2012 e o Fim do Mundo

2012 e o Fim do Mundo

por Eckhart Tolle

Crie um espaço no Agora!

Fique confortável no momento presente, o único momento que existe e que você pode ser!

E, mate a morte antes dela te alcançar e matar você, porque a morte vai te alcançar”

Palestra de Eckhart Tolle legendada em português, agradecemos ao tradutor que disponibilizou a no seu canal do youtube: 


15 Respostas to “2012 e o Fim do Mundo”

  1. TENTEI LER O QUE ECKHART TOLLE NOS FORNECE E ACHEI MUITO
    COMPLICADO. EU NÃO ACREDITO NO FIM DO MUNDO E SIM EM UMA
    GRANDE TRANSFORMAÇÃO , QUE HAVERÁ COM A SEPARAÇÃO DO
    JOIO E DO TRIGO, COMO AFIRMOU JESUS. O JOIO, QUE SÃO OS ES
    PÍRITOS QUE TIVERAM SUA CHANCE DE EVOLUIREM ESPIRITUALMEN
    TE E NÃO APROVEITARAM E O TRIGO, JUSTAMENTE O INVERSO. O
    JOIO SERÁ EXILADO DESTE PLANETA, FICANDO APENAS OS BONS
    E O MUNDO PASSARÁ DE EXPIAÇÃO E PROVAS PARA MUNDO DE RE
    GENERAÇÃO.

    • Caro Nilton

      Sugiro que tente mais vezes, muitas vezes, assista mais vezes e leia mais vezes, seu esforço no sentido da compreensão e entendimento será sua dádiva.

      Você tomou título pelo livro, e escreveu sua opinião sobre o título, antes mesmo de compreender o que está no vídeo, como vc disse. Achou complicado, ok, pergunte, questione, mas evite julgar ou emitir sua opinião antes de entender sobre o assunto em questão.

      Calar quando não compreendemos é sinal de honradez, e humildade para aprender o que desconhecemos.

      O vídeo não fala sobre o fim do mundo.

      Aqui não é uma questão de crença, não depende de você acreditar ou não no fim do mundo.
      Só precisamos acreditar, ou não acreditar, enquanto não entendemos, pois quando entendemos podemos dispensar as crenças. Alcançamos o entendimento.

      Assista mais vezes, é a sugestão, que repito. E depois , se quiser, volte a comentar.

      Compreender que o joio e trigo são duas frequências, como o amor e o medo também o são, não são pessoas boas ou más que serão separadas e exiladas por um deus malvado e perverso, mas sim as frequências, as frequências da terra estão em amplitude acelerada, alguns suportarão as novas frequências a que o planeta está recebendo, outros não e mudarão de frequência , (a morte é apenas a mudança de frequência), assim como é impossível ouvir uma rádio AM e outra FM no mesmo momento não é possível sentir amor e medo, eis a separação do joio do trigo. Onde você coloca sua frequência todo dia quando acorda? Eis o livre arbítrio.

      Àqueles que por esforço próprio não buscarem o entendimento de que é necessário e urgente manter uma frequência amorosa serão assolapados pelo medo por causa de sua própria incompreensão do que está acontecendo.

      Isso já é a realidade.
      Há mundos dentro do mundo. Há expiação, provas e regeneração convivendo no mesmo mundo.
      Há pessoas na frequência do amor outra do medo, cada um vive a que lhe é compatível
      Há pessoas na frequência do joio e outras do trigo.
      Há pessoas que por maior esforço que façam só conseguem ver beleza e amor a sua volta, mesmo nas adversidade encontram a beleza do entendimento, pois é o que levam dentro de si, e como sabido é , cada um dá o que tem.
      Há pessoas ruminado má vontade e só conseguem enxergar o medo e horror a sua volta.

      O esforço é individual
      Abandonar o julgamento.
      Bons ou maus existem dentro de cada um.
      Cada um é dentro de si o joio e o trigo, cabe saber a qual frequência ‘alimentará’.

      Assista o vídeo e anote o que não compreendeu, assim , compartilhando, poderá ampliar sua compreensão, e como disse Einstein: “Uma mente que se abre para um novo entendimento nunca mais voltará ao tamanho original.”

      agradecemos a participação

  2. Sobre esta palestra tenho pouco a dizer, já que ela é fraca e me inspirou muito pouco, mas não e dificil me entender. Hoje peço licença a todos que prestarem atenção no que digo e gostaria de mostrar.

    Sou gaucho, não esta máscara, esta imagem que foi vendida, estes são patrões tradicionalistas, gaúcho é outra coisa.

    Muitas vezes falei na introspecção do mate, mas não mostrei de onde isto vem.

    Não tenham preconceito e observem este exemplo da mais pura figura, desta mescla que se fez aqui, neste chão, este pensar singular, que brota das mais simples e humildes criaturas ligadas a mão terra, o verdadeiro povo gaucho.

    Usarei como exemplo, um cancioneiro, simbolo da luta pela liberdade dos povos: Pedro Ortaça, ouçam o que se passa na cabeça do homem do campo, rude e humilde, aqui do Rio Grande do Sul.

    ” quando a justiça der cria do ventre da liberdade “

  3. Arauto, gostaria de te apresentar uma das fontes em que bebi, nos meus tempos idos da infância. Este arauto da nossa filosofia primitiva e rude, Jaime Caetano Braun.

    O tempo,

  4. Ah, que coisa bonita! A infância é quem digna os adultos.

  5. Sabedoria…beleza, andam juntas.

  6. “Na conta da vida não adianta saldo médio”.

    Sabe gente, amigos de busca e caminhada, a gente precisa mesmo colocar mais música e poesia em nossas reflexões.

  7. Eu andei lendo aquele livro “como sobreviver a 2012”. Sabe gente, a possibilidade de todos morrermos não é pequena. Mas aí é que está: cheque mate! O que é estar vivo mesmo? É essa escravidão toda, por acaso, em que mecanismos sofisticados fazem que nós mesmos nos escravizemos e vivamos em caixas?

    “É preciso amor para poder pulsar/ é preciso paz para poder sorrir/ é preciso chuva para florir”. E a gente acha ridículo o que é mais importante. Fomos condicionados a ver no amor uma carência, e ele é na verdade uma suficiência.

    Não sei sinceramente se a data é essa mesma. Vejo que a precessão é um fato, a mudança de eixo planetário é também um fato, eventos cíclicos que respondem perfeitamente à inúmeros enigmas do ponto de vista geológico, arqueológico e histórico. O quebra-cabeças se fecha aí, com precessão e e.ts civilizadores (alguns manipuladores), muitos de nós sendo “E.Ts” encarnados. Eu nem vou mais discutir com quem não acredita em reencarnação. Está abaixo da linha da compreensão do óbvio, precisa de outros remédios.

    A gente precisa saber que vestimos essa roupa biológica, ela nos cobra um preço, um dia é devolvida à terra, sua verdadeira dona. Nossa essência corresponde à consciência que temos, não sendo difícil de perceber que ela é incorpórea.

    Estava muito cético e ao mesmo tempo triste com essa perspectiva, a de a humanidade ter nadado tanto para morrer na praia, porque por mais que se fale de iluminação, numa situação destas o que impera mesmo é o terror e o desespero. Ninguém faz uma “passagem” boa assim.

    Ontem fui fazer um sobrevôo para fotografar o Chandless e a área dos índios isolados, sem porta no aviãozinho e sem medo. Depois de três horas de vôo e muita turbulência (eu me sentindo o Indiana Jones), comecei a vomitar e não parei mais. Depois do sexto vômito, eu olhava pra mesma abertura sem porta por onde antes fotografara audaciosamente, e só pude sentir terror e pânico, um sentimento que na hora identifiquei como falso, mas que me dominou completamente. O chão à três mil metros parecia me sugar e minha frágil cadeirinha não segurava nada, muito menos o cinto de segurança.

    Então compreendi que debilitado, um ser humano não vale nada, quando se trata de ação concreta. A única ação concreta que consegui ter foi rezar mentalmente mil aves marias até o vôo terminar.

    O autor do livro “Como Sobreviver á 2112″ se engana nesse ponto. Não há chance de reconstrução se o cataclisma for mesmo aquele que ele espera.
    A não ser que você queira viver (?) como um rato. Não sou suicida mas, num caso destes, prefiro ter a coragem de desencarnar como homem.

    Sem querer ser arrogante e pretencioso, porque é sempre muito ridículo, eu posso afirmar que todos têm suas luzes, seus guias e a forças que os ajudam. Nunca na minha vida um livro caiu àtoa na minha mão. E quando duvidei de um conteúdo que era na verdade um aviso, outros avisos e livros sempre acabam cercando e complementando a mensagem.

    Quando terminei o livro, lembrei-me imediatamente de Grahan Hankock. Depois me veio a mente um hino de Daime, recebido muito antes dos livros de HancoK ou Patrick Gere. Quem recebeu mediunicamente não sabe nada de ciência moderna, astrofísica ou geologia, pelo contrário, é um autêntico caboclo amazonense, com outro tipo de sabedoria. É mais ou menos assim, a parte que me lembro:

    ” Peço força ao Pai Divino
    Pois desejo compreender
    Conhecer esta verdade
    Para um dia perceber
    Quando as estrelas brilhar
    E Jesus do céu descer

    Este dia pelos tempos
    Poucos vêm observando
    É a vinda de Jesus
    Cada vez se aproximando
    E quem não estiver pronto
    Neste mundo vai ficando

    Neste mundo vai ficando
    Quem só praticou o mal
    Vai viver aqui vagando
    Sem ter o clarão do Sol
    Sem o resplendor da Lua
    E das estrelas divinal”
    (Odemir Raulino)

  8. OLha como as coisas são. Nem estava muito a fim de escrever. Ouvi a bela música de um grande amigo que nunca pude apertar a mão e essa poesia me arrebatou. As coisas realmente poderosas não precisam de muito para se manifestar intensa e verdadeiramente. Obrigado aí Marco, monsieur e tudo o mais que tu puder ser.

  9. O que eu percebo, e a mensagem final que quer sair é esta: a gente não tem que ter medo de sermos nós mesmos, a gente não tem que tyer medo de ser absolutamente verdadeiro (sem ser asno de jogar pérolas aos porcos), a gente não tem que ter medo de se contrapor veementemente às estruturas injustas, a gente não precisa incorporar nada do que não é nosso. E se alguém está com medo porque vai perder posição ou isso e aquilo, eu posso dizer a este meu amigo: tu já está morto, então aproveita pra viver alguma coisa como gente.

  10. Agradeço-te irmão, pela luz que induz-nos com tuas palavras, pelo cuidado em manter o amor como lastro de teus pensamentos. És iluminado, e sabes disso, por isso a humildade é a marca constante em tudo que tens compartilhado conosco.

    Beija, pensando em ti, lembrei desta musica, que hoje simboliza esta nossa jornada e que expressas-te tão bem.

    Num lamento chegou o minuano (vento frio que vem da argentina)
    Anunciando seu último inverno
    O orvalho chorou nas campinas
    E o céu enlutou as estrelas

    Pedro Guará sentiu mais forte
    O cheiro da terra e o vento do sul
    Entrava no rancho no calor do braseiro
    Mateava na espera do tempo chegar

    Pedro Guará viveu aragano (rebelde, indomável)
    Camperiando manhãs distantes
    E passando plantava alegria
    O riso ficava quando partia

    Pedro Guará partiu sem rastro
    Fruto maduro na volta pro chão
    Rasgando um riso seu último gesto
    Sumiu da serra não vai mais lutar

    Partir pode ser bonito, digno e algo que precisamos preparar com dignidade e sabedoria.

  11. Hoje, neste agosto muito frio e chuvoso que faz aqui no sul, neste momento, neste domingo a noite, tu representa esta figura, este imaginário Pedro Guará (o lobo guará). Tu és Esta figura verdadeira, simples, profunda, que VIVE a vida, com intensidade e profunda paz….

    Peço a Deus que proteja a ti e a tua família… pra sempre.

  12. Ah, meu amigo! A recíproca é a mesma e é verdadeira.

  13. Benjamim,li tudo o que tu escreveu acima,não que tenha concordado li porque gosto de gente que pensa,tem cheiro de vida(penso logo existo)
    achei engraçado quando rezaste mil ave marias,porque é bem isso que se faz instintivamente quando se está por devolver a alma ao CRIADOR.Não sei se te referistes as Ave Marias como força de expressão diante do desespero mas se das mil que dissestes ,rezasses apenas uma conscientemente sobretudo quando diz_se ¨bendito é o fruto do teu ventre Jesus¨E aqui que eu queria chegar,metade deste mundo se declara cristão,inclusive eu, até os mulçumanos o respeitam. Ha mais de 400 anos AC um profeta chamado Isaías disse a respeito de Jesus (Ele foi moido pelas nossas iniquidades)Ora esse Jesus que muitos o têem como O salvador da humanidade outros como um iluminado que veio a esse mundo nos ensinar disse: Por que me chamais Senhor Senhor se não fazeis o que eu vos mando? e a seguir diz o que me ouve e não pratica
    é como o homen que edificou a sua casa sobre a areia,sem alicerces,quando veio a tormenta e bateu com impeto contra aquela casa,ela caiu ,e foi completa a sua ruina.Sabe Benjamim aqui tambem há uma lógica e diante da mesma eu me curvo. se sou Cristão é porque creio que ele é O caminho A verdade A vida ,e sem ele não há salvaçao, por mais bonzinhos que sejamos. Eu sei que é desconfortável termos muito mais perguntas que respostas diante dos mistérios da vida.Deixo aqui o meu mais profundo respeito as pessoas que buscando desesperadamente
    a verdade pensam diferente de mim Gilberto Martins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s