VERDADE VERDADEIRA?

.

Verdade verdadeira?

.

A verdade mais verdadeira

é que tudo, na civilização,

se baseia em mentiras,

no mais das vezes “inocentes”,

porém, há também

as sinistras,

que atentam contra

os princípios que protegem

nossa humanidade

dos abusos.

A verdade mais verdadeira

é que as mentiras,

inocentes ou sinistras,

só circulam sem resistência

porque nossa humanidade

prefere olhar

para outro lado e

não se envolver

nas lutas que lhe são destinadas,

que são a própria razão de existir.

Verdade verdadeira?

Melhor não nos atrevermos

a jogar pedras acusatórias

contra ninguém,

estamos todos afundados

na teia de mentiras,

seja por omissão ou comissão.

Por isso tememos

a Verdade, e, por favor,

que ninguém levante aqui

o enfadonho argumento

de que toda verdade é relativa.

Tememos a Verdade

porque sabemos

intimamente

que ela nos libertará,

mas sabemos também

que para isso ela

destruirá o edifício de

nossas amadas mentiras.

.

Ainda que seus movimentos não sejam ordenados ou planejados, você reconhece haver uma estrutura nesses, o ser interior que você é reconhece a si mesmo em busca de algo que não sabe o que é, mas sabe que o reconhecerá.

.

A interdependência é real, não há como fingir que você não precisa de outras pessoas da mesma forma com que outras pessoas precisam de você. A interdependência é a alma do negócio, é pelo número de conexões que tudo acontece.

.

Assim vai passando o tempo e muitas ideias maravilhosas vão ficando na gaveta do que talvez um dia acontecerá, já que a alma se recusa a aceitar que a emoção que essas transmitem seja somente uma fantasia.

.

Há muitas coisas que você já sabe fazer muito bem e que servem ao propósito de você encontrar no desempenho dessas o conforto de não ter de se preocupar muito, apenas continuar fazendo o que se esperaria de você.

.

Confie em que as pessoas perceberão suas verdadeiras intenções e sobre essa verdade aproveite para fazer pedidos sinceros, cujos resultados beneficiem a maior quantidade de gente, sem ofender ninguém intencionalmente.

.

As complicações estão todas aí para que você as simplifique, por isso, não lhes negue fogo, encare-as como as oportunidades que verdadeiramente são, elas são nada menos e nada mais do que os males que vieram para bem.

.

Essas promessas que as pessoas fazem tão seguras de si só poderiam ser assim com elas acreditando piamente. Porém, as águas passam, os tempos mudam e o que acaba restando é que tudo sempre é diferente do prometido.

.

Até o que parecia impossível deu o ar da graça e anda se tornando realizável. Aparentemente isso seria bom, mas acontece também que como você colocou diversos assuntos em andamento, não vai dar para administrar todos bem.

.

Preserve o bom humor a despeito de todas as razões e evidências que seriam fundamentos reais para perdê-lo. Olhe além, transcenda as picuinhas e também as circunstâncias que forem pesadas, que nada atinja você.

.

Fazer concessões quando não se tem vontade de oferecê-las, isso, sim, é o fim do mundo! Contudo, até isso é necessário fazer de vez em quando. Melhor conceder do que continuar insistindo em fazer tudo do seu jeito.

.

É tudo muito mais complicado do que sua alma sabe que as coisas deveriam ser, a porcentagem de complicações superou em muito o que era esperado. Porém, as coisas são como são e continuam em movimento, que é o que interessa.

.

Seria melhor para todo mundo, mas especialmente para você e seus assuntos particulares, que neste momento de tamanho dinamismo não se esforçasse demais para ter o controle da situação. Deixar acontecer será melhor.

.

.

http://www.estadao.com.br/horoscopo/

http://www.facebook.com/astroquiroga

 

Anúncios

~ por arauto do futuro em março 19, 2013 terça-feira.

4 Respostas to “VERDADE VERDADEIRA?”

  1. Gostaria de saber quem é o autor destas belas postagens.
    Grato.

  2. A verdade não é relativa, mas a apreciação que o homem comum tem da mesma está longe de ser consistente. O sistema vigente é especialista em colocar véus sobre as consciências, capturando-as de dois modos: criando e incutindo necessidades artificiais, por um lado, criando e incutindo necessidades reais, por outro; basta que verifiquemos o mercado de trabalho e as contas no final do mês.
    Só são capazes de angariar mudanças e lutar por elas, aqueles que têm boa parte de suas demandas materiais e espirituais bem resolvidas, do contrário, ainda se está preso à contingências próprias à simples sobrevivência, por mais ilustrado que o sujeito possa ser.
    As coisas estão bem amarradas e é preciso entender bem isso para poder desdobrá-las em algo real e positivo. Do contrário, o sistema encontrará um modo de isolar essa perspectiva de mudança, transformando-a em mais um produto consumível e descartável.

  3. O que percebo, e é apenas mais um dado da teia, é que após 2012 as coisas realmente mudaram, no sentido de que as forças agregadas aos seres humanos começaram a dar as caras: forças positivas e negativas manifestando-se abertamente e à revelia de seus portadores inconscientes. De modo que o melhor é suavizar os julgamentos, quando se trata dos outros, e afinar o senso crítico, quando se trata de si mesmo.
    Os sistemas políticos e sociais nunca deram os frutos esperados por seus idealizadores por inúmeros motivos, mas creio que o principal deles é o fato da humanidade se preocupar em mudar contingências externas, sem contudo, avaliar o que carrega inconscientemente, sendo no final determinada por estes fatores e forças internas agregadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s