba que então seria melhor você desistir dos planos e se dedicar a descansar.

.

Encontrar uma solução simples para tudo que acontece é uma fantasia. Acontece que os assuntos são diversos e contraditórios entre si. Por isso, não seria possível encontrar uma solução para todos ao mesmo tempo.

.

Aprenda com o fracasso alheio em vez de celebrá-lo. Muitas pessoas não fracassam por falta de empenho ou conhecimento; fracassam porque se deixam levar por ilusões. Isso pode acontecer com qualquer pessoa.

.

A vontade de se dar bem pode ser a maior fonte de enganos, já que a ansiedade se entremearia nela e provocaria ilusões decepcionantes. Por isso, mantenha sua mente clara e atenta aos pequenos detalhes.

.

Quando desejam atingir rapidamente algum propósito, as pessoas usam a mentira despudoradamente, mas para que ninguém perceba elas acreditam piamente no que prometem, se convencendo de que cumprirão as promessas.

.

Sentir-se bem é prioridade, algo muito importante. Por isso mesmo é que você deve escolher a dedo as atividades e relacionamentos que sirvam a esse propósito, justamente para que o tiro não saia pela culatra.

.

É importante você valorizar as sensações mais íntimas que surgirem ao encontrar certas pessoas. Essas sensações transmitem verdades que de outra forma passariam despercebidas ou seriam soterradas pelas palavras.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A ÚNICA CERTEZA DOS IGNORANTES.

•novembro 18, 2011 sexta-feira • 4 Comentários

A ÚNICA CERTEZA

DOS IGNORANTES.

Lua quarto minguante será Vazia das 17h06 até 20h20, horário de verão de Brasília.

A morte é a única certeza disponível

aos que ignoram a consciência da eternidade,

cuja expressão brilhante é o amor q

ue integra todas as diferenças e as sintetiza

no Espírito Universal

em que nos movemos e experimentamos ser.

A morte é ignorância, a morte é negligência,

por isso a morte não existe

para aqueles que iniciam

o questionamento a respeito do próprio ser.

A morte é um fenômeno objetivo,

uma certeza para aqueles que ignoram

e negligenciam o cuidado com o ser interior e subjetivo.

Quanto mais o humano se aprofunda

e estabiliza na consciência subjetiva

que o integra ao fenomenal conjunto cósmico de experiências,

mais se aproxima de transcender a morte.

A morte não é possível no mundo subjetivo;

nessa dimensão, a morte não existe.

.

A dispersão é um mal que contamina todo relacionamento e assunto importante em andamento. As pessoas nem fazem isso por mal, apenas não conseguem sustentar na prática a palavra que empenham. Tenha compaixão.

.

Observe a realidade e analise aquilo que seja contrário ao seu bem-estar. Pode ser um relacionamento, negócio ou mesmo circunstância. Neste momento surge a oportunidade de dar fim a essa contrariedade. Ainda bem!

.

Melhor não perder tempo com idéias sedutoras, mas sem mínima capacidade de ser realizadas. Este é um momento que requer uma atitude pragmática de sua parte, a melhor orientação para não se perder no oceano de idéias.

.

Prefira a solidão, pois essa será uma companhia segura que protegerá você de pisar no tomate. A companhia de pessoas pode fazer com que em algum momento você diga o que teria sido melhor continuar sendo segredo.

.

Quem não quiser dividir os riscos envolvidos não merece fazer parte do empreendimento. Dividir benefícios e jogar a responsabilidade dos possíveis problemas sobre os outros não tem fundamento justo.

.

Depositar toda expectativa de bem-estar na satisfação desse ou daquele desejo é uma aposta arriscada. Você sabe, pela própria experiência, que nunca haverá garantia de que a frustração não acontecerá.

.

O ser humano sempre busca posição de vantagem e em muitos casos não mede recursos para obtê-la. Porém, se isso envolver o uso de segredos, a aparente vantagem inicial se transformaria em seu oposto, sabia?

.

É necessário manter as tarefas domésticas e corriqueiras sob controle, justamente para que essas não se tornem desproporcionais ao ponto de não sobrar mais tempo para realizar outras tarefas de vulto maior.

.

Fique ciente de que todos os objetivos legítimos serão realizados. Por isso, é imprescindível você reconhecer o que torna um objetivo legítimo. Esse tem de ser fiel tradução de sua vocação íntima, só isso.

.

A razão nunca será mais séria do que os sentimentos, esse é um dos tantos equívocos de nossa humanidade. Há sentimentos que traduzem com maior fidelidade do que a razão o que está em andamento e o que virá a seguir.

.

Se fosse real a demanda de haver transparência total e tudo ser dividido, então a telepatia seria uma realidade consumada e não haveria necessidade de falar para comunicar nada. Enquanto isso não for assim…

.

Pouca coisa você precisa para relaxar e descansar. Neste momento é necessário encarar com cautela os pensamentos que sugerem que para descansar seria melhor dissipar energia através de gastos extraordinários.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A ÚNICA CERTEZA.

•novembro 17, 2011 quinta-feira • 1 Comentário

A ÚNICA CERTEZA.

O amor é a consciência que integra o Universo,

a dádiva graciosa que promove a circulação de todo progresso

e que, na sua mais elevada expressão,

vence a morte e renasce a consciência da eternidade.

Todos chegaremos lá, essa consciência é nosso destino.

Enquanto não for assim escolhemos o fio da navalha,

mediante o qual experimentamos os extremos de prazer e dor

que fortuitamente despertam a suspeita

de haver Algo Maior em andamento.

Esse caminho é muito longo

e os equívocos praticados nesse são extensos, porém,

se reduzem todos ao mesmo,

em vez de amar nossos semelhantes

os tratamos como objetos que usamos

de acordo com o interesse eventual.

Sujeitos, contudo, não foram feitos para ser usados,

mas amados.

Se você ama os objetos e usa os sujeitos,

você vive apenas com uma certeza, a morte.

.

Dificilmente as pessoas conseguem cumprir a palavra que empenham, a maioria delas nem faz isso por mal, apenas porque são dispersas mesmo. Caberá a você ser a influência de firmeza que elas precisam.

.

Este é um bom momento para você concluir alguma situação que não seja de seu interesse continuar, incluindo-se nisso os relacionamentos. Concentre seu poder de tiro naquilo que seja contrário ao bem-estar.

.

As lindas idéias que comovem você precisam ser testadas no crivo na realidade concreta, pois se não forem realizáveis melhor será descartá-las sumariamente do que continuar se embalando com uma beleza fantasiosa.

.

Nos momentos exaltados o risco maior é dizer coisas que teria sido melhor continuar calando. Por isso a necessidade de se controlar, para que a emoção do momento não faça você jogar no lixo semanas de esforço.

.

Ninguém quer dividir riscos e prejuízos, porém, só assim as coisas sairiam do lugar em que se encontram. Sua alma parece disposta a fazer sua parte, agora só falta convencer as outras pessoas a fazer a delas.

.

Sempre parecerá que o bem-estar depende da satisfação desse ou daquele desejo. Porém, por trás de todo desejo acena a frustração também, o que indica que o caminho dos desejos não seja o melhor provedor de bem-estar.

.

Atitudes baseadas em informações sigilosas não poderiam ter bom resultado se envolverem pessoas que ignoram tais segredos. A vantagem conferida por essas informações é fantasiosa, tenha cuidado ao lidar com essas.

.

Esforço será sempre necessário, ainda nós não sabemos dominar a arte da levitação e nos vermos livres da força gravitacional. Porém, nem todo esforço responderá a uma necessidade real, às vezes alguns serão inúteis.

.

Empreender o sagrado caminho de realizações materiais e espirituais deve ser um ato preservado de fantasias e ilusões. Perseguir quimeras não é, definitivamente, algo que faça sentido nesse caminho sagrado.

.

Há sensações que traduzem com exatidão os acontecimentos em andamento e servem como profecias também. Porém, nossa humanidade nunca se acostumou a levá-las a sério, pensa que tudo deve ter a razão como base.

.

Há coisas que não se pode dividir com ninguém, independente de quão íntima seja essa pessoa ou se sinta no direito de exigir de você transparência total. Na prática, continuará havendo coisas que não se pode dividir.

.

Seu descanso não depende de gastos nem de fazer esforços extraordinários, apenas de relaxamento e despreocupação. Por isso, encare com cautela a idéia de empreender atividades que dissipem a energia vital.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A LUA VAZIA E O INFINITO.

•novembro 16, 2011 quarta-feira • 1 Comentário

A LUA VAZIA E O INFINITO.

Lua que míngua será Vazia até 14h18, horário de verão de Brasília.

O Universo é perfeito

e procede em estrita ordem

de criação, preservação e reintegração de seus elementos

para retomar novamente o processo.

Nossa humanidade, porém,

ainda que sendo parte do infinito fio de Vida,

prefere se convencer de seu mundo ser exilado e isolado.

Ainda que sofrida, nossa humanidade prefere

a consciência fragmentada,

a inefável certeza de que nada tem a ver com nada

e que o Universo é feito de ilhas isoladas

sem conexão entre si.

Escolhe assim o caminho do fio da navalha,

mediante o qual as experiências sofridas

a despertam para a vida eterna.

Em momentos de Lua Vazia, como agora,

todos os planos de nossa humanidade tendem a dar errado

para que se inicie a suposição de haver

Algo Maior em andamento.

.

É mais importante você amadurecer sua revolta interior até encontrar os argumentos certos para explicá-la do que manifestá-la prematuramente só para se ver livre do incômodo provocado pelos pensamentos.

.

Para superar os dilemas, comece rejeitando as idéias que seria impossível realizar. Por exemplo, seria impossível abster-se de agir, pois dentro do panorama de acontecimentos atual é inevitável empreender uma ação.

.

A impossibilidade é resultado de não se ter dado os passos necessários para criar laços de colaboração mutua. Sem esses, tudo continuará parecendo impossível, o que é uma pena, porque são coisas bem possíveis.

.

A imposição agressiva de suas razões fará com que você perca toda a razão. Perante a negativa e resistência que as pessoas apresentem às suas razões, melhor considerar sensato que tudo demore um pouco mais.

.

Entusiasmar-se com os novos inícios é algo que qualquer pessoa pode experimentar. Porém, preservar o entusiasmo intacto durante todo o caminho que leva à realização é uma experiência destinada a poucos.

.

Melhor complicar-se através de relacionamentos do que simplificar a vida se isolando socialmente. Todo relacionamento deve ser complicado porque as pessoas não sabem sair de si em busca do desconhecido.

.

Eventualmente seria possível esclarecer dúvidas através de conversas e argumentações, mas esse não é o caso da atualidade. Neste momento, é melhor você empreender ações concretas, essas sim resolverão os dilemas.

.

Tenha a delicadeza de não impor suas convicções, pois isso dará a aparência de grosseria, mesmo que suas razões sejam as melhores da Galáxia. Dialogue e aceite a possibilidade de suas razões não ser as melhores.

.

Melhor você se dispor com infinita boa vontade a assumir a complexidade envolvida em reunir grandes grupos de pessoas e fazê-los com que unam esforços em torno de um mesmo objetivo. É isso que vem por aí.

.

Independente do sucesso ou fracasso, é melhor tomar alguma atitude e agir, pois há energia suficiente à disposição e desejos ardentes que clamam por expressão. Melhor seguir em frente independente do resultado.

.

As pessoas não têm como adivinhar a profundidade e intensidade do que você sente subjetivamente e por enquanto não seria oportuno tentar abrir os olhos delas. Fique com seus sentimentos e aguarde o momento de expressá-los.

.

Nada haverá de errado se você passar por cima das pessoas que negligenciam seus deveres, pois neste momento do caminho tudo poderia ser aceito, menos perder tempo desnecessariamente. Passe por cima dos negligentes.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

A LÁSTIMA.

•novembro 15, 2011 terça-feira • 1 Comentário

A LÁSTIMA.

Apegados como somos a uma consciência fragmentada

que pressente o infinito em seu Ser,

mas não consegue sustentá-lo,

é inevitável que façamos uma leitura fragmentada da realidade

e por isso equivocada.

Porém, cheios de nós mesmos como somos,

em vez de assumir nosso engano

passamos a culpar o mundo

e nossos semelhantes porque nos enganam,

só que para fazer isso temos de inventar argumentos

e ideações que são verdadeiras barricadas mentais

que erguemos contra nós mesmos,

nos convencendo de que essas servem

para nos defender contra os que nos enganam.

Passamos a maior parte da existência

na sombra de nosso próprio engano s

ó porque não tomamos a iniciativa

de revelar a luz que carregamos

em nossos próprios corações.

Uma lástima!

.

Amadureça melhor as reclamações que interiormente você faz, pois ainda que sua revolta seja legítima não chegou o momento de manifestá-la. Fazê-lo prematuramente significaria desperdiçar bons cartuchos.

.

Dentre todos os dilemas que açoitam sua mente na atualidade, procure não dar a menor importância a essas idéias que sugerem ser melhor ficar na moita e se abster de qualquer ação. Isso seria impossível.

.

Há coisas que seria impossível realizar contando apenas com seus recursos e esforços particulares. Porém, essas mesmas coisas se realizariam com facilidade e alegria conjugando esforços com as pessoas próximas.

.

Os conflitos são incômodos e desgastantes, mas bem administrados podem conduzir a soluções criativas. Essa é a melhor hipótese para os conflitos, mas precisa da boa vontade de todos os envolvidos.

.

O entusiasmo dos novos inícios deve ser tratado com cuidado, para que não seja mais um fogo de palha que se transforme em decepção. Entusiasmo bom é aquele que pode ser preservado o tempo inteiro.

.

Os relacionamentos são complicados, parta dessa idéia que é fiel reflexo da realidade. Porém, a complexidade envolvida é inerente à perspectiva de, juntas, as pessoas fazerem o que seria impossível isoladamente.

.

Evite envolver-se em discussões e argumentações, pois mesmo que essas sejam motivadas pela boa vontade de esclarecer, acabarão produzindo o efeito contrário. Neste momento as dúvidas se resolvem na prática.

.

Enquanto você continuar dialogando com sua própria alma, as certezas se tornarão cada vez mais firmes, porém, rígidas. No momento de dialogar com outras pessoas, você verá que tais certezas não eram tão firmes assim.

.

Reunir um grupo grande de pessoas e convencê-las a empreender uma atividade em conjunto, eis uma questão de elevada complexidade. Porém, é isso que vem por aí e será melhor se munir de boa vontade.

.

Entre a dúvida de agir ou ficar na sua, prefira agir, pois será muito melhor se frustrar depois de ter tentado do que se frustrar por não ter feito o necessário e ficar imaginando o que poderia ter acontecido.

.

Por enquanto, se acostume com a idéia de haver muita mais intensidade e profundidade nos seus estados subjetivos de ânimo do que nos fatos produzidos cotidianamente. Essa incompatibilidade é molesta, mas vai passar.

.

Tudo é cabível, menos perder tempo. Por isso, se as pessoas que deveriam fazer isso ou aquilo negligenciarem os deveres, será melhor você assumir o comando e fazer por si o que elas deveriam ter concluído.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

VIDA ETERNA.

•novembro 14, 2011 segunda-feira • Deixe um comentário

VIDA ETERNA.

Enquanto nossa humanidade

se abstiver de integrar sua consciência

em conjuntos maiores e mais sofisticados de experiência

do que seu próprio umbigo e mundinho que gira ao redor desse,

continuará também tendo uma idéia fragmentada da realidade.

Essa fragmentação

não consegue sustentar-se no infinito Universo

e causa o fenômeno conhecido por morte.

Enquanto nossa humanidade não superar esse erro

e recuperar o fio infinito e eterno de vida que sustenta,

alimenta e provoca sua experiência de Ser,

continuará morrendo.

Porém, aqueles que matam a morte

nascendo na consciência do Ser infinito

ressuscitam à vida eterna e, salvando a si mesmos,

salvam também seus semelhantes.

Esses são os heróis e heroínas de todos os tempos,

os únicos humanos verdadeiramente imprescindíveis

entre o céu e a terra.

.

A revolta interior é legítima, mas ainda é subjetiva. Isso indica que talvez seja prudente você não a manifestar ainda com a força sentida, pois as pessoas não a compreenderiam e interpretariam tudo errado.

.

Seria impossível ficar sem fazer nada enquanto a vida continua rolando e o tempo passando. A própria natureza do seu ser não resistiria à pressão exercida pelos desejos e acabaria empreendendo alguma ação.

.

A união de esforços mediante a colaboração mutua provoca ressonância e eficiência que de outro modo seriam impossíveis. Se as pessoas percebessem isso renunciariam imediatamente ao isolamento imposto pelo egoísmo.

.

Suas certezas são todas suas, não há garantia de você fazer com que as pessoas as compreendam e aceitem. Acontece que elas também têm as certezas delas e, no caso atual, são todas incompatíveis com as suas.

.

Os novos empreendimentos evocam o entusiasmo e isso é muito bom. Melhor ainda será o esforço necessário para que o entusiasmo se preserve por todo o caminho que conduz até a realização final.

.

Quanto mais pessoas houver reunidas maiores serão as chances de tudo dar errado. Porém, na mesma medida também será a perspectiva de se fazer o que de outra forma seria impossível. Relacionamentos são complicados.

.

Todas as dúvidas a respeito de que caminho seguir se resolverão na prática e não através de infinitas argumentações que, pelo contrário, só alimentariam ainda mais essas incômodas dúvidas que atormentam.

.

Suas certezas interiores poderão e deverão ser questionadas, ainda que você não entenda como isso venha a acontecer. Uma coisa é você falando com sua própria alma, outra diferente é você falar com outras pessoas.

.

Antecipe os problemas e previna-os através de atitudes eficientes. Sua alma é absolutamente capaz de realizar essa aparente façanha que, na verdade, não deveria ser nada além do normal para todo mundo.

.

Empreender a ação necessária para satisfazer seu desejo não garante sucesso. Porém, mesmo se frustrando será muito melhor isso acontecer depois de alguma tentativa do que pela razão de nunca ter tentado avançar.

.

Seus estados de ânimo subjetivos encontram dificuldade de se sincronizar com os fatos exteriores, o que provoca um estado de séria discordância que pode contaminar os relacionamentos cotidianos. Isso vai passar.

.

Se as pessoas pertinentes não cumprirem a parte que lhes é cabida, então será melhor você arregaçar as mangas e fazer por elas tudo que seja necessário. Neste momento, é melhor isso do que perder tempo.
.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.

IMAGINANDO O DIVINO.

•novembro 13, 2011 domingo • Deixe um comentário

IMAGINANDO O DIVINO.

Enquanto continuarmos imaginando o Divino

como uma dimensão além de nossa compreensão e alcance,

continuaremos também fantasiando

o temor de um Poder impositivo.

Assim afastaremos o amoroso serviço

que o Divino presta a tudo que lhe é inferior,

porque está em seu Plano Mestre elevar a tudo e todos,

nós inclusive, aos mais altos píncaros divinos.

Imaginando o Divino como Poder impositivo

atiçou nossa cobiça e ao cobiçar esse Poder

nunca nos tornamos merecedores de participar de sua graça.

Imaginamos o Poder como uma situação

onde a realidade e as pessoas nos servem.

O Divino, quanto mais elevado e poderoso,

mais serviço presta a tudo que ainda não é Divino.

Por isso, só se pode conquistá-lo

quando nos tornamos inofensivos

e propensos a prestar amoroso serviço

a todos nossos semelhantes.

.

Pensar demais significará não responder devidamente ao espírito de aventura que veio a quebrar a monotonia. Certamente haverá consequências, mas pensar demais nelas seria diminuir a importância da aventura.

.

Os objetos que o dinheiro compra devem servir apenas como representação do que você deseje transmitir, nunca como um fim em si mesmo, pois dessa forma você se frustraria com os resultados. Tenha isso em mente.

.

Este é um momento que irá requerer de você uma presença de espírito sublime, para não cair na tentação de responder às agressões com outras maiores ainda. Finja que não é com você, mate as agressões com a indiferença.

.

Alguns problemas desafiam sua paciência e criam a tentação de reagir com agressividade. Se alguém testemunhasse a situação, seria a pessoa que reage com agressividade a que pareceria ser o problema da história.

.

As boas razões não se provam discutindo, mas na prática, pois somente são boas aquelas que postas em prática tragam benefícios ao maior número possível de pessoas. Todas as outras serão razões egoístas.

.

Nada contribui à quietude. Pelo contrário, tudo injeta dinamismo e promove a necessidade de você preservar as coisas em movimento. Por isso, fique pouco tempo em cada lugar, prefira andar por aí.

.

Quando a competição tiver sido amplamente substituída pela colaboração, então a civilização será próspera e provedora de bem-estar para todos os seres humanos. Por enquanto é uma utopia, mas no futuro será realidade.

.

Encontrar culpados para sua impaciência e agressividade não solucionará absolutamente nada. Pelo contrário, vai complicar sua situação, já que tirará de você a capacidade de decidir livremente que caminho seguir.

.

Diferenças de opinião sempre haverá, mas se você se detiver a discutir cada uma dessas então perderá muito tempo. Um tempo que poderia ser dedicado a demonstrar pela prática suas razões e opiniões. Que tal?

.

Satisfazer desejos é uma prova de vida, por isso a alma se lança nessa direção insistentemente, quer ter essa prova o tempo inteiro. Nem sempre dá certo, mas só o fato de lançar-se é motivo de celebração.

.

O que hoje gera preocupação, no futuro criará fortalecimento. É como diz o provérbio, aquilo que não mata acaba fortalecendo. Por isso, não faça conjecturas sombrias, viva o que for necessário preservando a fé.

.

A insatisfação das pessoas que exercem tarefas básicas pode atrapalhar bastante sua vida. Por isso, dê atenção a elas, mas não permita que elas intervenham em questões que estão muito acima delas. Organize.

.

.

Fonte: Quiroga.

.

Acompanhe Quiroga diretamente em seu blog  Boletins  Sincronia.

.